segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Mãe, neste Natal quero um baú !

Katie m. Berggren - Painting intimate moments of motherhood


- Mas, para que queres um baú?
- Mamã, tu não entendes! Eu quero um baú vazio para poder encher. Tens algum MUUUUUITO grande?
- Não! Mas posso ajudar-te, porque precisas dele, o que queres guardar lá dentro, podes dizer-me? 
- É difícil explicar aos crescidos o que queremos porque vocês não entendem nada, mas vou tentar. Quero um baú para guardar sonhos ! Eu tenho muitos sonhos - aquelas coisas que queremos muito ver acontecer um dia - quero guardá-los todos no mesmo lugar para poder ir buscá-los quando precisar deles. Assim, quando acontecerem,  posso tirar esse e meter outro sonho novo nesse lugar. 
- Hum... e que sonhos tens tu ?
- São TANNNNTOS que ficam baralhados, às vezes! Achas que posso ter um baú para não perder nenhum sonho? Eu prometo que ficam todos arrumadinhos como deve ser. É que os crescidos, como não têm baús daqueles que eu quero, o dos sonhos, perdem os sonhos depressa e depois...já não sabem sonhar!

 Fê blue bird



Sweet Dreams (Lorie Line) piano

*

 AGRADEÇO A TODOS OS AMIGOS QUE PARTICIPARAM NESTE MEU DESAFIO.

💖

35 comentários:

  1. Todos nós temos um sonho,mas os das crianças são sonhos encantados!
    Adorei Fê.
    bjs e obrigada por colocar a minha imagem no desafio de Volta para o meu Aconchego.
    Uma linda semana.
    Bjs Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  2. Ter os sonhos sempre à mão, para os não perder...

    Bonito!

    Bj.

    Lídia

    ResponderEliminar
  3. "Pelo sonho é que vamos, comovidos e mudos" disse-nos o poeta. Os meus sonhos são tantos, tantos ainda, que não cabem em nenhum baú. Até a mim me parece impossível...
    Um beijo, minha Amiga Fê.

    ResponderEliminar
  4. Amiga Fê
    Tenho estado doente; hoje é o primeiro dia que ligo o computador desde ter-feira passada (faz amanhã uma semana, precisamente). Felizmente já estou melhor, e o que falta para ficar completamente bem... há-de chegar :))) E, pelo menos, já vai dando para agradecer as visitas entretanto recebidas.
    Achei este texto giríssimo... E quem não gostaria de poder guardar os seus sonhos num baú? Principalmente para que não se perdessem, nem se baralhassem, e assim não houvesse desculpa para não se realizarem...
    Também quero um baú desses para mim... :)

    Votos de uma semana muito feliz.
    Beijinhos
    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

    ResponderEliminar
  5. Que lindo. Os sonhos devem ser bem guardados e depois realizados conforme a oportunidade e a conveniência e devem ser substituídos por outros mais criativos mais modernos. Pe,o contrário não há grande interesses em guardar recordações do passado, as más para não nos fazerem sofrer outra vez e as boas para não nos paralisarem com saudades que nos fazem deixar passar o presente sem o aproveitarmos da melhor maneira E aquilo que era útil no passado pode hoje estar muito desactualizado e obsoleto sem ser conveniente revivê-lo. Beijo e Fêliz Natal. AJS

    ResponderEliminar
  6. Nossa, que lindo, Fê! Um baú desses eu também quero. Mas, espera, como não haveria no mundo tal baú, Deus criou o coração. Ele é um baú tão grande que até Deus cabe dentro. Importa não deixar esse baú-coração encolher pelo não uso, nem ser corroído pelos maus sentimentos. Deus nos ajude a manter nosso baú de sonhos sempre bem grande, bonito e cheio.
    Bjk, Fê, e abençoada semana.

    ResponderEliminar
  7. As crianças ensinam-nos tanto!
    Podiam dizer que queria algo palpável, mas apenas querem guardar sonhos.
    Um texto que nos deixa a pensar e me comoveu.
    Como estive ausente uns dias perdi um desafio bem interessante.
    Fico apenas os meus sonhos e quero continuar por aqui.
    Adorei a música.

