sexta-feira, 2 de março de 2012

Onde estão agora meus vinte anos?

Rafal Olbinski


Ainda Ontem
(tradução)

Ontem ainda
Eu tinha vinte anos
Acariciava o tempo
E brincava de viver
Como se brinca de namorar

E vivia a noite
Sem considerar meus dias
Que escorriam no tempo
Fiz tantos projectos
Que ficaram no ar

Alimentei tantas esperanças
Que bateram asas
Que permaneço perdido
Sem saber aonde ir

Os olhos procurando o Céu
Mas, o coração posto na Terra

Ontem ainda
Eu tinha vinte anos
Desperdiçava o tempo
Acreditando que o fazia parar

E para retê-lo, e até ultrapassá-lo
Só fiz correr e me esfalfar
Ignorando o passado
Que conduz ao futuro

Precedia da palavra "eu"
Qualquer conversação
E opinava que eu queria o melhor
Por criticar o mundo com desenvoltura

Ontem ainda
Eu tinha vinte anos
Mas perdi meu tempo
A cometer loucuras

O que não me deixa, no fundo
Nada e realmente concreto
Além de algumas rugas na fronte
E o medo do tédio

Porque meus amores
Morreram antes de existir
Meus amigos partiram
E não mais retornarão

Por minha culpa
Criei o vazio em torno a mim
E gastei minha vida
E meus anos de juventude
Do melhor e do pior
Descartando o melhor

Imobilizei meus sorrisos
E congelei meus choros
Onde estão agora
Meus vinte anos?

Hier Encore - Charles Aznavour


BOM FIM DE SEMANA!
Beijinhos
Fê Blue Bird

11 comentários:

  1. Que saudades de Aznavour...ele tinha ficado nos meus vinte anos!

    Beijinho amiga e bom fim-de-semana.

    ResponderEliminar
  2. AMIGA

    Quase de certeza que ficaram onde repousam os meus - na memória que se agiganta e que não pode recuperá-los.

    Perdi o tempo ou o tempo me perdeu e " Criei o vazio em torno a mim "...

    Esta é a realidade, nua e crua. A Vida!

    Beijo

    ResponderEliminar
  3. Faria de certeza escolhas bem diferentes das que fiz... não estou arrependida mas tenho pena de não ter sido inteligente!

    Bom FDS minha linda xxxx

    ResponderEliminar
  4. Cara Fê
    Naqueles rascunhos que vou fazendo curiosamente tenho um guardado com um titulo parecido. De facto ainda ontem "tinha 20 anos". Mas eu não desisti de sonhar. Quando isso acontecer, certamente desistirei de viver.
    Um beijo e um bfs
    Rodrigo

    ResponderEliminar
  5. "Ontem ainda
    Eu tinha vinte anos
    Mas perdi meu tempo
    A cometer loucuras"

    Que paguem quem as tenha feito
    Sinceramente, sinto, que as que fiz
    não mereciam este preço...

    (gosto de Aznavour, mas acho que temos de ser rigorosos)

    ResponderEliminar

  6. Triste mas é maravilhosa a sua poesia.

    Bom final de semana
    Bjs

    ResponderEliminar
  7. Bonito, sentido e uma óptima reflexão para todos nós. Tem um grande fim-de-semana.

    ResponderEliminar
  8. Quem me dera saber dos meus também...
    Boa escolha poética, gostei de ler.
    Fê, querida amiga, tem um bom fim de semana.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  9. Ai Fê...o tempo passa tão depressa...não deveria ser assim...é injusto...e a canção tem razão...toda ela...puxa!!! Nem quero parar para pensar nos meus...enfim...

    Tens aqui uma fotografia muito bonita que só revela o teu bom gosto!!! Uma menina linda...numa pose encantadora...e deve ter esses tais vinte anos....idade fresca, colorida,verde...

    Beijinhos querida Fê. Feliz Domingo.

    ResponderEliminar
  10. Estão dispersos por recordações, boas ou menos boas, que guarda no álbum das suas memórias, amiga Fê.
    A música do Charles Aznavour ajudou-me bastante a juntar as minhas. Obrigado, amiga e um excelente fds
    Beijinho

    ResponderEliminar
  11. Prima Fê
    Fico sempre deslumbrada, com as imagens de cabeçalho:-)
    Lool também quero.

    Saudades dos 20 anos só da frescura fisíca:-)

    Bjinhos

    ResponderEliminar

Todos os comentários serão respondidos e as visitas retribuídas.
Prometo ser tão breve quanto a minha saúde e disponibilidade o permitir.
Obrigada, por me darem 5 minutos do vosso tempo.