segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Um futuro primeiro-ministro :)



Não há quem faça o pequeno John Boarman de 3 anos admitir que foi ele quem comeu as guloseimas do armário. Mesmo sujo de doce da cabeça aos pés, ele mente para a mãe ao ser questionado diversas vezes, repetindo que não foi ele quem esvaziou o frasco dos doces.
Quando a mãe voltou à cozinha, encontrou John com a boca e as mãos sujas de doce que ela ia usar para decorar um bolo. Para aumentar a lista de evidências contra o menino, o frasco ainda estava em cima do balcão da cozinha, só com metade dos doces.
 – John, o que é que estás a comer? – pergunta a mãe. – Nada! – afirma o menino, balançando a cabeça, sem olhar directamente para a mãe.
A mãe levou o filho até ao frasco e o confrontou. Depois, avisou que ele estava todo sujo de doce, mas nem esses argumentos foram suficientes para o pequeno John admitir a traquinice.




Fê blue bird

domingo, 28 de setembro de 2014

DESEJO-VOS UMA SEMANA FELIZ !


Michael Vincent Manalo

Om Sarvesham Svastir Bhavatu
Sarvesham Shantir Bhavatu
Sarvesham Purnam Bhavatu
Sarvesham Mangalam Bhavatu
Om Sarve Bhavanthu Sukhinah
Sarve Shantu Niraamayaah
Sarve Badrani Pashyantu
Ma Kaschi Dukha Bhaag Bhavet





“Que todos tenham bem-estar. 
Que todos tenham a paz.
 Que todos encontrem a perfeição.
 Que todos sejam felizes.
 Que todos tenham saúde. 
 Que todos tenham boa sorte e que ninguém tenha que sofrer.” 
(tradução do centro de yoga Govardhana, Curitiba-PR)



“Se você quer que os outros sejam felizes, pratique a compaixão; se você quer ser feliz, pratique a compaixão”, disse certa vez Tenzin Gyatso, o XIV Dalai Lama
E desejar em voz alta, cantando, também pode ajudar, como fez a cantora americana Tina Turner e 30 crianças do projectoChildren Beyond – With children united in prayers” (Crianças Além – Com crianças unidas em orações), nesta bela gravação do mantra védico “Sarvesham Svastir Bhavatu” (Que Todos os Seres Tenham Auspiciosidade”, ou “Bem-Estar”, numa tradução mais coloquial).
 O projeto “Children Beyond” tem também Regula Curti e Dechen Shak-Dagsay cantando orações e mantras do “Budismo, Cristianismo, Hinduísmo, Judaísmo, Islamismo e Sikismo” – “é um projecto para contribuir com a paz e a tolerância”.



sexta-feira, 26 de setembro de 2014

Voa e canta, enquanto resistirem as asas.

O VOO
Paul Bond


Goza a euforia do voo do anjo perdido em ti.
Não indagues se nossas estradas, tempo e vento, desabam no abismo.

Que sabes tu do fim?
Se temes que teu mistério seja uma noite, enche-o de estrelas.

Conserva a ilusão de que teu voo te leva sempre para o mais alto.
No deslumbramento da ascensão,
se pressentires que amanhã estarás mudo,
esgota, como um pássaro, as canções que tens na garganta.

Canta!
Canta para conservar uma ilusão de festa e de vitória.

Talvez as canções adormeçam as feras que esperam devorar o pássaro.

Desde que nasceste não és mais que um voo no tempo.
Rumo do céu?

Que importa a rota.
Voa e canta, enquanto resistirem as asas.

Menotti Del Picchia
(1892-1988)





BOM FIM DE SEMANA !

Fê blue bird

quarta-feira, 24 de setembro de 2014

{ a alegria do reencontro }

Que alegria! Quando a saudade pode ser saciada com o reencontro.


Certa vez perguntaram a uma mãe qual era seu filho preferido, aquele que ela mais amava.

E ela, deixando entrever um sorriso, respondeu:

“Nada é mais volúvel que um coração de mãe.

