segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

Música às segundas-feiras.

ENTRUDO

Pavel Antipov


Vem, oh, minha amada
Desce a estrada de rainha
Num passo do rancho, corre o manto
No medo e no espanto, morre minha alegria

Vem, oh, fantasia
Arrasta a saia, rasga o dia
Meu passo é compasso na avenida
Teu riso que dança, trança, triste e sofrido

Se meu abandono
Em cinzas frias, amanhece
Mas o sangue não se cansa
Não se esquece de chamar

E eu abro alas, jogo lanças
Serpentinas de cores feridas
E rompo estandartes na avenida em dor
Sem céu, sem luz, sem sol, sem cor

Mas vem ou tudo ou nada
Meu entrudo, minha espera
Meus campos de guerra, vem, amada
De tanto que eu chamo, canto, peço e preciso.


 Gravada em 1972 mas apenas lançada no LP "Elis Especial" em 1979 , 
Entrudo é uma canção de Carlos Lyra e Ruy Guerra .


Diz-se Carnaval ou Entrudo?

 

Diz-se o que se quiser, não só porque a liberdade de expressão assim o permite mas também porque Carnaval e Entrudo são designações diferentes para o mesmo período – os três dias anteriores à quarta-feira de cinzas, o primeiro dia da Quaresma cristã.
Carnaval é a expressão mais usada nos meios urbanos e deriva directamente do italiano carnevale, que, por sua vez, tanto se pode dever a carnelevare, o retirar da carne antes dos tais quarenta dias (sem contar com domingos) de jejum, ou a carne vale, a despedida da carne (vale = adeus). Há também quem discuta esta raiz etimológica e prefira culpar a expressão carrus navalis, uma festa romana em que um carro em forma de navio desfilava pela capital do Império e oferecia grandes quantidades de vinho aos seus habitantes. Como é óbvio, tudo terminava naquilo que hoje se entende por um “grande Carnaval”.
Já a expressão Entrudo deriva, segundo os dicionários, do latim introitus, que significa “entrada”, “acesso” ou “abertura”. Entrada onde? Na Quaresma, lá está. Os primeiros registos de utilização da palavra datam do século XIII, durante o reinado de Afonso III. Entrudo é uma expressão é muito mais usada nas zonas rurais e no norte do país. Curiosamente, em Trás-os-Montes também é sinónimo de pessoa obesa. Mas isso, passe a redundância, são outros Carnavais.

Fonte :  Observador

DESEJO-VOS UM FELIZ CARNAVAL OU ENTRUDO

Fê blue bird

11 comentários:

  1. Querida Amiga.
    Linda postagem de carnaval também desejo a você um feliz carnaval.
    A muitos anos não vou em carnaval hoje já não temos aqui baile nos clubes
    como a anos atrás.
    As antigas valsinhas foi tema de escola de samba em São Paulo.
    Temos sim um dos mais belos carnaval no Rio de Janeiro ,
    mais é peso de ouro uma estrada na Sapucai...
    Só resta a TV para ver as escolas de samba.
    Querida amiga.
    Desejo uma abençoada semana.
    e peço perdão pela ausencia .
    Logo voltarei ao normal assim espero em deus.
    Beijos no coração.
    Evanir.

    ResponderEliminar
  2. ~
    ~ ~ Mas que belíssima página!

    ~ ~ Que estupenda ilustração!
    ~ ~ Não há dúvida: és uma esteta.

    ~ ~ Gratíssima pela partilha amiga e
    ~ pelos votos formulados que retribuo.

    Beijinhos carnavalescos ou entrudescos...
    ~ ~ ~

    ResponderEliminar
  3. Querida amiga desejo-lhe tambem um entrudo ou um carnaval cheio de alegria ,muitos beijinhos no coraçao.

    ResponderEliminar
  4. Curioso, Fê . Nunca tinha pensado na razão de ser dos dois nomes ! :)) ... Para mim era uma e a mesma coisa e afinal são bem distintas ! :))
    A Elis Regina ,... sempre uma saudade e sempre fantástica !

    Um bom dia de Carnaval, Fê ! ... O Pirata saiu à Rua ! :)))

    ResponderEliminar
  5. Gostei muito da imagem e do levitar da heroína! Interessante a explicação entre as duas palavras, se bem que na minha terra se dissesse sempre "Entrudo".

    Amiga Fê, quando puderes vai lá ao meu cantinho dar a tua opinião acerca do mini- desafio!

    Beijinhos e boa terça-feira de Entrudo ou Carnaval!

    ResponderEliminar
  6. Não gosto de Carnaval.
    Que não se festeja por estas bandas.
    Já da Elis Regina gosto MUUUUIIIIIIITTTTTTOOOOO
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Entrudo ou Carnaval, tanto faz. O que é preciso é que a pessoa se divrta, não é?

    ResponderEliminar
  8. Contra o formal formato
    visto o fato
    me mascaro
    arrasto
    abro alas
    agito
    "jogo lanças
    Serpentinas de cores feridas
    E rompo estandartes na avenida em dor
    Sem céu,
    sem luz,
    sem sol,
    sem cor"

    Sou a imagem
    real
    do Carnaval
    Sou o Entrudo

    (foi tão bonito, isto!)


    ResponderEliminar
  9. Me prendeu por aqui a música da divina Elis Regina,O Carnaval para mim não tem grande importância,mas não quer dizer que outros gostam.
    Gostei do texto.Beijinho.

    ResponderEliminar
  10. Entrudo é uma palavra que vem da minha infância a galope...

    Obrigada, Fê.

    Beijinho

    ResponderEliminar
  11. Passei-o a trabalhar. Há 3 anos para cá que se trabalha. Beijinhos

    ResponderEliminar



Obrigada por estarem desse lado!
Fê Blue Bird