    Beijinhos Fê

    ResponderEliminar
  8. Simplesmente mágico querida amiga, sonhos quem não os têm ,sonhar faz parte da vida são eles que nos mantêm vivos ,muitos beijinhos no coração querida amiga

    ResponderEliminar
  9. Boa noite querida amiga.
    Não tenho nem palavras para elogiar a sua postagem, minhas lagrimas correm, a musica do piano, junto com os sonhos infantis, me deixaram muito emocionada. Os sonhos nunca podem acabar, devemmos crescer tendo muitos sonhos, pois eles não mantem vivos. E as criancas então tem sonhos tão especias e eles nós ensimam tanto. Meus parabens pela postagem, realmente belo demais. Uma feliz semana. Forte abraço.

    ResponderEliminar
  10. Um texto belíssimo Fê. Obrigada por ele.
    Um abraço e uma boa semana

    ResponderEliminar
  11. Oi Fê querida, linda esta preocupação de guardar os sonhos e ainda mais poder pega-los e repor com outros.
    Temos sonhos e somos todos sonhos.
    E que estes sonhos não nos abandonem. Penso que os sonhos são como estas crianças que teimamos em carrega-las no peito pela vida.
    Um carinhoso abraço na bela semana que lhe desejo.
    Bjs de paz.

    ResponderEliminar
  12. Que ternura de texto.
    Que nunca se percam os sonhos, pois eles dão cor e esperança à nossa vida.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
  13. É sempre bom termos um baú dos sonhos.
    Ainda tenho o meu pequeno baú com alguns sonhos.

    Gostei da imagem:)
    Um beijinho e uma boa semana, Fê:)

    ResponderEliminar
  14. Boa noite,querida amiga Fê!
    Tão lindo e me fez sonhar com dias mais lindos ainda.... bom ler seus posts e refetir sobre verdadeiros valores: aconchego... sonhos...!
    Bjm muito fraterno

    ResponderEliminar
  15. Os sonhos são essenciais.
    Sobretudo o sonhar acordado.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  16. Os sonhos são conquistas que se querem
    Com força e com os olhos fechados.
    Um dia, se as mágoas nos vierem,
    Misturá-las-emos com sonhos guardados.


    Beijo
    SOL




    ResponderEliminar
  17. OI FÊ!
    QUE LINDO! COLOCASTE EM TUAS PALAVRAS A INOCÊNCIA GENUÍNA DAS CRIANÇAS,PENA QUE A PERDEMOS NO DECORRER DA VIDA E COM ELA SE VÃO NOSSOS SONHOS.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  18. O que seria da vida sem sonhos, né. Também quero um baú.
    Bjos tenha uma ótima semana.

    ResponderEliminar
  19. Sonhos são, sim, um tesouro precioso.
    Abraço grande, querida amiga.
    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

    ResponderEliminar
  20. As crianças com sua pureza nos surpreende com grandes ensinamentos. A vida é uma sequência de sonhos. Bjs

    ResponderEliminar
  21. Amiga, respondi seu comentário no meu blog.
    Bjk.

    ResponderEliminar
  22. O texto é magnífico e o som melodioso!
    Este quadro ... para mim que sou uma apaixonada por borboletas ... deixou - encantada!!!
    bj

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fê ainda bem que gostou do bolo de maçã!
      Experimente o ovo no hamburguer pois fica bem gostoso e sabe bem ao olhar!
      Eu gosto de petiscos fáceis de fazer e a preços acessíveis!
      ... e o mais natural possível!
      Bj

      Eliminar
  23. Para quê o baú?!
    Fora de horas, eu digo, que ninguém me ouve. Nem sonham os sonhos que sonho.
    Deixo-os ir e vir quando muito bem entendem. Que o sonho é sempre liberdade.
    Não há baú na cidade capaz de aprisionar um sonho. São leves, leves como o éter e o seu ofício é vogar pelo éter e visitar-nos a mente. Evidentemente!

