terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

{ tentação }

Peço a vossa ajuda para este meu devaneio poético ...

com os pés no abismo
 abro os braços à vida
 tudo é tão imenso e puro
 o ar que respiro
 o céu que me acolhe
 a coragem está escondida
 algures dentro do meu peito
 basta um impulso
 um suspiro
 um momento
 deixar-me cair
 deixar-me levar
 pelo vento
 pelo sonho
 não penso
 quase não respiro
 só vejo uma luz intensa
que me cega
 que me atrai 
fecho os olhos

e

...........................

Meus amigos e amigas, será que me ajudam nesta TENTAÇÃO ? :)

Basta uma palavra ou uma frase final , que eu depois escolho, ou ponho à vossa apreciação, a que define melhor a imagem em cima.

beijinhos a todos e obrigada !

Fê blue bird



25 comentários:

  1. Há alturas e alturas... e vertigens também, não posso fechar os olhos, receio cair.
    Lindo!

    ResponderEliminar
  2. Eu gostava de ajudar...mas não tenho queda para a escrita...


    Isabel Sá
    https://brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  3. que vertigens...
    Nao e para acabar o poema.
    : )

    ResponderEliminar
  4. Entrego-me,
    Conscientemente,
    À sutileza
    Do que sente todo o meu ser!

    Olá, querida Fê
    Minha contribuição assim do que me veio à mente ao ler, sem muito raciocínio...
    Só porque gosto muito de interagir mas o seu poema está divino... até deixando-o 'sem fim'... dá pro poeta voar...
    Uma santa e abençoada Quaresma pra vc!!!
    Bjm fraternal

    ResponderEliminar
  5. Já aqui foi dito, pela Isabel, o termo que eu colocaria no final do poema. 'Renasço', isso mesmo.
    Beijinho, amiga.

    ResponderEliminar
  6. Boa tarde, sem a criação de novos momentos não há novas realidades, o poema é a tentação que deve de ser agarrada.
    AG

    ResponderEliminar
  7. não fiz o que dizias, mas mandei-te por email....

    se não gostares não faz mal....

    :)

    ResponderEliminar
  8. E...
    Uma voz sopra aos meus ouvidos:
    - Afaste-se e vem ver os girassóis.

    Sei que voce belamente pode fechar esta intensa construção.
    Um carinhoso abraço amiga.
    Beijo de paz e luz.

    ResponderEliminar
  9. "começo a sonhar " muitos beijinhos querida amiga .

    ResponderEliminar
  10. "sinto-me flutuar no infinito"
    Que devaneio lindo e curiosa que sou quero ver depois o final escolhido
    Beijinhos no coração querida

    ResponderEliminar
  11. Se puder ser cómica é: ...Aiiiiiii bolas que me esqueci do páraquedas !!!

    ou então se é séria: ... E levanto voo !

    ResponderEliminar
  12. Esta minha, prima anda com grandes desafios rsss
    Fecho os olhos
    E "vislumbro, o que pode acontecer":)
    beijinhos

    ResponderEliminar
  13. ahah
    também pode ser
    "ufa, que medo " ;)
    logo eu que tenho vertigens.

    ResponderEliminar
  14. e me jogo no espaço
    alçando um voo de liberdade
    que há tanto tempo
    o meu espírito deseja...

    Fê, difícil complementar uma joia tão bem lapidada por uma poetisa como tu.
    Interessante essa interação que pedes aos amigos que te visitam. Um compartilhar bonito, uma atitude generosa! Mas acredito, minha linda, que tu mesma há de terminar de forma magistral este belo poema que fala de desejos, da ânsia da vida, do desejo de liberdade.
    Que te cheguem os sorrisos que brincam nas estrelas desse teu olhar tão doce e tão generoso.
    Com carinho,
    Helena

    ResponderEliminar
  15. Boa noite Querida Fê
    Não me sentir confortável de completar esse lindo poema, pois acho que mesmo sem o final ficou divino. Você é muito sensível e uma grande poeta. Que Deus lhe proteja em toda a sua vida, que lhe conceda o seu maior desejo, tenho certeza que é merecedora de muitos anos de vida na mais completa alegria. Um forte abraço.

    ResponderEliminar
  16. E....adormeço, recomeçando um novo sonho!!

    ;)) Beijinhos e bons sonhos, cheios de belas tentações , amiga Fê!!

    ResponderEliminar
  17. "sei que estou pronta para voar"

    O último verso pode destruir o poema. Mas também lhe pode dar muita força.
    Em qualquer caso, tudo depende da intenção do autor, pelo que qualquer outro pode mudar o sentido do poema.

    Mas, mesmo com as reticências finais, o poema pode ser considerado pronto...
    E é excelente.

    Tem um bom fim de semana, querida amiga Fé.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  18. Tu poesía es preciosa, la música que la acompaña también, pero la tristeza domina tus versos y eso me hace volver a mi triste ayer.
    No cierres los ojos a la vida, te espera ilusionada, te quiere abrazar con nuevas sensaciones para que escribas sobre ellas y veas todo lo dulce y esperanzadora que puede ser.
    Entiendo perfectamente tu idioma ¡lástima no sepa escribirlo!
    Te dejo un abrazo muy especial con mis cariños.
    kasioles

    ResponderEliminar
  19. Desculpa o atraso, mas senti-me "tentado", mesmo que fora de tempo ! :)) ... e perdi mais uma boa "Tentação" ! :))

    "e,... Acordo de um sonho !"

    ResponderEliminar



Obrigada por estarem desse lado!
Fê Blue Bird