domingo, 11 de outubro de 2015

[ nunca é tarde demais ]

NUNCA É TARDE DEMAIS PARA...VOAR !


" Cada um de nós nasce com um artista lá dentro.Um poeta, um escultor, um aventureiro...um cientista, um pintor, um arqueólogo, um estilista, um astronauta, um cantor, um marinheiro.
E o sonho e a distância, e o tempo e a saudade deram-nos vida, amor, problemas, mentiras e verdade; e damos por nós mesmos descobrindo que agora, se calhar, já é um pouco tarde. E nas memórias velhas e secretas da menina morou sempre aquele sonho de um dia ser... bailarina, actriz, modelo, princesa, muito rica; eu sei lá!
Mas os anos correram num assombro, e a vida foi injusta em qualquer jeito para a chama indelével que ainda arde. E os filhos são bonitos no seu peito. Pois é... mas agora... agora já é tarde.
E nos papéis antigos que rasgamos há sempre meia dúzia que guardamos. São os planos da conquista do Pólo Norte que fizemos aos sete anos, escondidos no sótão uma tarde, e estiveram perdidos trinta anos. E agora, se calhar, maldita sorte! Por desnorte, acaso ou esquecimento, alguém já descobriu o Pólo Norte e agora... agora pronto, agora já é tarde.
Há sempre nas gavetas escritores secretos, cientistas e doutores, desenhos e projectos construtores feitos em meninos de tudo o que sonhámos fazer quando fosse a nossa vez!
Cientistas em busca de Plutão, arqueólogos no Egipto, viajantes sempre sem destino, futebolistas de sucesso no Inter de Milão. E o curso da vida foi traidor, e o curso da vida foi cobarde, e o ciclo do tempo completou-se, e agora... e agora pronto, paciência, agora já é tarde... Agora é tarde.
Emprego, casa, filhos muito queridos, algum sonhar ainda com amigos, às vezes sair, beber uns copos p’ra esquecer ou p’ra lembrar, e fazer ainda um certo alarde, talvez para esconder ou para abafar, como é já tão demasiado e tão impiedosamente tarde...
Não... mas não, não; nunca é tarde para sonhar!
Amanhã partimos todos para Istambul, Vladivostock, Alasca, Oslo, Dakar! Vamos à selva a Timor abraçar aquela gente e às montras de Amsterdam (que eu afinal também não sou diferente). Chegando a Tóquio são horas de jantar, depois temos de voltar a Bombaim, passando por Macau e Calcutá, que eu encontro Portugal em todo o lado e mesmo fugindo nunca saio de mim.
E se esse marinheiro, galã, aventureiro, esse, que já não há, pois que me saiba cumprir com coerência, nos limites decentes da demência, nos limites dementes da decência; e cumpramo-nos todos, já agora, até ao fim, no que fazemos, na diferença do que formos e dissermos!
E perguntando, criando rebeldias, conferindo aquilo que acreditamos e que ainda formos capazes de sonhar!
E se aquilo, aquilo que nos dão todos os dias não for coisa que se cheire ou nos deslumbre, que pelo menos nunca abdiquemos de pensar com direito à ironia, ao sonho, ao ser diferente.
E será talvez uma forma inteligente de, afinal, nunca... nunca, nunca ser tarde demais para viver, nunca ser tarde demais para perceber, nunca ser tarde demais para exigir, nunca ser tarde demais para ACORDAR. "

Pedro Barroso, "Navegador do Futuro"



BOA SEMANA !

Fê blue bird

27 comentários:

  1. Não sei se esse texto
    intenso, denso
    faz a hora

    Mas lá que acorda
    acorda

    Ah, essa imagem
    que não me sai da cabeça

    ResponderEliminar
  2. Lindo!
    Sonhemos então acordados
    Para mudar os tristes fados.
    :)

    Boa semana!

    ResponderEliminar
  3. Eu concordo plenamente,que nunca é tarde para sonhar.
    Bjs Fê e obrigada pela visita.
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  4. Concordo que nunca é tarde! E se não forem exactamente os sonhos que imaginámos, podem ser um pouco parecidos, que importa...não é tarde, enquanto estamos vivos.

    Um beijinho e uma boa semana para si, Fê:)

    ResponderEliminar
  5. Não, nunca é tarde. A cada amanhecer, é-nos oferecida uma nova oportunidade para começar. Todos os dias.

    Um beijinho, Fê

    ResponderEliminar
  6. Boa noite querida amiga ,fiquei simplesmente maravilhado ,ao abrir o seu blog vejo esta imagem libertando-se como de amarras se trata-se ,voando rumo ao sonho que nos faz viver ,uma esperança onde o impossível se torna possível ,nunca será tarde certamente querida amiga ,desejo-lhe uma semana muito feliz ,muitos beijinhos no seu lindo coração .