E, como mãe, lhe respondo: o filho dilecto, aquele a quem me dedico de corpo e alma,

É o meu filho doente, até que sare.

O que partiu, até que volte.

O que está cansado, até que descanse.

O que está com fome, até que se alimente.

O que está com sede, até que beba.

Que está estudando, até que aprenda.

O que está nu, até que se vista.

O que não trabalha, até que se empregue.

O que namora, até que se case.

O que casa, até que conviva.

O que é pai, até que os crie.

O que prometeu, até que se cumpra.

O que deve, até que pague.

O que chora, até que cale.

E já com o semblante bem distante daquele sorriso, completou:

O que já me deixou até que o reencontre…


Filho Predilecto - (Erma Bombeck)







domingo, 21 de setembro de 2014

5 ANOS A BLOGAR { e ainda continua a haver magia }

será que é teimosia ? :)

Amizade "virtual" ? 

"Batia ansiosamente as teclas à procura de respostas, respostas que não encontrava no mundo "real" que a envolvia. Tudo se tinha desmoronado. Como continuar a viver se o seu corpo não lhe obedecia, como continuar se não comia, não dormia e o seu espírito estava envolto em escuridão. Procurava desesperadamente uma saída, um pequeno sonho que a alimentasse só mais um dia. Começou a pesquisar pela internet, aprendendo devagar a se mover neste "mundo"que agora descobria. Encontrou um grupo de entreajuda, escreveu uma mensagem rapidamente porque as palavras saíam tão depressa quanto as lágrimas. A resposta não demorou, alguém do outro lado sabia, sabia porque sentia . Desta procura e desta entrega nasceu uma forte amizade e através dela outras mais como se fossem flores a despontar numa árvore adormecida. Daí a ter um blogue foi um passo e desde esse momento o seu espírito percorre mil-cores todos os dias. As amizades forem nascendo e crescendo. Há quem chame a estas amizades, virtuais, há quem as menospreze e as ignore, ela não se importa porque sabe que são elas que a fazem continuar a escrever com entusiasmo e são elas também que a fazem acreditar que a vida tal como a amizade é mágica e é para apreciar todos os dias."
Obrigada por há cinco anos me fazerem companhia.  
um grande beijinho de amizade 
Fê blue bird

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

{ a minha porta }


é uma porta

a única porta que me leva a mim

ás vezes está fechada

depois ganho-lhe a chave

chave gira

chave roda

para a direita para a esquerda

tranca e destranca

saio a correr de mim

e volto a correr para mim

hoje acordei muito cedo

abri a porta para MIM !




Fê blue bird

*

BOM FIM DE SEMANA !



terça-feira, 16 de setembro de 2014

{ que mais posso fazer }



yvonne jeanette karlsen

 não foi um paraíso o que para vós sonhei
só quis que esta terra fosse limpa
e nela pudessem caminhar descalços
sem que os vossos pés se ferissem

 todo homem tem direito a sê-lo inteiramente

que mais posso fazer 
para que a vida seja mais que cegueira e cobardia
que mais posso fazer
para manter nos vossos olhos a cor da esperança

Fê blue bird  

domingo, 14 de setembro de 2014

{ saudade }



Dobrei com muito cuidado a tristeza
Que hoje desdobrei logo pela manhã
E arrumei-a no fundo
Da minha mala de viagem
Num cantinho especial
Que tenho só para ti
Como ainda havia espaço
Na minha mala de viagem
Meti as saudades
Que me chegaram
Com o vazio que deixaste


Fê blue bird 



sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Desejo-vos um fim de semana risonho.

