terça-feira, 11 de setembro de 2012

100 Palavras

faltam-me as palavras...
ou talvez as guarde numa incapacidade de as tornar mais explicitas e claras
ou talvez se amontoem num qualquer canto à espera que eu as retire
ou talvez elas não queiram ser escritas nem vistas nem ditas
faltam-me as palavras...
e após uma breve angústia
encontro-as
noutras bocas

ABISMO - Poder da Imagem



Ninguém disse
Que os dias eram nossos
Ninguém prometeu nada
Fui eu que julguei que podia arrancar sempre mais uma madrugada

Ninguém disse
Que o riso nos pertence
Ninguém prometeu nada
Fui eu que julguei que podia arrancar sempre
Mais uma gargalhada

E deixar-me devorar pelos sentidos
E rasgar-me do mais fundo que há em mim
Emaranhar me no mundo e morrer por ser preciso
Nunca por chegar ao fim


 Mafalda Veiga & Susana Félix - Por Outras Palavras

19 comentários:

  1. Cara Fê
    Também a mim me vão faltando as palavras (acho que no fundo não faltam, o que está a faltar é o jeito de as escrever). Vou-me desforrando pondo os outros a dizer o que me apetece.
    Um beijinho
    Rodrigo

    ResponderEliminar
  2. Mas quando as palavras se escrevem assim, sobra beleza e sentimento para admiração minha...

    bjinho amigo

    ResponderEliminar
  3. PRIMA FÊ
    nunca te faltam as palavras , sabes onde as encontrar, e estas sao lindas
    kis :=)

    ResponderEliminar
  4. Minha querida

    Hoje passando para oferecer o meu selinho de 3 anos de blogue,uma fatia de bolo e uma taça de champanhe e agradecer o vosso carinho que foi o que me fez chegar aqui.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  5. Prima Fê
    Quando a ti faltam as palavras que direi eu!? mas sempre as haveremos de encontrar, pelos elas ( palavras) ainda as podemos procurar para poder mos comunicar, nem que estejam emaranhadas difusas elas andam por lá:)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. "e morrer por ser preciso
    Nunca por chegar aofim"
    Podem faltar-te as palavras, mas o que é certo é que fizeste um magnífico poema.
    Beijo, querida amiga.

    ResponderEliminar
  7. Concerteza querida amiga nao devera ser por falta de inspiraçao,claro que ha dias que as palavras nos fogem ,mas tem dias que silencio e concerteza o melhor conselheiro na vida ,beijo

    ResponderEliminar
  8. Olá, pássaro azul.

    Estou em contenção ... de palavras.

    Boa noite e um beijinho.

    ResponderEliminar
  9. Querida Fê, sem palavras fico eu diante das suas palavras, imagens e poesia.
    Encantada pelas borboletas que voam em várias direções, as palavras emudecem na minha garganta.
    beijos
    celle

    ResponderEliminar
  10. Eu gostei muito.
    Sabes usar "as palavras muito bem.
    Também me sinto assim às vezes sou muito impulsiva "meio descarada" e já recebi críticas por isso, mas tu és muito sábia, és diferente usas as palavras na medida certa...
    Esse poema diz tanto de alguém com alma grandiosa.
    Parabéns e obrigada por partilhares conosco essa maravilha toda.
    beijinhos.

    ResponderEliminar
  11. As palavras vão rareando para dar vazão à tristeza, à raiva , mas também , à necessidade de luta que neste momento nos atabafam.

    Um abraço amigo.

    ResponderEliminar
  12. Amiga Fê.
    Raream as palavras, aumenta a consternação e ficamos cada vez mais encurralados e sem saber o que fazer.

    Parabéns, porque tu , apesar de tudo, sempre encontras as palavras certas e sensatas.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  13. ...traigo
    ecos
    de
    la
    tarde
    callada
    en
    la
    mano
    y
    una
    vela
    de
    mi
    corazón
    para
    invitarte
    y
    darte
    este
    alma
    que
    viene
    para
    compartir
    contigo
    tu
    bello
    blog
    con
    un
    ramillete
    de
    oro
    y
    claveles
    dentro...


    desde mis
    HORAS ROTAS
    Y AULA DE PAZ


    COMPARTIENDO ILUSION


    CON saludos de la luna al
    reflejarse en el mar de la
    poesía...




    ESPERO SEAN DE VUESTRO AGRADO EL POST POETIZADO DE LEYENDAS DE PASIÓN, BAILANDO CON LOBOS, THE ARTIST, TITANIC SIÉNTEME DE CRIADAS Y SEÑORAS, FLOR DE PASCUA ENEMIGOS PUBLICOS HÁLITO DESAYUNO CON DIAMANTES TIFÓN PULP FICTION, ESTALLIDO MAMMA MIA,JEAN EYRE , TOQUE DE CANELA, STAR WARS,

    José
    Ramón...

    ResponderEliminar
  14. Logo pela manhã, ao acordar, faz como eu... basta pensar que há sempre uma maneira de dar a volta... não há problema insolúvel só temos de pensar noutras soluções... e, definitivamente, não serão estes criançolas que nos vão deitar abaixo... não lhes dou esse direito

    Bjos

    ResponderEliminar
  15. Gosto daquele verso das palavras - como me revejo nele!... Muito bonito!

    (Venho aqui muitas vezes, mas nem sempre escrevo porque é tão genuíno, tão claro o que escreves que me sinto... sem palavras...

    Beijinhos, cat-lover!

    ResponderEliminar
  16. Queria amiga

    Palavras tristes
    e intensamente verdadeiras...

    Talvez
    por nascermos
    carentes de eternidades...


    Desejo que os teus sonhos
    Espalhem o belo pelo mundo...

    Aluísio Cavalcante Jr.

    ResponderEliminar
  17. Oi amiga,
    Muito legal está aqui no seu blog e poder desfrutar de tanta coisa bonita e capaz, fico agradecido sempre, por seu minha amiga e também meu site toda vez visitar que sua quinta-feira seja mágica

    Abraços,
    RioSul

    ResponderEliminar
  18. A mim, por ora, não me têm faltado as palavras, amiga Fê. Pelo contrário, por vezes até me assaltam em turbilhão, não raramente um pouco brejeiras, até...
    O que me vai faltando é paciência para aturar o que vejo à minha volta e também tempo para visitar todos os amigos, depois desta curta ausência.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  19. FÊ:

    Creio que, mais que nunca é preciso cultivar o optimismo!

    Beijinhos optimistas!

    ResponderEliminar

Todos os comentários serão respondidos e as visitas retribuídas.
Prometo ser tão breve quanto a minha disponibilidade o permitir.
Obrigada, por me darem cinco minutos do vosso tempo.