terça-feira, 30 de outubro de 2012

..um pássaro nascia dos seus dedos...



Tinham o rosto aberto a quem passava.
Tinham lendas e mitos
e frio no coração.
Tinham jardins onde a lua passeava
de mãos dadas com a água
e um anjo de pedra por irmão.

Tinham como toda a gente
o milagre de cada dia
escorrendo pelos telhados;
e olhos de oiro
onde ardiam
os sonhos mais tresmalhados.

Tinham fome e sede como os bichos,
e silêncio
à roda dos seus passos.
Mas a cada gesto que faziam
um pássaro nascia dos seus dedos
e deslumbrado penetrava nos espaços.

Eugénio de Andrade - Os amantes sem dinheiro

domingo, 28 de outubro de 2012

" Canção Para Um Povo Triste "

«Quando a gente está triste demais, gosta do pôr do sol...»
Antoine de Saint-Exupéry
© Piedade Araújo Sol 
canto o povo triste
de quem sou
louco em cantar
para esquecer
os sonhos tidos
na manhã da vida
sol de madrugada
livre no morrer

canto a heroicidade
conformada
de quem chorando
se atreve a cantar
barco perdido
na prisão das ondas
as velas rasgadas
o leme a quebrar

canto a solidão
a ocidente
ligada à terra
que nos viu nascer
a covardia
feita de orações
na doce esperança
de poder morrer


canto o desespero
fatalista
de quem sofrendo
se deixa ficar
olhos cansados
enxada na mão
trabalhando a terra
que lhe vão roubar

canto o meu poema
de revolta
ao povo morto
que não quer gritar
que já são horas para ser feliz
que é chegado o dia do medo acabar.

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Passarinho corajoso ou suicida ?


Tenho o PC tão lento que não aguento, e a disposição também está a precisar de reparação. 
 Vou ver o que posso fazer quanto a estas duas questões, alguma sugestão ? :)

Não se admirem se não verem um passarinho a voar pelos vosso blogues.
 Até breve!

 Beijinhos

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Não! Eu Não Lamento Nada !

 

Non, Je Ne Regrette Rien

Non... rien de rien...
Non... je ne regrette rien
Ni le bien qu'on ma fait,
Ni le mal - tout ça m'est bien égal!

Non... rien de rien...
Non... je ne regrette rien
C'est payé, balayé, oublié,
Je me fous du passé!

Avec mes souvenirs
J'ai allumé le feu,
Mes chagrins, mes plaisirs,
Je n'ai plus besoin d'eux!

Balayé les amours
Avec leurs trémolos
Balayés pour toujours
Je repars à zéro...

Non... rien de rien...
Non... je ne regrette rien
Ni le bien qu'on ma fait,
Ni le mal - tout ça m'est bien égal!

Non... rien de rien...
Non... je ne regrette rien
Car ma vie, car mes joies,
Aujourd'hui, ça commence avec toi!

tradução


Há pessoas e canções que nos marcam. Edith Piaf, tem em mim um fascínio que não consigo explicar.Dos bairros de lata de Paris até às luzes da ribalta de Nova Iorque, a vida de Edith Piaf foi uma batalha para cantar e sobreviver, viver e amar. Educada num ambiente de pobreza, a sua voz magnífica, os seus romances ardentes e as amizades que tinha com grandes nomes da época - Yves Montand, Jean Cocteau, Charles Aznavour, Marlene Dietrich, Marcel Cerdan e outros – fazem de Edith uma estrela conhecida em todo o mundo. Mas numa tentativa ousada em domar o seu destino trágico, o “Rouxinol de Paris” - a sua alcunha – voou tão alto que não conseguiu evitar queimar as suas asas.

 Obrigada amiga Janita por me indicares esta preciosidade sobre Edith Piaf.




imagem  brandiejenkins

terça-feira, 16 de outubro de 2012

Liberdade !