    Bj

    ResponderEliminar
  24. Que ternura de texto, Fê!
    É isto mesmo que acontece!
    beijinho

    ResponderEliminar
  25. Não tenho nem nunca tive um baú para guardar os meus sonhos, amiga Fê.
    Aliás, se hoje o arranjasse, seria bem menor do que o que precisaria noutros tempos.
    Como estão a diminuir, deixo-os ir e vir, livremente, sem os guardar nem prender.

    Acho que um dia voam e não voltam mais...Mas, adorei ler o teu belo texto e ouvir a música. :)

    Um beijinho, amiga, bom feriado!

    ResponderEliminar
  26. Olá Fê!
    As crianças têm mesmo essa sensibilidade (que tu não perdestes).
    Gostei muito. Parabéns.
    Abraços.
    Pedro.

    ResponderEliminar
  27. Que seria de nós se não sonhássemos? É lá, nesse baú de criança, que colocamos toda a nossa liberdade, e essa, ninguém tem acesso!
    Linda também a pintura, Fê.
    Um beijo, querida amiga.

    ResponderEliminar
  28. que seria de nós sem os sonhos ... (os nossos)
    beijinho
    :)

    ResponderEliminar
  29. Nunca podemos nos perder dos nossos sonhos...Lindo te ler! Obrigadão pelo carinho lá! bjs, chica( amanhã chega o meu filho!)

    ResponderEliminar
  30. Prima!
    Mais uma vez, passei ao lado dos sonhos...
    Este tempo que falta para ver os blogues, leva a que sonho já tenha passado.
    Já não sei se sonho, nem sequer me lembro dos sonhos de outrora. Tenho saudades de sonhar e mantêr os sonhos bem guardadinhos.
    Beijinhos e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  31. Texto maravilhoso cheio de ternura parabéns amiga.
    Nunca desisto de sonhar, as vezes um ou outro ficam em segundo plano esperando a vez, mas ficam lá, nunca desisto, pois um dia acontecem.
    beijinhos, Léah

    ResponderEliminar
  32. Fê, se tivéssemos um baú destes quando crianças, certamente teríamos guardado os sonhos mais bonitos para que pudéssemos retirá-los, quando já adultos nos sentíssemos tão sós e desesperançados...
    Uma bela imagem, um bela, doce e terna história, tudo com a tua marca de sensibilidade e delicadeza, querida amiga.
    Quando puderes, dá uma chegada no meu espaço, pois lá deixei uma simples homenagem aos amigos blogueiros, como forma de agradecimento pela amizade, apreço e solidariedade a mim demonstrada durante este ano que está findando. Tu não poderias faltar, meu anjo, pois sempre me dedicaste tanta amizade e atenção que muitas vezes meu coração se encheu de carinho e ternura com os teus escritos.
    Que o teu Natal tenha as cores lindas que o teu coraçãozinho tão generoso possui.
    O meu Natal deste ano está sendo levado... Há muitas lembranças tristes a povoar a minha mente e machucar meu coração. Mas pelos meus velhinhos e as crianças, tenho me mantido forte, fazendo tudo que sempre fiz por eles, organizando o Natal do jeitinho que eles gostam. Na clínica também, mas te confesso que muitas vezes estou a escolher os brinquedos das crianças e os presentes de todos, com o coração entristecido, pois era o meu grande amor, meu companheiro, que me ajudava nesta tarefa. Fico a relembrar o largo sorriso dele quando via um brinquedo que o agradava, parecia até que era para ele... Enfim, meu anjo, a vida segue e não há como parar os passos, há que seguir...
    Fica com um beijo no teu coração e muito do meu carinho espalhado pelas horas dos teus dias.
    Leninha

    ResponderEliminar
  33. E os argumentos das crianças... costumam ser assim... imbatíveis!...
    Que texto maravilhoso! Como sempre, um post excepcional, Fê!
    Mais um trabalho absolutamente admirável!...
    Beijinhos! Bom fim de semana!
    Ana

    ResponderEliminar



Obrigada por estarem desse lado!
Fê Blue Bird