“O riso é uma filosofia. Muitas vezes o riso é uma salvação. 
E em política constitucional, pelo menos, o riso é uma opinião.”
―Eça de Queiroz







quarta-feira, 10 de setembro de 2014

" Toda a pessoa tem direito à educação. "


Para deleite de alguns e desespero de outros, o novo ano lectivo está prestes a começar para milhões de crianças em todo o mundo. Se para muitas crianças ir para a escola é uma banalidade para outros é um grande luxo.
São muitas as crianças que todos os dias têm de percorrer caminhos bastante perigosos e bizarros, muitas vezes em transportes sobrelotados, para conseguirem chegar à escola e receber a educação que muitas outras crianças dão por garantida.
De acordo com a UNESCO, o progresso de ligação entre as crianças e as escolas abrandou nos últimos cinco anos, o que torna ainda mais difícil a muitas crianças deslocarem-se para os locais de aprendizagem, escreve o Bored Panda. Os caminhos perigosos que todos os dias têm de atravessar são um dos principais motivos para a grande taxa de abandono escolar nos países mais desfavorecidos ou nas regiões isoladas.
A solução pode parecer simples: construam-se pontes e estradas, comprem-se autocarros e contratem-se motoristas. Contudo, a falta de dinheiro e os desastres naturais que frequentemente destroem as construções que permitem às crianças ir à escola tornam difícil o acesso à educação que muitos necessitam.

Alunos de uma escola em Lebak na Indonésia, atravessam diariamente uma ponte suspensa por apenas um cabo de aço.

Mais um caminho perigoso por montanhas e abismos para chegar a um colégio interno em Pili, China

Crianças sobem em escadas de madeira na encosta de uma montanha muito alta em Zhang Jiawan Village, sul da China

Alunos tem que enfrentar diariamente e sem segurança uma corda bamba a 8 metros acima do rio Padang, Sumatra, na Indonésia.

Crianças “voam” a 800m de altura em 400m de cabo de aço sobre o rio Negro River na Colômbia para chegar à escola.

Crianças passam por abismos num caminho estreito e perigoso em Gulu, China

Estudantes fazem uma travessia perigosa numa jangada improvisada de bambu, Cilangkap Village, Indonésia

crianças-vai-a-escola-around-the-world-24

Esta menina vai todos os dias para a escola montada num Touro em Mianmar.

Crianças andam horas e atravessam uma ponte feita de raiz de árvore, Índia

Crianças caminham por longas horas entre rios congelados para chegar ao internato em Zanskar, Himalaia indiano

Crianças atravessam todos os dias um rio com um pneu cheio como bóia, na província de Rizal, Filipinas

Crianças do Brasil diariamente pegam o “famoso” “pau-de-arara” clandestinamente para conseguirem acesso à educação.

 Apertados num Tuktuk, crianças vão à escola em Beldanga, Índia



Fontes:
Green Savers - Bored Panda 
 *
“ 1 – Toda a pessoa tem direito à educação. A educação deve ser gratuita, pelo menos a correspondente ao ensino básico e fundamental. O ensino básico a fundamental. O ensino elementar é obrigatório. O ensino técnico e profissional deve ser generalizado; o acesso aos estudos superiores deve estar aberto a todos em plena igualdade, em função do mérito de cada um.”
 “ 2 – A educação deve visar ao pleno desenvolvimento da personalidade humana e ao reforço do respeito dos direitos do homem e das liberdades fundamentais e deve favorecer a compreensão, a tolerância e a amizade entre todas as nações e todos os grupos raciais ou religiosos, bem como o desenvolvimento das actividades das Nações Unidas para a manutenção da paz”.
Artigo 26º - Declaração Universal dos Direitos do Homem (1948)


segunda-feira, 8 de setembro de 2014

Passarada Alentejana

Maria pois tu não vês 
O passarinho na lenha

 Quais, quais,
 Oliveiras, olivais,
 Pintassilgos, rouxinóis, 
Caracóis, bichos móis, 
Morcegos, pássaros negros, 
Trambolas, galinholas, 
Perdizes, codornizes, 
Cartaxos e pardais, 
Cucos, milharucos, 
Cada vez há mais! 

 As asas a dar a dar, 
O biquinho venha, venha! 

