domingo, 24 de abril de 2016

VAMOS CANTAR !

" Unamos outra vez a nossa voz
Cantemos bem alto e sem ter medo,
Gritando que nunca mais estarão sós 
Os que outrora cantaram em segredo. "

@
Vamos cantar

Sonho velho que habitava os corações
De quase todo um povo que sofria, 
Exprimia-se muitas vezes nas canções
Cantadas por quem para tal tinha ousadia.

A ousadia de remar contra a maré,
De gritar que os reis só nus marchavam,
 De ter tanta coragem como fé 
Na luta contra aqueles que nos matavam.

Na luta contra aqueles que não queriam
Que o povo fosse forte e soberano
Na luta contra a aqueles que perseguiam
Quem ousava enfrentar velho tirano.

Nas noites mais sombrias é que brotavam
Gritos e canções de liberdade,
Canções que em segredo se cantavam
E que eram vida e paz e eram verdade.

Até que um dia manhã cedo aconteceu
A canção porque há muito se esperava
E nos lábios do povo floresceu
A canção liberdade que faltava.

E a voz era agora a voz do povo
A cantar as canções dos seus cantores,
Dos que cantaram sempre o país novo 
O país da liberdade e dos valores.

Unamos outra vez a nossa voz
Cantemos bem alto e sem ter medo,
Gritando que nunca mais estarão sós 
Os que outrora cantaram em segredo.

Os que fizeram da voz a ferramenta
E usaram as palavras com verdade
E nos legaram o pão que nos sustenta
Canções de amor e vida e liberdade.

Nogueira Pardal



cliquem para ouvir - Eu Vim de Longe- José Mário Branco 

~~*~~

Meus queridos amigos e amigas,

Depois deste post sobre o 25 de Abril, uma data que deve ser sempre por nós comemorada e lembrada, vou fazer uma pausa nas minhas publicações.
Não tem sido fácil ultimamente "encaixar" os blogues na minha vida pessoal. Gosto de pensar, procurar e reflectir sobre o que publico e isso leva tempo que de momento não tenho, e principalmente gosto de retribuir os comentários e visitas, o que também não estou a conseguir fazer.
Assim sendo, enquanto não me "organizar",  as minhas publicações ficam suspensas. Sei que me vão compreender .
Até breve!

Um beijinho a todo(a)s

Fê blue bird



quarta-feira, 20 de abril de 2016

As rosas de Abril são rosas apenas nas roseiras.

  Angelika E
O padre e poeta Daniel Lima, que faria em 2 de Maio, se fosse vivo, 100 anos, escreveu mais de 100 livros, que permaneceram inéditos até aos seus 95 anos, por modéstia e desapego. Segue-se um trecho do poema Zodíaco, dedicado ao mês em curso:
 
ABRIL

"Abril não tem começo
mas não é infinito.
Se você diz: " É Abril !"
Abril começa
(mesmo que seja Julho).

Abril é mais que um mês 
é uma visão de vida 
um modo de sentir 
histriônico e vadio .

Abril dá cambalhotas,
faz piruetas
e é todo ele um circo.

Mas o palhaço é triste
e assobia baixinho
a "Sonata ao Luar"
ou " La cumparcita".

Abril é uma palhaço trágico
(como uma tragaria grega
ou um tango argentino).

É um palhaço que ri antes da hora
e que faz do soluço
a sua melodia
e cuja piada predilecta
e a de fazer chorar a quem a escuta.

Abril abre, abre-se.
abraça, abrasa,
é de bruxo, é luxo,
(às vezes lixo).

Se vires flores num jardim em Abril, 
não as colhas.
Perderiam o perfume a beleza
e nem mais flores seriam em tuas mãos.

As rosas de Abril
são rosas apenas nas roseiras.
E somente nas roseiras.
 (...)

Abril é pra se ver 
não para se guardar 
como colar de pérolas 
ou jóias de família .

Ele é mais sombra que corpo.
É natureza viva , mas sonhada .

Abril não dorme hoje nem nunca 
porque a vida é urgente 
a vida é sem retorno .

