domingo, 11 de setembro de 2016

Desafio ao domigo ;)


Serias TU, que estás aí desse lado e que aceitastes este meu desafio.

{ nem imaginas o bem que me faz a tua companhia
 mesmo sem termos nada de especial para conversarmos
só pelo simples prazer de estarmos juntos }

Fê blue bird 

~~*~~
E para ti, quem seria ?


Um beijinho, bom domingo e boa semana !

28 comentários:

  1. Meus queridos amigos e amigas,
    Estou muito atrasada nas visitas e comentários aos vossos blogues, como aliás infelizmente vai sendo hábito e por isso peço-vos desculpa.
    Este desafio fica aqui, até pôr a "minha escrita" em dia :)
    Obrigada por poder contar sempre com a vossa companhia.
    Beijinhos a todos !

    Fê blue bird

    ResponderEliminar
  2. Que lindo carinho,Fê!

    Se pudesse, estaria ali no banco a conversar com minha irmã que faleceu aos 19 anos e gostaria de contar tudo da vida de cada uma das irmãs. Éramos 5! Ela foi muito cedo, de nada soube. E, tenho certeza, gostaria de saber de todos, das irmãs, cunhados , da mãe, tantas coisas!

    Saudades! bjs, chica, lindo domingo!

    ResponderEliminar
  3. Fê ... das inúmeras pessoas que se cruzaram comigo neste "Caminhar pela Vida"
    eu escolheria uma amiga e colega de alguns anos de lecionação!

    A Fernanda ... professora "primária" que tal como eu amava os seus alunos e ensinou com muita dedicação ...
    partiu e eu só soube um ano depois!

    Um tumor na cabeça mudou a sua "alma" ... alterou sua "vida"
    e por certo o seu sofrimento foi indescritível!

    A vida afastou-nos pois concorri para uma escola perto da minha casa do Porto
    (e ela vivia em Vila do Conde)
    entretanto reformei-me e vim cuidar dos meus velhinhos!!!

    Nesse banco ... sentar-nos-íamos as duas!
    Poderíamos nem falar ... uma vez que a avassaladora paisagem convida à contemplação!

    Mas não!

    Recordaríamos momentos que partilhámos em quase duas décadas de vida;
    falaríamos dos problemas que tanto nos "apoquentam";
    murmuraríamos sobre nossos filhos;
    confidenciávamos emoções e eu tentaria entender
    o que "lhe ia na alma" na sua dor!!!
    e ... a abraçaria uma última vez!!!

    Bj amigo

    ResponderEliminar
  4. Fê,se pudesse estaria com minha mãe que faleceu há 20 anos,mas continua ainda muito viva em meu coração.
    Ela sofreu muito com o Alzheimer e eu fui sua mãe em vez de filha.
    Cuidei até o momento da grande viagem,apesar dos momentos tristes,principalmente quando ela olhava
    para mim e dizia que eu não era a sua filha e que precisaria casar,isso me deixava triste,pois já era casada e mãe.
    Por outro lado,ela tinha momentos de lucidez,e certo dia olhou bem nos meus olhos e disse:Obrigada filha por
    tudo que está fazendo por mim.
    Sabe Fê,eu a tratava como um bebê,a levava para tomar banho cantando música infantil.
    Tivemos momentos felizes quando ela ainda não estava com Alzheimer,conversas de mãe para filha e muitas risadas.
    Ah...como gostaria de voltar ao tempo,sentar-me ao lado dela nesse banco,mesmo que não entendesse o que estaríamos conversando,
    mas dentro de sua alma,ela sabia que éramos mãe e filha.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  5. A pessoa que eu escolheria, Fê?

    Gostaria que fosse alguém que soubesse entender, mais do que as minhas palavras, os meus silêncios.
    Alguém que soubesse ler, nos meus olhos, o que digo sem dizer...

    Beijinhos e não te preocupes com as visitas.
    Vem ao teu cantinho e eu cá estarei, ainda que nem sempre me vejas e leias.

    Um abraço amigo, Fê!

    ResponderEliminar
  6. Fê,
    O desafio é excelente pois, para lá de qualquer resposta, faz sempre algumas cócegas aquilo que nos norteia. Se levarmos o desafio a sério, é claro.
    Assim, à primeira, nem sei que te responda. Mas gostaria, certamente, de ter ao meu lado, nesse banco, alguém que sentisse cúmplice, que estivesse no mesmo patamar, alguém com quem pudesse desenhar, sem receios, a configuração de qualquer sonho. Chega, como resposta?

