terça-feira, 24 de maio de 2016

ENGANO


@

Passou por mim, olhou-me, ar maroto,
Respirou fundo com ar caritativo,
Com voz trémula disse: Olá garoto.
E sorriu com ar convidativo.

Olhei-a desconfiado, pois então,
Como pode uma moça assim tão bela
Cortejar um pobre velho setentão
Com idade p’ra ser mais que avô dela.

E antes de entrar na pastelaria,
Com um ar natural ou talvez não,
Disse que queria a minha companhia
Porque sempre detestara a solidão.

Fiquei sem saber o que fazer
Mas um homem, se o é, enfrenta o perigo,
Resolvi por isso aquiescer
E enfrentar aquele tão belo inimigo.

Escolheu uma mesa lá no canto
E ofereceu-me a cadeira, sorridente,
Parecia feliz com o meu ar de espanto,
Parecia mesmo estar muito contente.

Perguntou-me então o que é que eu queria,
Dizendo a seguir: Sou eu que ofereço!
Depois disse com louca alegria:
Eu bem sei que louca lhe pareço.

Mas daqui a pouco vai compreender
A razão de assim me comportar
E o sorriso que em seus lábios espero ver
Será o prémio que desejo conquistar.

Agora olhe p’rá porta por favor,
Não p’ra esse, aqui p’ra este lado…
Aquele jovem a entrar é meu amor
Que é seu neto e também meu namorado.

@


2016-04-17

Nogueira Pardal




a ouvir - Bossa Nova Jazz Instrumental

35 comentários:

  1. Gostei. E deve ter sido grande a surpresa pró vovô.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  2. Que hei-de eu dizer?
    Setenta e um tenho eu
    Sou avô do Miguel, de bom parecer
    e ainda tal me não aconteceu

    talvez amanhã, quem sabe
    ele já namorisca
    suponho com miúda mais arisca
    pois não se confessa, nem se abre

    zombam?
    é verdade!

    (um abraço ao Pardal!)


    ResponderEliminar
  3. Que lindo, gostei muito da surpresa, não esperava esse desfecho, terno, humano.
    Beijo!

    ResponderEliminar
  4. Que surpresa tão bonita e tão bem descrita!
    A delicadeza nos gestos e nas palavras.

    Um beijinho, querida Fê :)

    ResponderEliminar
  5. Que bonito! :-)

    Beijos

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  6. Lindo e belo poema minha amiga e gostei bastante de ouvir a Bossa Nova.
    Um abraço e boa semana.

    ResponderEliminar
  7. Que surpresa amiga Fê!
    Ninguém esperava por essa,nem o vovô.rs
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  8. Olá, Fê.
    E a gente vai lendo, lendo e se surpreendendo em cada "investida" da moça ;)
    para chegar ao fim e ser maior ainda a surpresa. Bonito.
    Avô de sorte. Neto de sorte.
    bj amg

    ResponderEliminar
  9. O teu Professor de Poesia é um homem de sorte! :)

    Adorei o poema e também eu já tenho uma neta/emprestada!

    Parabéns ao professor Nogueira Pardal, com um abraço meu.

    Para ti, amiga Fê, os beijinhos sempre de braços abertos!

    PS- Não te esqueças do vídeo do espectáculo de Domingo! :)

    ResponderEliminar
  10. ahahah... Um sorriso, talvez com algum sabor a "derrota", algo amarelado ! ... Talvez uma pequena desilusão, atenuada !(?) rsrs
    ... mas foi "arriscado" jogar com os sentimentos dele, mesmo, ou até por isso, tendo em conta a idade ! ... Ela foi mesmo "marota" ! :))

    Beijinho, Fê ! :))

    ResponderEliminar
  11. Boa tarde, a vida também é feita de bons momentos, foi o caso.
    Resto de boa semana,
    AG

    ResponderEliminar

  12. o poema em forma de quadras está delicioso, bem rimadas e com um desfecho que eu não esperava daí.
    mas o Professor Nogueira Pardal desde muito jovem que escreve e tem talento.
    muito obrigada por este momento.
    um beijo
    :)