    ResponderEliminar
  7. Nunca é tarde...mesmo quando entardece...

    Beijinho, amiga

    ResponderEliminar
  8. Não, não é tarde! E para sonhar não há hora nem limite.

    Uma boa semana e um beijinho

    ResponderEliminar
  9. Muito belo texto!
    Por vezes nem imaginamos das coisas que somos capazes!!

    Beijinho de boa noite
    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  10. Temos é que nos deixar levar pelo sonho!

    Beijos, Fê, e boa semana. :)

    ResponderEliminar
  11. Já tive uma “troca de opiniões” com este senhor num blog que ambos visitávamos.

    ResponderEliminar
  12. Gosto do Pedro Barroso.
    Viva quem canta!!
    Beijinhos, boa semana

    ResponderEliminar
  13. ~~~
    ~~~~~~~ O professor é um artista extraordinário,

    pela entrega total com que magnifica as suas interpretações.
    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

    ~~~~~~~ Tem uma ótima semana, Fbb. Beijinhos . ~~~~~~~
    ~ ~ ~

    ResponderEliminar
  14. Passando para deixar meu carinho
    desejar uma semana repleta de muita alegria e paz
    Que Deus abençoe vc ricamente todos momentos de
    sua vida....Adoro ter a sua amizade e elogiar seus posts

    Abraços com carinho!

    └──●► *Rita!!

    ResponderEliminar
  15. Maravilhoso texto,Fê! E adorei e agradeço o poema lá deixado.Tão lindo! Bjs e ótima semana! chica

    ResponderEliminar
  16. Nunca é tarde para sonhar, nem para amar, nunca é tarde demais para acordar, nem para viver, nem ... para voar ! ...
    As asas são sempre asas enquanto há "vento" !
    Só é demasiado,... para morrer ! ...

    Um beijo, Fê,...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Queria dizer : ... Só é demasiado cedo,... para morrer ! ... (esqueceu o cedo )

      Eliminar
  17. Estive imenso tempo a contemplar a imagem na esperança que todos os triângulos voassem, como se de avezinhas se tratassem e o desenho chegasse ao fim...

    Nunca é tarde para nada na vida, Amiga! A questão é que chegue a hora, o dia ou o momento em que surja a oportunidade de pudermos voar em busca desse sonho que desejamos alcançar!
    Acredito que tudo seja possível, enquanto estivermos vivos!

    Beijinhos sonhadores! :)

    ResponderEliminar
  18. Encontrei seu blog e é uma honra estar a ver e ler o que escreveu, quero felicitar-vos, pois é um bom blog, sei que irá sempre fazer o melhor, dando-nos boas noticias, e bons temas.
    Quero aproveitar a oportunidade para partilhar o meu blog : Peregrino E Servo.
    Vou ficar muito feliz se tiver a gentileza de fazer uma visita ao meu blog.
    PS. Se seguir, fique a saber que irei seguir também seu blog, se o conseguir encontrar.
    António Batalha.
    Parabéns e muitas felicidades.
    http://peregrinoeservoantoniobatalha.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  19. Infelizmente, minha vida está uma correria sem fim e por isso quero pedir desculpas aos amigos, pois estou sem tempo para postar e para visitar os blogs que tanto estimo.
    Em breve entrarei voltando à normalidade.

    Beijos
    Ani

    ResponderEliminar
  20. Olá Querida: Bela escolha sua postagem.
    Sonhar é preciso, é viver, é reviver, e mesmo que os velhos sonhos não sejam realizados quero continuar sonhando novos sonhos.
    beijinhos, Léah

    ResponderEliminar
  21. Sempre com maravilhosos textos!!

    Visite-nos... Hoje, com um poema do Gil António, que por motivos profissionais não pode fazer visitas a blogues, então faço eu... desde já, agradeço.
    Beijinhos ---http://quadrasepensamentos.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  22. Texto lindo e incentivador!

    O que é a vida sem sonho? Sonhar é acrescentar dias aos dias, é saudável... Nem todos os sonhos se concretizam, mas vamos deixar de tê-los por isso?
    Nunca é tarde demais para ter um novo sonho.

    Beijinho com ternura e amizade, minha amiga Fê.


    ResponderEliminar
  23. Fê, nesse belo texto, dois verbos são gritantes: sonhar e acordar. Ambos ignoram o tempo se os abraçarmos, conscientes de que não os podem de nós roubar. Grande beijo.

    ResponderEliminar
  24. às vezes só apetece é Dormir, para não sentir ;) noutras sonhar e não acordar. Andamos mesmo meio adormecidos. beijinhos

    ResponderEliminar
  25. Um texto lindo e para nos fazer pensar.
    um beijinho
    Gábi

    ResponderEliminar



Obrigada por estarem desse lado!
Fê Blue Bird