    Um beijinho, Fê :)

    ResponderEliminar
  7. Eu escolher-te-ia...
    Sei que vai ser um prazer muito agradável conhecer-te
    e conversar contigo sobre coisas de amigas, mas com
    toda sinceridade, preferia que fosse primavera
    e houvessem passarinhos...
    ~~~~~ Beijinhos ~~~~~

    ResponderEliminar
  8. Oi Fê
    Eu escolheria uma pessoa que pudesse ouvir os meus anseios, que partilhasse dos mesmos sonhos numa total cumplicidade. Essa pessoa seria o meu irmão caçula que se foi desta vida tão cedo deixando para trás os nossos sonhos adolescentes que guardei no coração para quem sabe num outro plano podermos realizar
    Um feliz domingo Fê
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  9. Seria, com toda a certeza, uma pessoa que soubesse ouvir e, claro, que fosse capaz de falar na altura certa com as palavras certas.

    Beijinho, Fê, boa semana.

    ResponderEliminar
  10. Um desafio emocionante
    Se eu pudesse escolher alguém para se sentar ali comigo, reunia todos os amigos que, ao longo destes 3 anos me acompanham, nos bons e nos maus momentos no meu blogue, que me foram sempre fieis. (Para além das pessoas mais importantes para mim, alguns que já partiram, outros que estão longe. Mas esses estão sempre comigo.)

    A Imagem é soberba, digna de um bom poema.

    Beijinhos e um resto de um bom Domingo.
    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/


    ResponderEliminar
  11. Fê, minha linda, que exercício mais gostoso de se fazer!
    Eu te escolheria, meu anjo, apenas para contar de como hoje eu estou nostálgica, triste, e fui buscar um pouco de alegria indo visitar os amigos blogueiros com quem comungo alguma afinidade, buscando em suas postagens um ‘esquecimento’ momentâneo para uma certa aflição que hoje veio me visitar. Contaria para ti que o maridão está no hospital a cuidar de um paciente que passou por duas cirurgias delicadas, e que eu preferi me isolar nesse domingo e cuidar um pouco de mim, das minhas preferências, resolvei ser um pouco egoísta e pensar só em satisfazer minhas necessidades, coisa que nunca faço...
    E gostaria também, minha amiga, de te falar das postagens anteriores, de como me agradou o poema que culmina com este verso: “não arranques o veludo de que é feita a distância que existe entre nós” e da bela imagem escolhida por ti.
    Falaria daqueles minutos teus quando tu te desligas do mundo e fica a pintar... Ressaltaria a beleza eencontrada nos teus quadros quando soltas Folhas ao Vento, de quando navegas no Rio Amarelo, ou quando ficas a contemplar o Nascer do Sol, e até daquele momento de DOR quando olhavas o MAR e a Paisagem trazia Flores para Ti e que parecia até compor o Livro da minha Vida com a Colecção de Flores que enfeitava o Mundo da Música, deixando apenas que a AMIZADE percorresse as QUATRO ESTAÇÕES, fazendo na Paisagem um COLORIDO de Praia Deserta que ficava a enfeitar a SOLIDÃO onde a Despedida criava Caraminholas em “dias cinzentos outros em dias coloridos”, dizendo à imaginação que os “rabiscos são o produto final”...
    Minha querida, adorei passear nas tuas postagens e rever as tuas pinturas. Um fato interessante é que o nosso relacionamento começou justamente num comentário meu feito no dia 20.10.14 sobre as tuas telas. Adorei esta descoberta (risos).
    Fê, como este teu desafio me fez bem! Passei momentos distraída, livre de preocupações e sentindo um grande prazer em (re)visitar esse teu cantinho tão aprazível, tão gostoso de se estar.
    Mesmo com ‘pausa’ no blog prometo que estarei sempre por aqui, pois cantinhos como o teu são um convite e um atrativo permanente nas minhas preferências.
    Que as horas dos teus dias estejam sempre floridas de sorrisos e iluminadas de estrelas, pois tu mereces tudo que há de mais bonito no mundo.
    Meu carinho neste restinho de domingo que tu, amiga, ajudaste a passar mais rápido, e grata pela companhia nesse banquinho tão aconchegante onde nos sentamos...
    Helena

    ResponderEliminar
  12. Escolhia Camões. Pedia-lhe mais uns quantos cantos a acrescentar-lhe à obra. À hora da despedida perguntava-lhe se as altas aves daquela elegia* se era a ti, Fê, que ele se referia


    *Vi já das altas aves a harmonia,
    Que até aos montes duros convidava
    A um modo suave de alegria.

