terça-feira, 22 de maio de 2012

que Pesadelo !



sentada junto à janela 
olho para as teclas à procura de inspiração
  - de repente -
a música que sempre me acompanha chega ao fim 
- silêncio-
um frio percorre-me o corpo
o portátil de repente dá o sinal
- sem wireless -
fico inquieta
nem o som da chuva miudinha  me acalma
a gata que está ao meu colo estremece
 sinto um barulho no estômago
 - ainda não jantei -
 vou esperar mais um bocadinho
agarro no meu inseparável bloco
numa caneta e começo a escrever
- não dá ! -
levanto-me repentinamente
a cadeira cai
 a gata foge assustada
dirijo-me cambaleante para a cozinha
o melhor é preparar o jantar
ponho a mesa
aqueço a sopa
e quando me preparo para a saborear
 o computador dá sinal de vida
esqueço a sopa
corro para a sala
tropeço na cadeira
-piso a gata-
os meus dedos frenéticos procuram o conforto das teclas


 - acordo em sobressalto -

que pesadelo!

12 comentários:

  1. Que pesadelo! Descrito com tanta realidade. Quem sabe quantos de nos ja os teve. Bjs amigo.
    Fernanda

    ResponderEliminar
  2. Um pesadelo que não deve andar muito longe da realidade, pelo menos no tocante a pisadelas na gata. O meu gato passa a vida a meter-se debaixo dos meus pés. À conta disso já caí em casa umas duas vezes. :(
    Beijinhos! :)

    ResponderEliminar
  3. Pesadelo destes agradeço, mas não os quero ter.

    E ainda bem que foi um só e não realidade. Teria ficado sem o realismo descritivo deste texto!

    Parabéns, Fê!

    Beijo

    Laura

    ResponderEliminar
  4. Não é raro ter pesadelos, embora digam que pareço sempre muito calma. os meus só mesmo na caminha...

    Beijinho amiga.

    ResponderEliminar
  5. É mesmo um pesadelo, minha amiga! Mas descrito dessa maneira foi um pesadelo poético :-)
    Beijinho

    ResponderEliminar
  6. eheheheh

    Quantos de nós não sentimos esse arrepio a falta do teclado, a pessoa que está do outro lado!?
    Ficar num vazio;)

    E é assim que vou ficar durante uns dias prima sem wireless, e não é pesadelo é realidade, esta semana sem acesso á internet.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Fê, olha que os meus pesadelos são bem mais assustadores!
    O medo de perder a inspiração é de facto um pesadelo, mas este teu resultou em pleno.
    O conforto das teclas até em sonhos nos persegue. :)
    Parabéns, amiga. Adorei este pesadelo...

    Bijinhos.

    ResponderEliminar
  8. O grito qne na tem a ver com grito mas sim com o eco. PRIMA FÊ aprendi isto há dias por isso estou a dizer para mostrar que sou boa aluna
    kis .=)

    ResponderEliminar
  9. Minha querida

    Ainda bem que foi só pesadelo e que deu para escreveres este belo poema...despoletou a inspiração.

    Deixo um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  10. Pior que um pesadelo e acordar e torna-se real ,pois entre o sobressalto de um pesadelo e o abrir dos olhos e um alivio enorme para quem os tem

    ResponderEliminar
  11. Tenho alguns pesadelos. Durante o dia não deixo que os maus pensamentos se apoderem de mim mas a dormir nem sempre consigo manipular o meu cérebro. Beijinhos

    ResponderEliminar

Todos os comentários serão respondidos e as visitas retribuídas.
Prometo ser tão breve quanto a minha saúde e disponibilidade o permitir.
Obrigada, por me darem 5 minutos do vosso tempo.