segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

“De cada cem pessoas, aquelas capazes de serem felizes: vinte-e-poucas”

pintura de Peter Churcher

De cada cem pessoas,
aquelas que sempre sabem mais:
cinquenta-e-duas.

Inseguras a cada passo:
quase todo o resto.

Prontas pra ajudar,
se não levar muito tempo:
quarenta-e-nove.

Sempre bem,
porque não pode ser de outra maneira:
quatro — bem, talvez cinco.

Capazes de admirar sem invejar:
dezoito.

Levadas a errar
por serem jovens (isso passa):
sessenta, mais ou menos.

Aquelas que não devem ser provocadas:
quarenta-e-quatro.

Vivendo sob medo constante
de alguém ou alguma coisa:
setenta-e-sete.

Capazes de serem felizes:
vinte-e-poucas no máximo.

Inofensivas sozinhas,
que viram selvagens em grandes grupos:
mais de metade, com certeza.

Cruéis
quando forçadas pelas circunstâncias:
melhor não saber,
nem aproximadamente.

Sábios em retrospectiva:
não muito mais
dos que os sábios por antecipação.

As que não conquistam nada na vida além de coisas:
trinta
(embora eu desejasse estar errado).

Confusas pela dor
e sem uma luz na escuridão:
oitenta-e-três, mais cedo ou mais tarde.

Aquelas que são justas:
poucas, trinta-e-cinco.
Mas se requer esforço pra entender:
três.

Merecedoras de empatia:
noventa-e-nove.

Mortais:
cem de cem –
número que ainda não teve variação.


~ Wislawa Szymborska, Nobel de Literatura (1996)
(traduzido por Joanna Trzeciak, e  Nando Pereira )


“Ainda bem que sempre existe outro dia. 
E outros sonhos. E outros risos. E outras pessoas. E outras coisas..” 


BOA SEMANA !

FELIZ DEZEMBRO !

20 comentários:

  1. Lindo tudo.Poema, imagem e reflexão que se faz! bjs,chica

    ResponderEliminar
  2. A nossa amiga Wislawa Szymborska escreveu bem.
    Aplausos para ela.

    Beijinho e boa semana.

    ResponderEliminar
  3. Excelente escrita e a tua escolha!
    Dezembro o mês do ano que menos gosto.

    Obrigada Fê uma boa semana e mês para ti também.

    Beijinho


    ResponderEliminar
  4. Olá Fê, boa tarde,
    Lindo este texto, não o conhecia e foi com um misto de surpresa, admiração, constrangimento, até, que o li e reli. Triste constatar sua veracidade...
    Termina com esse vídeo encantador, claro está, emoção entalada na garganta.
    Maneira bonita para iniciar semana ;)
    Bj amgo

    ResponderEliminar
  5. Gostei muito do quadro, fiquei a pensar nas palavras.
    um beijinho e uma boa semana e um bom Dezembro
    Gábi

    ResponderEliminar
  6. (MAS ONDE É QUÉSTA MULHER ME VAI BUSCAR COISAS DESTAS, TÃO BELAS)

    ResponderEliminar
  7. Felizmente, duvido bastante das estatísticas, amiga Fê, mas agradeço a partilha.
    Beijinho e uma boa semana.

    ResponderEliminar
  8. ~
    ~ ~ Wislawa, "o Mozart da poesia", também era licenciada em Sociologia. ~ ~

    ~ É triste pensar que pessoas que precisam meditar nas suas palavras, não o fazem. ~

    ~ ~ É evidente que não se trata de estatística, mas de uma apreciação muito humana. ~ ~

    ~ ~ ~ E mudam os ventos... ~ ~ ~

    ~ ~ Um Dezembro confortante, terno e ditoso. ~ ~

    ~ ~ ~

    ResponderEliminar
  9. Um lindo momento de reflexao que nos deixa pensativos ,um feliz Dezembro cheio de paz ,amor e especialmente de partilha ,muitos beijinhos felicidades

    ResponderEliminar
  10. Belo poema de aritmética clarinha...

    Beijo, minha amiga.

    ResponderEliminar
  11. Eu concluo dizendo: Ainda bem que existes TU. Beijinhos

    ResponderEliminar
  12. Fê, faço a mesma pergunta que o Rogerio formulou (rss). Suas postagens sempre me surpreendem, pela beleza e pelo inusitado. Lemos os versos com certa incredulidade, mas temos que admitir que são coerentes, não importando qualquer estatística resultante de pesquisas científicas.
    Pintura, vídeo e colocação de Clarice, tudo encantador.
    Que tenha um dezembro de paz e muito feliz. Bjs.

    ResponderEliminar
  13. Não conheço o autor.
    Mas o poema é excepcional.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  14. Amiga Fê,

    Se o Rogério não repetisse tantas vezes essa frase, hoje setia eu a escreve-la!
    Adorei a Música, o poema é fabuloso, ainda que não concorde a 100% com as percentagens e a tela representa lindamente a Humanidade!

    Uma grande postagem para iniciar Dezembro, o mês cada vez menos gosto e me deprime mais.

    Beijinhos e boa semana, amiga!

    ResponderEliminar

  15. Pois é, Fê, a estatística final é incontroversa.
    Triste mesmo é constatar tanta infelicidade no mundo, quando fomos criados por Deus para a felicidade. Mas como diz com propriedade Clarice Lispector "“Ainda bem que sempre existe outro dia. E outros sonhos. E outros risos. E outras pessoas. E outras coisas..” E, principalmente, a esperança.

    Parabéns pela linda postagem.

    Que Dezembro lhe traga muitos sorrisos.

    Beijo.

    ResponderEliminar
  16. não conhecia o texto...

    bom Dezembro para ti e para todos nós.

    beijinho

    :)

    ResponderEliminar
  17. Bom dia.
    Uma postagem excelente para reflexão.
    Acho que a felicidade está disponível nas pequenas coisas da vida,infelizmente muitas pessoas vivem procurando, perdendo assim a possibilidade de vivência-la.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  18. A muitos anos sou blogueira nos dias de hoje os blogs
    já é tão prestigiado no mundo virtual.
    Eu não saberia fazer outra coisa apesar de ter face
    fico até semana sem entrar.
    Como tudo vai se modernizando acredito que blog não continuara
    por muito tempo .
    Hoje estou aqui para fazer minha visita também
    dizer que:deixei na minha postagem
    uma lembrança de Natal.
    Uma para cada Pais visitante na próxima colocarei dos outros ,
    que deixei para não alongar a postagem.
    Agradeço de todo coração sua amizade e seu carinho
    que Jesus te abençoe sempre.
    Meu eterno carinho.
    Evanir.

    ResponderEliminar
  19. Obrigada amiga Fê por mais uma postagem linda.Amei!
    Bjus

    ResponderEliminar
  20. Um texto engraçado, mas que deve servir como reflexão.
    Cujos números nem devem estar errados...
    Bom resto de semana, querida amiga Fé.
    Beijo.

    ResponderEliminar



Obrigada por estarem desse lado!
Fê Blue Bird