Cancioneiro Alentejano




Tais Quais - "Moda da Passarada", Tradicional Alentejana, arranjo Tais Quais.
Vitorino, Paulo Ribeiro, João Gil, Sebastião, Tim, Jorge Palma, Celina da Piedade e Serafim

" A mesa está posta. Há petiscos, há vinho, há cadeiras onde sentar e uma, duas violas à mão. Sobretudo, há gente, unida pelo prazer de se encontrar e trocar histórias. A música é uma inevitabilidade, surge enquanto expressão desse gosto palpável, dessa simplicidade em que as canções vão soando à celebração da coisa mais simples de todas: estar entre amigos.
Os Tais Quais são um grupo assim, “quais oliveiras, olivais, pintassilgos, rouxinóis” (assim o diz a “Moda da Passarada”), sem explicações complicadas. O Alentejo ocupa a totalidade do reportório deste grupo formado por João Gil, Vitorino, Tim, Jorge Palma, Celina da Piedade, Paulo Ribeiro e Sebastião.
 As violas, o acordeão, o piano, a percussão, quem sabe uma viola campaniça e um coro de arrepiar. Mas, pelo meio, há também Jorge Serafim, conhecido contador de histórias, que aqui aparece como o anfitrião de um lugar ficcional chamado A Venda do Isaías, e que partilha as suas pérolas de sabedoria desfiando histórias, anedotas, contos populares.
Em ano que pode ser de reconhecimento da UNESCO para o cante alentejano enquanto Património Imaterial da Humanidade, os Tais Quais prometem espalhar o Alentejo pelo país. E fazer novos amigos pelo caminho. Eles que se juntem. A mesa está posta.

fonte : http://celinadapiedade.blogspot.pt/ TAIS QUAIS facebook


BOA SEMANA! 

 

sexta-feira, 5 de setembro de 2014

BOM FIM DE SEMANA !

O mundo está virado do avesso, ou sou eu que estou ao contrário ? Fê blue bird

Estás à espera de quê?
Fiz-te este convite
Estou de braços abertos
Para poderes entrar

Não perguntes porquê
Porque é que estive à espera?
Acordei mais cedo
Quis ver o dia chegar

Hoje sonhei que via o mundo
Virado do avesso
Tudo ao contrário, nem queria acordar
Houve alguém que o pintou
Com todas as cores
Até parecia, tão natural.

Quero o contrário, sigo em frente
Seguir os meus sonhos
Tão cheios de gente
Não fico à espera, de quem já não vem
Há quem me queira, como eu te quero
E tu sabes bem

Estás com medo do quê?
Que te faça perguntas
E te peça as respostas
Que tu não me queres dar

Fica perto de mim
Estou apenas cansado
Fico bem a teu lado, gosto de ver-te sorrir

Hoje sonhei que via o mundo
Virado do avesso
Tudo ao contrário, nem queria acordar
Houve alguém que o pintou
Com todas as cores
Até parecia, tão natural.

Quero o contrário, sigo em frente
Seguir os meus sonhos
Tão cheios de gente
Não fico à espera, de quem já não vem
Há quem me queira, como eu te quero
E tu sabes bem

Agora sei
Que o tempo já não pede pressa
Que as nuvens ficam entre o céu e o mar
Já só me resta, a minha consciência
Porque este é o meu lugar

 João Pedro Pais


terça-feira, 2 de setembro de 2014

" Um terço dos jovens portugueses é pobre. "

"Os dados do Eurostat, citados pelo Jornal de Notícias, revelam um aumento de 22% para 30% do risco de pobreza na população entre os 20 e os 24 anos. A tendência acompanha a média da União Europeia, onde a taxa de risco de pobreza entre os jovens atinge os 31,3%.
O diário conta ainda que, em Portugal, 31,3% dos jovens entre os 15 e os 24 anos, que não estão a estudar, estão desempregados. Neste indicador, a média europeia fixa-se nos 20,4%."
Só quem vive este drama o compreende verdadeiramente.


 

 

{às vezes o meu azul é muito, muito escuro }