segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Nunca é tarde demais!

pintura de Lawrence Yang

Era uma criança com uma imaginação tão fértil que ninguém compreendia.
Vivia imersa mundo paralelo que a fascinava e nele se perdia.
Era ali que ela era feliz, o mundo dos sonhos e fantasia onde tudo é possível e permitido.
Mas como em todos os os sonhos há o despertar.
A criança deixou de o ser e a mulher em que se transformou deixou de visitar esse mundo.
Passaram os anos, pensou tê-lo esquecido, pura ilusão, redescobriu numa fase tardia da vida que a criança ainda estava presente, e o mundo dos sonhos sempre estivera dentro do seu coração.

Se calhar ainda não é tarde...

Fê Blue Bird

4 comentários:

  1. [nunca é tarde de mais... temos sempre mais 5 minutos]

    ResponderEliminar

  2. Parabéns pelos seis anos que estão agora a completar-se!
    Nunca te esqueças deste teu mundo paralelo, um mundo que pode não ser como o que sonhavas em criança... mas que também tem os seus encantos.

    Um beijinho nessa criança linda que há em Ti
    (^^)

    ResponderEliminar
  3. Uma imaginação super fértil que nos tem ajudado muito ao longo destes sete anos que passou a nosso lado. Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Falha minha!
    Afinal nunca é tarde, e este já era um começo que se adivinhava , fértil de emoções <3

    Beijinhos

    ResponderEliminar

Todos os comentários serão respondidos e as visitas retribuídas.
Prometo ser tão breve quanto a minha saúde e disponibilidade o permitir.
Obrigada, por me darem 5 minutos do vosso tempo.