    ResponderEliminar
  13. EM tempo!
    achei a imagem escolhida muito bonita.
    beijinho
    :)

    ResponderEliminar
  14. Fê querida, parabéns dobrados para você pela ótima escolha e para o poeta.
    Com este poema surpresa! Fui lendo imaginando mil outras situações, no final esta surpresa muito engraçada,mas se a moça for realmente esta "bela da tarde" sua futura neta, ele estará bem recompensado com pelo menos um colírio para os olhos :).
    Beijinhos, Léah

    ResponderEliminar
  15. ~~~
    Um conto poético muito interessante!

    ll; )) Ele acompanhou-a, para o que desse e viesse...

    Uma das minhas tias contava que o pai de seu pai, aos cem anos,
    ficava muito vaidoso, sempre que os netos o encontravam num banco do jardim
    acompanhado de uma jovem.

    Grata a ambos pelos deliciosos momentos de leitura.
    Beijinho para ele e para ti, grande abraço.
    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

    ResponderEliminar
  16. Belíssimo poema, linda surpresa.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
  17. Maravilhoso querida amiga ,me encantou do princípio ao fim ,muitos beijinhos no coração.

    ResponderEliminar
  18. Tão giro! Naturalmente saltitante e leve. Muito fofo...

    ResponderEliminar
  19. Muito bonito Fê, a surpresa foi maravilhosa.
    O sorriso há de brilhar para festa da alegria.
    Um bom feriado amiga.
    Bjs

    ResponderEliminar
  20. Maravilha de post, que me fez sorrir de orelha a orelha, Fê!
    O seu prof... é o máximo!!!!
    Um mix de pura maravilha, como sempre por aqui...
    Beijinhos! Bom feriado!
    Ana

    ResponderEliminar
  21. Gostei muito deste "Engano"! Giríssimo:)
    Beijinhos
    Um bom fim-de-semana:)

    ResponderEliminar
  22. Bom fim de semana, Amiga!

    Tomara que por aí não caia a carga de água que caiu há pouco aqui. Parecia que o mundo ia desabar com tanta chuva. Uma 'ponte' perdida!

    Beijinhos, Fê. :)

    ResponderEliminar
  23. A imagem é de uma excelente escolha. As quadras é do melhor que tenho lido, talvez porque tenha entendido e ter gostado da surpresa.
    Um beijo e um sorriso.

    ResponderEliminar
  24. Olá, Fê
    Sem dúvida, uma forma muito original de se apresentar! :)
    Posso imaginar a surpresa do Professor, que merece parabéns pelos lindos versos.

    Amiga, ando para lhe falar num assunto mas não tenho tido muito tempo... Com o final do ano lectivo (e ajuda a quem está com mais dificuldades...) preparação da récita final, etc., etc. tem ficado para segundo plano.
    O que se passa é que um "blogueiro" da margem sul quer organizar um almoço e pediu-me para ir contactando "blogueira(o)s) no sentido de nos reunirmos. Para já não há nada de concreto, são apenas sondagens... mas se puder diga de sua disponibilidade.

    Bom Fim-de-semana
    Beijinhos
    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

    ResponderEliminar
  25. Bom dia amiga.
    Rsrs. Acho que ninguém esperava esse fim. Amei ler do começo ao fim. Um feliz fds. Beijos.

    ResponderEliminar
  26. Bom dia amiga.
    Rsrs. Acho que ninguém esperava esse fim. Amei ler do começo ao fim. Um feliz fds. Beijos.

    ResponderEliminar
  27. Que bonito!
    Obrigada pela partilha!
    Beijinho

    ResponderEliminar
  28. Fantástico! É um poema narrativo muito interessante. Parabéns ao autor.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  29. Bonita forma de se apresentar como neta emprestada!

    Beijinho e uma boa semana.

    ResponderEliminar
  30. Que maravilha de quadras!
    A gente desconfia a princípio mas a estória acaba tão bem!

    Bj.

    ResponderEliminar



Obrigada por estarem desse lado!
Fê Blue Bird