"A liberdade é um dos dons mais preciosos que o céu deu aos homens. Nada a iguala, nem os tesouros que a terra encerra no seu seio, nem os que o mar guarda nos seus abismos. Pela liberdade, tanto quanto pela honra, pode e deve aventurar-se a nossa vida."  
Miguel de Cervantes

toda a noite alisaste as penas
 uma a uma
 devagar
sem olhar para trás levantaste voo
 desta vez com destino traçado
e rumo certo
e
 nem o frio que te corta
 nem o sol que te queima
nem a chuva te atrasa
de chegar ao teu destino
.

domingo, 14 de outubro de 2012

Poema de um amigo aprendiz


POEMA DE UM AMIGO APRENDIZ

Quero ser teu amigo.
Nem demais e nem de menos.
Nem tão longe nem tão perto.
Na medida mais precisa que eu puder.
Mas amar-te, sem medida,
e ficar na tua vida
da maneira mais discreta
que eu souber.
Sem tirar-te a liberdade.
Sem jamais te sufocar.
Sem falar quando for hora de
calar,e sem calar, quando
for hora de falar.
Nem ausente nem presente por
demais,simplesmente,
calmamente, ser-te paz...
É bonito ser amigo.
Mas, confesso,
é tão difícil aprender!
E por isso
eu te suplico paciência.
Vou encher este teu rosto
de lembranças!
Dá-me tempo
de acertar nossas distancias!


Fernando Pessoa

Desejo-vos uma boa semana !


 Música portuguesa entre as melhores baladas

EUA: Música portuguesa entre as melhores baladas 'Amigo aprendiz', uma das canções do último disco de Rodrigo Costa Félix, com música de Tiago Bettencourt e poema de Fernando Pessoa, foi seleccionada pela revista norte-americana The Atlantic para integrar a lista das 12 baladas "épicas" para ouvir em 2012, sendo que a revista fez questão de não escolher nenhuma balada cantada em inglês.
ler mais aqui

sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Bom fim de semana!




Les bourgeois c'est comme les cochons
Plus ça devient vieux plus ça devient bête
Les bourgeois c'est comme les cochons
Plus ça devient vieux plus ça devient c...

Les Bourgeois-Jacques Brel

 

Desejo-vos um excelente fim de semana!


quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Desde quando é que se tornou digno de louvor o facto de alguém possuir uma natureza de escravo?



Desde quando é que se tornou digno de louvor o facto de alguém possuir uma natureza de escravo? Depois de todos os símbolos do poder terem desaparecido, já não tinhas qualquer razão para obedecer, mas continuaste a fazê-lo. Que força misteriosa te impelia a obedecer às ordens de pessoas tão desgraçadas como tu, tão nuas e miseráveis como tu? Eras demasiado cobarde para tentares fazer como os outros, para experimentares dizer uma vez que fosse ao capitão: vai buscar lenha, preciso de me aquecer à fogueira. Não, tinhas descoberto uma outra solução; enquanto estavas ainda saciado, calculavas friamente que chegaria a hora em que a tua fome seria maior do que a dos outros todos. E então pensavas: em breve ficarei faminto, tornar-me-ei selvagem e sem escrúpulos, revoltar-me-ei, não abertamente, mas de modo dissimulado, contra estes terroristas. Com a cabeça fria, fazias projectos sobre a maneira como utilizarias a tua embriaguez, e é isso que é desprezível. Para que serve o desejo de revolta se te recusas a revoltar-te quando estás saciado?

Stig Dagerman, in 'A Ilha dos Condenados'

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

rosto de Mulher



"Eu não tinha este rosto de hoje,
assim calmo, assim triste, assim magro,
nem estes olhos tão vazios, nem o lábio amargo.
Eu não tinha estas mãos sem força,
tão paradas e frias e mortas;
eu não tinha este coração que nem se mostra.
Eu não dei por esta mudança,
tão simples, tão certa, tão fácil:
Em que espelho ficou perdida a minha face?"

retrato - Cecília Meireles



o rosto das que passam sem serem vistas

o rosto das que oferecem um sorriso

o rosto das que vimos todos os dias

o rosto das que não conhecemos

o rosto das vozes que escutamos

o rosto das árvores, da relva e de uma folha caída

o rosto da prosa e da poesia

o rosto das palavras que perturbam

o rosto da vida e da maternidade

o rosto das sombras e da tristeza

o rosto da amizade e da união

um rosto mil rostos um só rosto

 de MULHER

.



terça-feira, 9 de outubro de 2012

"Agora mais do que nunca"


Cruz Vermelha lança pedido de ajuda para os espanhóis

A nova campanha da Cruz Vermelha espanhola não pede ajuda para países africanos nem para o Haiti, pede ajuda para os espanhóis.