E o sono não compensa 
a vida que se perde .
Abril de olhos abertos sempre ! "

Daniel Lima 



a ouvir - Beethoven - Sonata ao Luar

sexta-feira, 15 de abril de 2016

[ um pouquinho de vaidade nunca fez mal a ninguém ]


Konstantin Bogomolov é um estilista russo que acredita que em cada mulher existe uma rainha... É só preciso saber trazê-la para o exterior.
O artista, que vive em São Petersburgo, tem uma escola de beleza, a Bogomolov Image School, e costuma convidar mulheres de aparência normal - estudantes e trabalhadoras, reformadas e donas de casa - e usa-as como modelos.
O resultado é impressionante e Bogomolov acredita que tudo se deve à sua formação em psicologia: o designer defende que não basta uma mudança de visual, mas que é importante aumentar a auto-estima das mulheres e perceber aquilo que as faz sentir mais femininas.
Vejam as mudanças incríveis que o artista realizou em cada uma destas mulheres.

antes-depois-mulheres-1

antes-depois-mulheres-2
antes-depois-mulheres-3

antes-depois-mulheres-4
antes-depois-mulheres-5

antes-depois-mulheres-6
antes-depois-mulheres-7

antes-depois-mulheres-8
antes-depois-mulheres-9

antes-depois-mulheres-10

antes-depois-mulheres-13

antes-depois-mulheres-14



 Em 1993, pouco depois de ser mãe pela segunda vez, sentia-me sem graça e estava com a auto-estima um pouco em baixo. Li então numa revista, que aceitavam candidaturas para uma mudança de visual, inscrevi-me e nunca mais pensei no assunto. 
Passadas semanas fui contactada pela editora da revista, tinha sido seleccionada com mais duas candidatas.rss.
Tive direito a dois dias só de mimos que nunca mais esqueci. O resultado foi este :)




Já agora, achei muito a propósito esta canção:


Letra

Saias de roda bordadas
Por baixo escondem meias
Meias de irmãs solteiras
Que rodam nas paradas
Descem a rua a sorrir cansadas
Mulheres bonitas e feias
O bom dos verões é o desfile das saias
Que tornam vilões os amigos das catraias
Sais vistosas, travadas
Saias passeadas e corridas
Saias a girar com o vento a entrar
Agarram-se aos punhos das camisas

Saias levantadas
Roda em meia volta
Cintura solta
E o baile a ir, a ir e a rodar meia volta
Uma volta p'ra acabar

Saias da roda de amigas
À noite são sirenes
Razões de amores perenes e querelas antigas
Vão aos salões onde nascem brigas
Treinar entradas solenes
Rapazes sãos viram loucos a ver saias
Que rodam nas mãos de dianas e soraias

Encontrei-te em junho de 93
O teu número era só ligar
E talvez pudesse ser o teu par
Par, par, par, par
Não fosses as saias, as outras saias
Saias de aventuras
Lições duras de aprender
Quando não se sabe bem o que se quer
E a mulher, é um mistério, a que se escapam
Entre saias e saias e saias
Saias curtinhas e compridas
Saias a girar com o vento a entrar
Na roda de danças explosivas
Saias de roda, rodadas
Saias campinas e urbanas
Batem quarteirões, ateiam emoções
Nas cintas de soraias e dianas
Saias levantadas, roda e meia volta
Cintura solta
E o baile a ir, a ir e a rodar
E a roda a andar, a andar e a esculpir
Uma esquina de revolta
Meia volta, uma volta p'ra acabar

É ver p'ra acreditar
É ver p'ra acreditar
É ver p'ra acreditar
É ver p'ra acreditar

~~*~~

Um beijinho e bom fim de semana !


quarta-feira, 13 de abril de 2016

{o teu pequeno coração}

“Todos os seres são iguais, pela sua origem, seus direitos naturais e divinos e seu objectivo final.”
― Francisco de Assis

@

 nesta solidão em que me encontro

o teu pequeno coração

faz-me esquecer

os que partiram

os que deixei

 os que perdi


.
~~*~~
A solidão e o isolamento social têm vindo a crescer na nossa sociedade. Basta pensar na quantidade de idosos que vivem sozinhos nas cidades e aldeias do nosso país. Muitos deles possuem pouco ou nenhum suporte social. Um grande número tem um cão ou um gato. Os animais tornam-se fiéis companheiros, dando maior alegria e um sentido a uma existência que nem sempre é colorida.
Alguns estudos indicam que a qualidade de vida do idoso aumenta, assim como a sua longevidade. A inserção de animais de companhia em lares tem proporcionado oportunidades para os idosos conversarem, recordarem outros tempos, assim como para a sua estimulação sensorial.

a ouvir -  "The Cat Song" by Jimmy Scott.

sexta-feira, 8 de abril de 2016

BOM FIM DE SEMANA !

PARA TODOS VÓS!
@


" Que as asas das borboletas beijem o sol
E iluminem os nossos corações
Trazendo-nos sorte, amor e felicidade
Hoje, amanhã e para sempre. "

Bênção antiga.

~~*~~

Quando descubro algo que me toca particularmente, gosto de partilhar convosco, é uma forma simples de vos agradecer por tudo o que me têm dado.

