quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Não está a ser fácil ...

... seguir em frente !





 Até breve!
beijinhos




"Honrar o pai e a mãe não é somente respeitá-los, mas também assisti-los nas suas necessidades; proporcionar-lhes o repouso na velhice; cercá-los de solicitude, como eles fizeram por nós na infância."
  "No meio da vida, os adultos confrontam­‑se com uma multiplicidade de experiências que apelam a reestruturações relacionais e concorrem para esta tomada de consciência da finitude da vida. Desde logo, o declínio e morte dos pais, no momento em que o próprio corpo dá sinais de perda de juventude. Os pais que precisam ser cuidados são uma estranha versão de filhos (Oldham, 1989), mas a caminho da morte e não da vida. Ao tornarem­‑se “pais” dos seus próprios pais, os adultos de meia­‑idade experimentam a perda de suporte da geração anterior, ao mesmo tempo que devem adaptar­‑se à emancipação dos filhos que, mesmo quando não saem de casa, já não são os filhos da infância, mas competem pelo poder e influência na família, tal como a sua geração compete pelo poder na sociedade. Os adultos de meia­‑idade ainda são quem frequentemente detém a responsabilidade na família e na sociedade, a geração que comanda – mas que fundamentalmente faz a ponte entre a geração dos mais velhos e a geração dos mais novos. São a “geração sanduíche” (Zal, 1993), estão no meio, e creio que é este o significado mais forte de meia­‑idade e meio da vida.
Os anos da meia­‑idade são fundamentalmente caracterizados pela experiência psíquica interna de confronto com a morte (a morte de que a geração anterior se aproxima), e por um balanço e avaliação da vida vivida, aquela que a geração dos mais novos está agora a atravessar. O tempo urge, há sonhos que já não se podem realizar, há sonhos realizados que não deram a satisfação esperada. O tempo urge, porque limitado(...)"
-Teresa Fagulha (Professora Associada da Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Lisboa.)


20 comentários:

  1. Meus queridos amigos e amigas, estou a passar um fase muito complicada da minha vida, tenho que apoiar duas gerações, os meus pais e os meus filhos,logo pouco tempo sobra para mim.
    Vou fazer uma pausa por aqui.
    Até breve!
    Fiquem bem e sejam felizes.

    beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Sei muito bem do que falas, minha amiga!
    Esperarei pelo teu regresso e aguardo que dias melhores te envolvam.

    bjs

    ResponderEliminar
  3. Oi amiga!
    Espero que fique tudo bem com você e com seus familiares.
    Ficarei esperando pela sua volta.
    Um forte abraço.

    ResponderEliminar
  4. Já leu um livro intitulado "A Geração Sanduíche"? Não é recente , mas continua actual, porque eu também passei poe essa situação e em condições que não desejo a ninguém.


    Se precisa de parar aqui um pouco a sua presença, faça-o. Mas não esqueça que também é pessoa e que necessita de respirar ar puro e ter outros interesses,

    Com todo o carinho, lhe desejo que as coisas corram como deseja, num abraço solidário.

    ResponderEliminar
  5. Querida amiga com certeza a família esta em primeiro lugar ,desde já lhe dou os meus parabéns pela sua dedicação coisa que eu também tanto prezo na vida ,com certeza e uma luta diária e permanente para que pelo menos eles se sintam confortados pela sua presença nas suas vidas .Desejo-lhe que tudo corra bem e acredite que hoje esta a semear a semente para que um dia receba os frutos desse amor e carinho que dedica aos seus ,que Deus permaneça sempre no seu coraçao e a ilumine todos os dias a sua vida e dos seus familiares que tanto ama ,muitos beijinhos ca estarei esperando por você do seu amigo Emanuel que tanto preza e admira com muito carinho.

    ResponderEliminar
  6. Existem prioridades e a família é uma delas!
    Ambas sabemos do que falas!

    Até já Fê e muita força.

    beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
  7. Fê a vida tem altos e baixos, tu sabes disso mas, felizmente, os baixos duram pouco apesar de a nós nos parecer uma eternidade. Não te feches no meio dos problemas porque fazer o que gostamos dá-nos vida, vida essa que acaba por encontrar a solução para os períodos menos bons. Espero que tudo se resolva e consigas o que desejas. Ficaremos à tua espera e torcendo por ti. Bom fim de semana Amiga. Beijinhos

    ResponderEliminar
  8. Estamos sempre por um fio....ninguém se dá conta!
    Beijo Lisette.

    ResponderEliminar
  9. estarei por aqui, desejo que tudo corra pelo melhor.

    seguir em frente, nem sempre é fácil, mas...temos mesmo de seguir!

    um beijo

    :)

    ResponderEliminar

  10. Espero aqui por ti. Afinal, o que serão cinco minutos?

    Beijinho grande.

    Laura

    ResponderEliminar
  11. Eu conheço pessoas lindas
    que vivem distribuindo sorrisos
    Eu conheço pessoas que sofrem
    e mesmo assim comunicam alegria
    Eu conheço pessoas incompreendidas
    que sabem compreender
    Eu conheço pessoas íntegras
    que caminham semeando a paz
    Eu conheço pessoas sábias
    que levam o
    entendimento a toda parte.
    Que Deus te abençoe muito ,
    que tenhas um final de semana
    de muita paz e amor.
    Que as bençãos do Senhor venham
    sem medidas sobre tua vida.
    Beijos com infinito carinho e ternura.
    Evanir.
    Minha querida veja que lindeza esta a postagem do meu log quero muito levar vc também amada vc deixa?

    ResponderEliminar
  12. Muita, força!

    E nem sei que mais dizer, que estamos por aqui, também sempre com pouco tempo, mas disponível para ouvir.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  13. Toda solidariedade do mundo cabe neste comentário.
    Um beijo

    ResponderEliminar
  14. Não te vais embora ...assim!

    ... compreendo-te!

    Lamento o peso que carregas ! E a frase de Natália Correia faz todo o sentido!

    Beijinho grande e ...que dizer mais? às vezes por mais palavras reconfortantes que existam, nunca são suficientemente reconfortantes...há casos e casos!!! Não te entregues completamente, nem te dês por vencida!

    Outro beijinho maior que o outro!

    ResponderEliminar
  15. Nossa amiga Fê gostei muito do que li!

    Beijos em em seu coração !

    Fernanda Oliveira

    ResponderEliminar
  16. Deixando-lhe um beijinho neste tempo em que dificilmente é fácil para alguém :(

    ResponderEliminar
  17. Quando leio um até breve me da muita tristeza sou sua seguidora a bastante tempo.
    Por não poder digitar por muito tempo eu passo deixando uma mensagem .
    Hoje foi diferente quero desejar a vc todas as bençãos divinas.
    Que tudo se resolva só poço orar e pedir a Deus toda felicidade bem merecida .
    Um abraço Deus abençoe seu final de semana beijos , Evanir.

    ResponderEliminar
  18. De vez em quando é preciso parar, para regressar com mais forças.
    Beijinho, amiga Fê

    ResponderEliminar

  19. Apareceste... e desapareceste?!!

    Beijinho, Amiga.

    Laura

    ResponderEliminar

Todos os comentários serão respondidos e as visitas retribuídas.
Prometo ser tão breve quanto a minha saúde e disponibilidade o permitir.
Obrigada, por me darem 5 minutos do vosso tempo.