A campanha televisiva intitulada "Agora mais do que nunca", visa ajudar mais de 300 mil pessoas que se encontram em graves dificuldades.

'Ahora más do que nunca'


"Problemas" do Primeiro Mundo lidos por crianças do Terceiro Mundo.



 

A nova campanha publicitária da organização WATER IS LIFE mostra crianças e adultos haitianos a ler  queixas e irritações diárias dos países do primeiro mundo. O que nos faz pensar que estes "problemas" comparados com a total pobreza em que vivem são insignificantes.
O vídeo de 1 minuto apresenta "queixas" como esta:
Uma mulher do lado de fora da sua pobre casa :  " Odeio quando meus vizinhos bloqueiam o meu wifi".
Ou quando um jovem rapaz entre os porcos e galinhas lê : " Odeio quando eu digo não a pickles e eles ainda me dão pickles."
Produzido pela agência de publicidade DDB NY,  o vídeo é destinado a aumentar a consciência dos esforços para fornecer água potável em países como Índia e Haiti. Água limpa e potável é escassa em muitas áreas do mundo.
"O acesso à água será um dos desafios mais críticos de nosso tempo",
Segundo a UNICEF, a falta de água potável e saneamento é maior causa mundial de doenças, principalmente nas crianças e nos idosos.


segunda-feira, 8 de outubro de 2012

BOA SEMANA!

Não se acostume com o que não o faz feliz, revolte-se quando julgar necessário.

Alague seu coração de esperanças, mas não deixe que ele se afogue nelas.

Se achar que precisa voltar, volte!

Se perceber que precisa seguir, siga!

Se estiver tudo errado, comece novamente. 


Se estiver tudo certo, continue.

Se sentir saudades, mate-a.


Se perder um amor, não se perca!

Se o achar, segure-o!




Se consegui um sorriso :)

valeu a pena!

Boa semana!


domingo, 7 de outubro de 2012

BOM DOMINGO!


somewhere over the rainbow
blue birds fly
em algum lugar sobre o arco-íris
 pássaros azuis voam
birds fly over the rainbowwhy, then, oh why can't I?

 os pássaros voam sobre o arco-íris
porque, então, oh porque eu não posso?
if happy little blue birds flybeyond the rainbow

se felizes passarinhos azuis voam
além do arco-íris

Why oh why, can't I?
porque oh porque, eu não posso?

sexta-feira, 5 de outubro de 2012

IMAGEM OFICIAL DO CHEFE DE ESTADO



A PARTIR DE HOJE ESTA É A IMAGEM OFICIAL DO CHEFE DE ESTADO

*****


CABE AO POVO MOSTRAR-LHES FIRMEZA!

Dois protestos que furaram a segurança 

As comemorações dos 102 anos da implantação da República, dia que deixará de ser ferido nacional,que já estavam a gerar polémica, dado o caráter particular que lhe foi conferido por uma cerimónia à porta fechada, ficaram ainda marcadas por um protesto de duas mulheres, no Pátio da Galé. 
Ainda no final do discurso de Cavaco Silva, uma mulher, que se encontrava no fundo da sala, começou a protestar dizendo que lhe faltava dinheiro, medicamentos, assistência social e que queria falar com algumas das entidades presentes. 
A mulher de 57 anos dizia-se desesperada com a sua situação de pensionista com 227 euros por mês e que já estaria na miséria completa senão fosse o filho. "As pessoas têm de começar a gritar, as pessoas têm de começar a falar. Tudo isto é um disparate, com esta gente aqui cheia de dinheiro", gritava quando a segurança a tentava por fora da sala. 
Entretanto, irrompe pela sala a cantora lírica Ana Maria Pinto a cantar a música "Firmeza" de Lopes Graça, com um poema de José João Cochofel, terminando com uma grande salva de palmas, parecendo até que a sua intervenção fazia parte do programa das comemorações.
"O meu dever cívico é não cooperar, é resistir. Canto pela alma de Portugal", disse a cantora ao Expresso.


