sexta-feira, 12 de junho de 2015

A minha cidade.

pintura de António Neves



há dias em que preciso de ir ter com o meu rio
sinto uma necessidade de me encontrar com aquelas águas
 ele me acalma e me renova, nem sei explicar...
fecho os olhos e escuto
o marulhar das ondas contra as pedras do cais
 o grito das gaivotas
o som rouco dos velhos cacilheiros
 e lá ao longe
 a minha cidade e as suas gentes
esqueço então tudo
e o resto do dia sai deslizando
.



José Viana - Zé Cacilheiro





BOM FIM DE SEMANA !

Beijinhos

29 comentários:

  1. Que lindas tuas palavras e precisamos momentos assim... bjs, tudo de bom,chica

    ResponderEliminar
  2. Uma pintura maravilhosa. Uma canção sublime. E que bem escreves, amiga!

    PS - a minha cidade é melhor que a tua :-)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. A pintura é linda. A água tem um poder muito calmante sobre nós. . . Desde que não seja em forma de tempestade.: )

    ResponderEliminar
  4. A pintura é linda. A água tem um poder muito calmante sobre nós. . . Desde que não seja em forma de tempestade.: )

    ResponderEliminar
  5. Linda a sua cidade e as palavras que escreveu.
    Bjs Fê e um ótimo final de semana.

    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  6. Boa tarde, tudo tem haver comigo, todos dias vou ver o o meu rio "ria formosa" ela me encanta, faz parte da minha vida admirar e apreciar a sua enorme beleza diariamente, faz com que o dia deslize.
    AG

    ResponderEliminar
  7. Cute !

    ______________________
    Fashion fashion
    www.justynapolska.blogspot.com

    ResponderEliminar
  8. Lindo e este video do José Viana é um clássico.
    Um abraço e um bom dia de Santo António.

    ResponderEliminar
  9. A pintura é muito bela. Há poesia nesse olhar e nesse sentimento. As águas não especiais quando fazem parte do cenário de nossas raízes. Bjs.

    ResponderEliminar
  10. Gostei de ouvir o José Viana no Zé Cacilheiro ! ...
    É curioso como reagimos a estas "coisas antigas" ! Um misto de nostalgia, triste por saudosa, mas ao mesmo tempo alegre, por nos fazer recordar outros tempos que nos trazem diversos tipos de recordações bem vindas !
    ... e isto faz-nos gostar ainda mais destes lugares que sempre foram nossos !
    Nós precisamos de recordar e reviver o nosso passado, Fê ! Isso faz-nos bem ! ... É também um modo de revisitarmos e sentirmos tudo aquilo de que temos saudades e gostamos de voltar a ver, para nos mantermos bem vivos !

    Gostei muito do teu texto

    Um beijo e bom fim de semana, minha amiga ! ... "minha amiga" ! ... e como eu gosto também desta palavra e deste conceito, ... e que saudades também já tenho de novo encontro de amigos ! E como o Zé Cacilheiro, embora noutra versão, aqui se enquadraria tão bem !!!
    .

    ResponderEliminar
  11. Belo pensamento amiga, são momentos como esse que nos energizam!
    Pintura maravilhosa e belíssimo vídeo!
    BEejos
    Amara

    ResponderEliminar
  12. Simplesmente um belo momento da nossa linda cidade Lisboa ,muitos beijinhos querida amiga .

    ResponderEliminar
  13. Olhar os horizontes sobre as aguas mesmo que revoltas, faz-nos sempre bem.
    Gostei do texto.

    Beijo...Bom fim de semana.

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  14. Tudo neste espaço me parece teu
    com inveja minha, confesso
    partilha comigo, eu mereço
    o Tejo e nem que seja um só verso

    ResponderEliminar
  15. ~ É verdade que estar à beira dos cursos de água ou mar acalma-nos e revigora-nos.
    ~ Parece estar relacionado com o líquido amniótico...

    ~~~ Linda postagem! ~~~
    ~~~~~~ Beijinho. ~~~~~~
    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

    ResponderEliminar
  16. Que bela oferta me fazes. Fê!

    Este fado traz-me muitas recordações do final da minha adolescência e da juventude, já que vivi em Moscavide desde os 12 anos até aos 19. Tinha familiares em Almada e fazíamos a travessia do Tejo num cacilheiro!

    A Ponte Salazar ( 25 de Abril ) foi feita um tempinho mais tarde! Este fado ouvi-o imensas vezes e sei-o de cor!! :))

    A Pintura o teu belo texto e o vídeo, tudo perfeito, Amiga!

    Quando for grande quero ser como tu!!!!:))

    Beijinhos e um abraço grande!

    ResponderEliminar
  17. Que enormes saudades da minha bela cidade!! A mais linda, a mais brilhante de todas!

    Beijinhos lisboetas.

    ResponderEliminar
  18. Faz tempo que não ouvia esta musica! Belo o teu texto, procuras a companhia do rio, eu a do mar!
    bela a tua cidade, que dela quase nada conheço.

    Beijinho amiga, tem um bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  19. Olá Fê!
    Fiquei um tantinho nostálgica e deu-me saudades deste pedaço de paraíso,ao mesmo que consolidou a minha vontade de em breve voltar.Obrigada!
    Bom fim de semana! Beijos!

    ResponderEliminar
  20. Uma junção perfeita de palavras, música e pintura. Uma afago para a alma entrar neste espaço tão inspirador em que somos recebidos com carinho e com uma energia muito positiva.

    Um beijinho

    ResponderEliminar
  21. Fê, não é a minha cidade, mas perco-me nas saudades e histórias das suas águas.

    A pintura é soberba!

    Beijinho

    ResponderEliminar
  22. Olá Fê
    Como eu sei o que isso é...:-))) moro num 10º andar em Almada de frente para o Tejo.
    Como me sabe bem, levantar-me ,olhar imediatamente para ele e deixar-me perder na imensidão do seu verde...
    Um beijinho grande e bom fim de semana
    Teresa

    ResponderEliminar
  23. A quantidade de belo, neste poste, que nada posso acrescentar... gosto...
    beijinhos e bom domingo

    ResponderEliminar
  24. Querida Fê,

    Pintura linda, belas e poéticas palavras e um fado de encantar.

    Excelente final de semana.

    Beijo.

    ResponderEliminar
  25. Adorei o post... Da pintura ao texto passando pelo vídeo :)

    beijinho

    ResponderEliminar
  26. Fê lindo post..Com certeza Lisboa é uma belíssima cidade
    aqui temos lugares fantástico ,
    mas tenho sempre uma nova visão de um Pais como Portugal.
    A gente gosta do lugar sem ver isso chamo de sonho de bambina.
    Uma feliz semana beijos.
    Evanir.

    ResponderEliminar
  27. As vezes que eu ouvi o Zé Cacilheiro quando era garoto!!
    Gostei de recordar.
    Beijinhos, boa semana

    ResponderEliminar
  28. Perto do Tejo achamos que todos os rios do mundo nascem em nossos olhos... Muito bom o que escreveste. Muito bom ouvir o José Viana...
    Um beijo, amiga.

    ResponderEliminar
  29. Há anos que não ouvia "este velho cacilheiro"... e foi porreiro.
    :)

    O verão chegou em força, gosto muito do novo visual.
    Bjs.

    ResponderEliminar



Obrigada por estarem desse lado!
Fê Blue Bird