Sam Meador é o vocalista da banda de Black Metal, Xanthochroid , neste vídeo resolveu alterar um pouco o seu estilo musical para nos mostrar aquilo que é capaz de fazer com uma guitarra e a sua fantástica voz. Como música Sam escolheu “Wake Me Up”, do Avicii onde aplicou todo o seu talento.
Apreciem :





Wake Me Up (Feat. Aloe Blacc)
 
Feeling my way through the darkness
Guided by a beating heart
I can't tell where the journey will end
But I know where to start

They tell me I'm too young to understand
They say I'm caught up in a dream
Well life will pass me by if I don't open up my eyes
Well, that's fine by me

So wake me up when it's all over
When I'm wiser and I'm older
All this time I was finding myself
And I didn't know I was lost

So wake me up when it's all over
When I'm wiser and I'm older
All this time I was finding myself
And I didn't know I was lost

I tried carrying the weight of the world
But I only have two hands
I hope I get the chance to travel the world
But I don't have any plans
I wish that I could stay forever this young
Not afraid to close my eyes
Life's a game made for everyone
And love is the prize

So wake me up when it's all over
When I'm wiser and I'm older
All this time I was finding myself
And I didn't know I was lost

So wake me up when it's all over
When I'm wiser and I'm older
All this time I was finding myself
And I didn't know I was lost

I didn't know I was lost
I didn't know I was lost
I didn't know I was lost
I didn't know I was lost

quarta-feira, 6 de abril de 2016

E JÁ CÁ CANTA MAIS UM !





Eles passam tão rápido. Mal vejo um e, de repente olho novamente e já o outro está a passar. Refiro-me ao meu aniversário, não ao passarinho, rss

Tenho a sorte de ter amizades lindas e fiéis, que se lembram de mim e me dão o melhor que posso desejar :
Carinho e Amizade.
A todos os meus queridos amigos e amigas que se queiram juntar aqui neste meu dia, ofereço também o melhor de mim:
Sinceridade e Afecto. 






Mas não só, ofereço também [ isto do virtual é uma maravilha rss ]

Uma fatia ou mais, de bolo


E um drink Blue Bird 

Blue Bird 2


Depois, já podem cantar os parabéns :)




E como não posso passar o meu aniversário sem poesia,
partilho convosco este belo poema do meu professor .


IMAGEM


Pousou no parapeito da janela,
Azul, vermelho, verde, tanta cor,
Jamais tinha visto ave tão bela,
Talvez fosse a imagem do amor.

Olhei-o então mais profundamente,
Como se quisesse ver-lhe o interior,
Era um passarinho tão diferente
Talvez fosse a imagem do amor.

Abriu o bico como p´ra sorrir
E exibiu seus dotes de cantor
E o gorjeio que se fez ouvir
Talvez fosse a imagem do amor.

Os olhos pequeninos e brilhantes
Pareciam lume tal era o seu fulgor
Olhar quente como o dos amantes
Talvez fosse a imagem do amor.

Saltitou como que a mostrar
Dotes incríveis de bom bailador
Aquela forma bela de dançar
Talvez fosse a imagem do amor.

Bateu por fim as asas e voou
Feixe de luz brilhante e multicor
E dentro do meu peito só ficou
A maravilhosa imagem do amor.

Nogueira Pardal
~~*~~


Um grande, grande, abraço de amizade para todos !



segunda-feira, 4 de abril de 2016

CIRCUS

"No palco, na praça, no circo, num banco de jardim, correndo no escuro, pichado no muro... Você vai saber de mim."
Chico Buarque
 

No sábado estreei-me a declamar poesia sob o olhar atento do professor :)
 Estava nervosa, mas feliz. Mais um sonho realizado.

~~*~~

Agarrei as palavras
atirei-as ao ar num rodopio malabarista
deixei-as subir e vir cadentes
 até caírem
pelas mãos abertas
e escorregadias.

Agarrei a inspiração
enterrei-a na boca sedenta e ardente
ingeri-a
e num jorro, expulsei-a
em fulgor doloroso
de fogo.


a ouvir - istanbul Gulumcan - Murat isbilen

sábado, 2 de abril de 2016

♥ Vamos brincar com a chica nº 11 ♥

Como se pode dizer coisas sérias, brincando, dedico esta minha participação à minha filha. 
Aproveito para vos pedir para visitarem o blogue da amiga Chica e se puderem brinquem também.

 ESTÁS LONGE, MAS SEMPRE PERTO DE MIM.

a ouvir - Eram os teus olhos -Martim Vicente