Firmeza
.
Sem frases de desânimo,

Nem complicações de alma,
Que o teu corpo agora fale,
Presente e seguro do que vale.

Pedra em que a vida se alicerça,

Argamassa e nervo,
Pega-lhe como um senhor
E nunca como um servo.

Não seja o travor das lágrimas

Capaz de embargar-te a voz;
Que a boca a sorrir não mate
Nos lábios o brado de combate.

Olha que a vida nos acena

Para além da luta.
Canta os sonhos com que esperas,
Que o espelho da vida nos escuta.

José João Cochofel


quinta-feira, 4 de outubro de 2012

Dia Mundial do Animal

- Ajudem a Salvar o Lobo Ibérico!

Não Deixe os Lobos Sem Abrigo from Grupo Lobo on Vimeo.


Comemoro o Dia mundial do Animal fazendo-vos um apelo:

 O Grupo Lobo lançou, no final de Julho de 2012, uma campanha internacional de financiamento colectivo intitulada "Don’t Let our Wolves Become Homeless" (Não Deixe os nossos Lobos Sem Abrigo) para aquisição dos terrenos onde o Centro de Recuperação do Lobo Ibérico tem estado localizado nos últimos 25 anos e onde, recentemente, nasceram 3 crias desta espécie ameaçada.

Ao longo de 25 anos, estes 17 hectares, situados no Gradil, concelho de Mafra, já deram abrigo a "dezenas de animais". "Alguns chegaram em muito mau estado, quer físico, quer mesmo comportamental", descreve Francisco Fonseca (presidente do Grupo Lobo - Associação para a Conservação do Lobo Ibérico e do seu Ecossistema). Neste momento, vivem em cativeiro 8 lobos, 4 nascidos no local. Os restantes provêm de situações de cativeiro ilegal em Portugal e Espanha. "Sabor", "Faia", "Soajo", são alguns dos nomes dos lobos do centro.
O grupo Lobo surgiu em 1985 pela paixão e preocupação de um grupo de amigos para com esta espécie. "Em 1987, nós [Grupo Lobo] sabíamos que ia sair uma nova lei proibindo ter lobos em cativeiro. Até participámos na sua elaboração", informa Francisco Fonseca. "Mas também sabíamos que no nosso país sempre houve lobos em cativeiro e caso não houvesse um sítio para eles irem, acabariam por ser abatidos." O centro do Gradil foi a resposta do grupo para esta lei, pois "era necessário um local para dar um bom resto de vida a estes animais".

Um cidadão inglês que na altura vivia no local ofereceu os terrenos. "Foi uma questão de acaso. Se tivéssemos encontrado algo no Alentejo ou na Covilhã, o projecto ter-se ia desenvolvido naquele local", explica Francisco Fonseca.
Passados 25 anos, os lobos correm agora o risco de ser "despejados" da sua segunda casa. Nestas duas décadas e meia os terrenos foram cedidos sem qualquer custo. Porém, no início deste ano, o proprietário actual comunicou aos responsáveis do projecto que teriam de partir se não comprassem o terreno.

Não desistindo do local, conseguiram chegar a um acordo com o proprietário de forma a pagar o preço em 5 prestações anuais de aproximadamente 30 000 euros. Alguns particulares, amigos do grupo, emprestaram o dinheiro para a primeira prestação, garantindo a permanência do projecto no local, pelo menos durante este ano.

"Está aqui muito empenho, muito esforço, muitos voluntários. Estamos a comprar o terreno, porque não temos hipótese de sair daqui. Vai ser muito difícil recomeçar tudo mesmo que alguém nos ofereça um novo terreno", afirma o presidente do grupo.
O trabalho desta instituição em prol da conservação do Lobo Ibérico tem sido amplamente reconhecido - recebeu diversos prémios nacionais e internacionais - como o prémio BES Biodiversidade e o Ford Motor Company Award.
Neste contexto, o Grupo Lobo está a apelar a todos os que possam apoiar esta causa de forma a angariar 250 000 dólares (cerca de 205 000 euros) até ao dia 28 de Setembro de 2012, tendo ainda só atingido cerca de 40 000 dólares…
Nas redes sociais vários músicos portugueses têm-se pronunciado para manter a "casa" do Lobo Ibérico. David Fonseca, Moonspell, Ana Bacalhau, Uxu Kalhus, entre outros, já manifestaram o apoio à causa.



