sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Voltei !

Quando existe tanta dor e tragédia pelo mundo, o que representa afinal umas "férias" abaixo das expectativas ?
 Voltei, dando cada vez mais valor para as coisas verdadeiras que existem na vida, o resto não importa!

A idade deixa-nos mais seguros de quem somos e do que queremos e sem paciência para tanta coisa e tanta gente mesquinha, subscrevo inteiramente este "desabafo" da actriz Meryl Streep, que partilho convosco.
"Já não tenho paciência para algumas coisas, não porque me tenha tornado arrogante, mas simplesmente porque cheguei a um ponto da minha vida em que não me apetece perder mais tempo com aquilo que me desagrada ou fere. Já não tenho pachorra para cinismo, críticas em excesso e exigências de qualquer natureza. Perdi a vontade de agradar a quem não agrado, de amar quem não me ama, de sorrir para quem quer retirar-me o sorriso. Já não dedico um minuto que seja a quem me mente ou quer manipular. Decidi não conviver mais com pretensiosismo, hipocrisia, desonestidade e elogios baratos. Já não consigo tolerar eruditismo selectivo e altivez académica. Não compactuo mais com bairrismo ou coscuvilhice. Não suporto conflitos e comparações. Acredito num mundo de opostos e por isso evito pessoas de carácter rígido e inflexível. Na Amizade desagrada-me a falta de lealdade e a traição. Não lido nada bem com quem não sabe elogiar ou incentivar. Os exageros aborrecem-me e tenho dificuldade em aceitar quem não gosta de animais. E acima de tudo já não tenho paciência nenhuma para quem não merece a minha paciência."  Meryl Streep

Completo este post, com um trecho de um filme que fez vinte anos no passado dia 25, e que me traz memórias muito queridas.



beijinhos