quarta-feira, 28 de maio de 2014

{ tenho tantas saudades tuas filha linda }

 "À medida que os filhos crescem, a mãe deve diminuir de tamanho. 
Mas a tendência da gente é continuar a ser enorme." 
 Clarice Lispector

A ternura materna por Léon Perrault




 A MEUS FILHOS

Estou aqui ao lado,
à margem de seu caminho,
vendo você passar.
Quero que vá sozinho
mas me mantenho por perto.
Se o rumo é certo,
me aprumo e aplaudo;
se é via tortuosa,
jogo-lhe aos pés uma rosa
pra que desviando dela
você chegue a outro lugar;
se a sombra é fria,
mando-lhe um beijo quente;
se o chão queima do sol nascente,
estendo-lhe a poesia
para que o possa atenuar,
se não houver alimento,
peço ao vento
sementes que lhe tragam vida.
Para a sede,
roubo do céu a lágrima caída da madrugada.
Mas se você não precisar de nada,
ainda assim eu estarei vigiando,
escondida talvez atrás de um querubim.
Abençoarei sua vida e sua estrada,
mesmo que já esteja transformada
na forma clara e casta de um jasmim.
© FLORA FIGUEIREDO
In Florescência, 1987
*
{ O amor de mãe é tão imenso quanto o céu, tão profundo como todos os mares do mundo unidos num só local, tão inacreditavelmente belo e verdadeiro, contudo este imenso amor também nos faz sofrer, e ficamos com um aperto tão grande no peito quando um filho está longe de nós. Tenho tantas saudades tuas filha linda... }


17 comentários:

  1. Sei bem dessa saudade!!LINDO post! bjs,chica

    ResponderEliminar
  2. A ausência tem uma filha
    Que se chama Saudade
    Ai de quem sustenta mãe e filha
    Bem contra sua vontade

    ResponderEliminar
  3. Também tive um menininha que agora virou uma moça!
    E foi morar sozinha!
    Fazer o que?
    Bjus amiga Fê.

    ResponderEliminar
  4. As saudades são a sua presença.

    Um beijo

    ResponderEliminar
  5. Passou-me uma furtiva lágrima agora, que enxuguei na emoção de cada verso, de cada declaração, aqui em ode suspensa a cantar das mães, a caminhada.

    Bela e pungente página,Fê.Obrigada!
    Abraço,
    Calu

    ResponderEliminar
  6. Ui!! Que mensagem enternecedora!! (e eu tenho tantas saudades da minha mãe!!)

    Beijinhos ternos.

    ResponderEliminar
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  8. "Filhos são do mundo"... e nossos também, sempre!

    ResponderEliminar
  9. Que emocionante momento amor de mae e assim mesmo ate na ausência continua sofrendo de saudades ,adorei querida amiga vi em você a minha querida mae que para ela sempre serei o eterno menino que ama e continuara a cuidar incansavelmente ,muitos beijinhos felicidades querida amiga.

    ResponderEliminar
  10. Fê, eu sinto muita saudade quando minha mãe vai viajar a trabalho!
    Beijinhos,Pedrinho

    ResponderEliminar
  11. Amiga Fê, deixaste-me com um aperto no peito!
    Conheço bem esse teu sentir, mas como disse o Rui Pascoal os filhos são do mundo...e sempre nossos!
    Só mais um tempinho e vais ter a felicidade de se enlaçarem num longo e saudoso abraço.
    O importante é que ela esteja bem e goste do trabalho que realiza.
    Para se alcançarem umas coisas, por vezes, temos de abrir mão da companhia deles.
    É assim a vida!
    Amiga, quando puderes, tens lá no meu canto um retribuição das tuas belas rosas e outras flores que me tens ofertado com tanto carinho.

    Um grande beijinho e tem mais um pouco de paciência!


    Janita

    ResponderEliminar
  12. Querida amiga
    Vou viajar. Estarei ausente por dois meses, no mínimo.
    Sempre que tiver oportunidade irei ao meu blog e farei visitas tanto quanto for possível.
    Tenho no «DEUSA» um post de despedida.
    Tenho que usar este esquema de “copy & paste” porque não tenho tempo para me despedir de cada pessoa individualmente.
    Deixo um beijo amigo e um “até sempre”.
    Miguel

    ResponderEliminar
  13. Prima
    Coração, tão apertadinho, a saudade corrói...
    Mas ela está feliz, a fazer o que gosta, e isso acalma um pouco dor...
    Daqui vai um xi-coração enorme de carinho, e logo, logo ela volta, para os braços da sua mãe...

    beijinhos

    ResponderEliminar
  14. Amor de mãe é mesmo enorme.
    Belíssimo post, cheio de amor e saudade.
    Tem um bom fim de semana.
    Um beijo, querida amiga Fé.

    ResponderEliminar
  15. amor de mãe é incondicional e imenso...

    eu sei o que é essa saudade...

    :(

    ResponderEliminar
  16. Eles crescem formam a sua prória vida e acabam por partir, seja a distância curta ou não para nós será sempre imensa. Já falta pouco Amiga, não é? Beijinho Grande e um Xi-Coração.

    ResponderEliminar
  17. Não sou mãe mas consigo imaginar o que estarás a passar... mas pensa a tua menina esta feliz. Acredito que ajuda, um pouco, a mimar a saudade.

    ResponderEliminar



Obrigada por estarem desse lado!
Fê Blue Bird