Fontes: Ecosfera e Naturlink

quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Ontem Sonhei Com o Futuro

Será que ainda é possível sonhar com o futuro?

 

Ontem Sonhei Com o Futuro

Fernando Tordo

 

Palavras ditas lentamente
Oiço-as cantadas entre a gente
Quero andar
Quero correr
Escrever vontades de cantar e de dizer
Mas não consigo só o pensar é puro
Ontem sonhei com o futuro.
Tantos desejos calmamente
São segredados entre a gente
Quero falar
Compreender
Dizer palavras de cantar e de escrever
Mas não consigo só o sonhar é puro
Ontem sonhei com o futuro.
Ontem sonhei com o futuro
Ontem sonhei com o futuro
Passo a barreira
Eu salto o muro
- ontem sonhei com o futuro

Passam os dias fascinantes
Eles são em sonho o que eram dantes
Quero olhar
Eu quero ver
Cantar palavras de falar e entender
Mas não consigo só o pensar é puro
Ontem sonhei com o futuro.

Mato fantasmas circulantes
Se fosse Deus era Cervantes
Quero acordar
Quero viver
Saber de tudo sem ter tempo para aprender
Mas não consigo sonhar é mais seguro:
Ontem sonhei com o futuro.


segunda-feira, 1 de outubro de 2012

emoções de Outono

{as nossas emoções quando lemos estas noticias não podem ser positivas.
mas aqui, neste espaço utópico e virtual, posso almejar outras emoções}

"Outono é outra primavera, cada folha uma flor.”  
Albert Camus

 “O Outono é um caminhante melancólico e gracioso que prepara admiravelmente o solene adágio do inverno” 
George Sand

 “Quantas primaveras têm passado por nós, quantos verões e quantos outonos e pode ser que com menos fruto, que folhas e flores. O que fazem os anos nas árvores, bem puderam já ter feito em muitos de nós os mesmos anos.”
 Pe. Antônio Vieira

 “Gosto do outono porque ele é frio suficiente para refrescar o calor…e é quente o suficiente para aquecer o frio.”
 Lidiane Araújo Mejozebato
 
“Uma árvore em flor fica despida no outono. A beleza transforma-se em feiúra, a juventude em velhice e o erro em virtude. Nada fica sempre igual e nada existe realmente. Portanto, as aparências e o vazio existem simultaneamente.”
 Dalai Lama

“Para o homem, o outono é um momento da colheita, do recolhimento junto. Para a natureza, é um momento da sementeira, da dispersão no exterior.” 
 Edwin
 
“Quem é que, no adentrar do outono, não traz na mente a presença forte como um farol, daquela figura de mestra que nos adocica a memória, que nos arremete à infância com seus cheiros, suas cores e algazarras.” 
Habacuck

“A felicidade está nas folhas das árvores, cabe somente a você decidir se viverá um outono ou uma primavera.”
Matheus Urruth

" Nos dias de outono as folhas largam no ar um cheiro de sono"
Cristina Saba

«Eis que alcancei o outono de meu pensamento»
Charles Baudelaire

“Nossa existência é transitória como as nuvens do outono. Observar o nascimento e a morte dos seres é como olhar os momentos da dança. A duração da vida é como o brilho de um relâmpago no céu, tal como uma torrente que se precipita montanha abaixo.”
 Buda

 “Era um daqueles dias outonais perfeitos que ocorrem mais frequentemente na memória do que na vida.”
 P.D. James

"Dá o Outono as uvas e o vinho"
Manuel Lopes Fonseca

"Repara que o outono é mais estação da alma do que da natureza."
Nietzsche

« Chegou o outono
cobri o meu coração com a sua sombra...»
Fê Blue Bird



Desejo-vos um Feliz Outubro !