    Boa?

    ResponderEliminar
  13. A minha mãe - sem dúvida!! Que partiu há tantos, tantos anos e de quem tenho tantas saudades...

    ResponderEliminar
  14. Sem dúvida minha mãe! Partiu há 10 anos.
    Ontem, arrumando meus álbuns, vi seu rostinho na última foto que tirou. Como gostaria...
    beijo, Fê.

    ResponderEliminar
  15. Alguém que partiu e de quem tenho tanta saudade, tinha tanta coisa para contar e sei que me ouvia, me compreendia sem qualquer reprovação e sei que bastava me olhar para entender o que os meus olhos querem dizer.

    Beijinho Fê e uma boa semana.

    ResponderEliminar
  16. A minha filha Catarina que está agora a estudar em Hong Kong.
    Beijinhos, boa semana

    ResponderEliminar
  17. Deus!

    Gostava de ter um conversa ampla e aberta com Ele! Mas uma em que ouvisse as respostas! Ter sempre que intuí-las é um bocado chato, sobretudo quando a intuição não anda nada afinada!

    :)

    ResponderEliminar
  18. Lindo se pudesse escolheria o José Saramago gostava de ter uma conversa com esse grande escritor.
    Um abraço e boa semana.
    Andarilhar

    ResponderEliminar
  19. Eu confesso, amiga, que escolheria a minha mãe de quem tenho tantas saudades e que era uma pessoa cheia de sabedoria...
    Uma boa semana, Fê.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  20. Pergunta difícil...mas, sem dúvida, escolheria a minha Avó materna que nos deixou há 13 anos (um mês após ter completado 95 anos).

    Beijinho e boa semana, Fê.

    ResponderEliminar
  21. Olá Amiga Fê tenho muitas amigas com muitas afinidades e outras com menos, mas ainda assim amigas. sendo elas virtuais ou não seria muito difícil escolher uma em detrimento de outra, desta vez vou ficar assim sem escolher.
    Beijinhos, Léah

    ResponderEliminar
  22. com Orson Welles, para saber do gozo do "Mundo a seus pés"

    ResponderEliminar
  23. Que maravilha de publicação que até nos encanta o coração!
    Obrigado pela minha parte para com o gesto bonito deste post!
    Bjs

    ResponderEliminar
  24. Que pergunta difícil! Mas com certeza seria alguém muito especial.
    Belíssima postagem, Fê! Obrigada pelo carinho com os seus seguidores.
    Beijinhos estalados.

    ResponderEliminar
  25. Certamente seria o meu pai, que se foi quando eu tinha 12 anos...
    A sua prolongada doença, foi-nos preparando para a sua falta... mas adoraria voltar a recordar o som da sua voz...
    Sem qualquer preocupação, quanto ao atraso nas visitas e comentários, Fê... as minhas, também andam cronicamente atrasadas...
    Beijinhos! Continuação de uma boa semana!
    Ana

    ResponderEliminar
  26. Prima Fê
    Tagarela como eu sou, escolhia um grupinho simpático entre elas a prima :)
    beijinhos e boa semana

    ResponderEliminar
  27. Excelente post e excelente desafio. Eu gostaria de ter aí, a meu lado, todas aquelas pessoas a quem perdi o rasto e a quem deixei de dizer tudo o que pensava. Quantas vezes perdemos a oportunidade de dizer o que o que pensamos sobre alguém ou até o sentimento que temos por essa pessoa porque não sabemos que o tempo nos distancia, às vezes para sempre, de alguém.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  28. Peço desculpa pelo atraso mas infelizmente o meu pc avariou querida amiga .
    Queria ter certamente teria todas as pessoas que tanto enriquecem a minha vida ,pois existe tanta coisa para falar ,e jamais falaria tudo pois a vida é uma constante descoberta e o tempo é tão curto para tantas emoçõs ,partilhas e sonhos ,muitos beijinhos no coração.

    ResponderEliminar



Obrigada por estarem desse lado!
Fê Blue Bird