terça-feira, 12 de novembro de 2013

Isto vai, caro amigo.




ÇA IRA


Isto vai, caro amigo.
Não como nós queremos, é certo,
mas isto vai.

Por noites de insónia e alcatrão
por laranjas e lábios ressequidos
por desespero na voz e escuridão
isto vai, caro amigo.

Por mágoas acesas e relógios
pelo sabor dos braços na alegria
pelo odor das plantas venenosas
isto vai, caro amigo.

Pelo cabo axial que liga a nossa esperança
pela luz dos cabelos, pelo sal
pela palavra remo, pela palavra ódio
isto vai, caro amigo.

Pela ternura e pela confiança
pela vontade e força, as nossas casas
pelo fervor com que inventamos (e depois calamos)
isto vai, caro amigo.

Pelos carris do medo, pelas árvores
pela inocência e fome, pelos perigos
pelos sinais fraternos, pelas lágrimas
isto vai, caro amigo.

Pela rudeza do espaço
e em jardins falsíssimos

isto vai, caro amigo.

 João Rui de Sousa



João Rui de Sousa é um poeta discreto e de grande qualidade. Nasceu em 1928. Continua a publicar. O seu último livro é "Quarteto para as próximas chuvas", ed D. Quixote. Iniciou a publicação de poesia na revista CASSIOPEIA que fundou com António Ramos Rosa e José Bento.

19 comentários:

  1. Um belo poema de um poema que não conhecia...mas com ele concordo: ÇA IRA!

    Um beijinho grande, amiga.

    ResponderEliminar
  2. Claro que vai...mesmo de cajado na mão :P

    Belísimo poema.


    Beijinho

    ResponderEliminar
  3. Não conhecia nem o poema nem o poeta. Mas é um poema de esperança e de força e é disso que mais precisamos quando sentimos a perda.

    Beijinhos amigos.

    ResponderEliminar
  4. A alegria quem me da é você que
    leva seu carinho no meu blog.
    A algum tempo meu céu anda
    um pouco nublado e os Dias meio cinzentos.
    As noites um pouco longa ,
    mais sem perder o brilho das estrelas.
    E o encanto da lua brilhante
    beijando meu rosto.
    Obrigada por você existir na minha vida,
    obrigada por me ajudar a superar tantos
    momentos de incertezas.
    Que Deus abençoe você e eu beijos , Evanir.
    Deixei mimo de agradecimento na postagem.
    È simples mais de todo coração.
    Com você quero comemorar 500.000 Visitas
    e tenha certeza , você faz parte da minha historia.
    Eu acredito em Deus.

    ResponderEliminar
  5. Isto tem de ir, cara Amiga!
    E que ao ter de ir, que vá por tudo o que o poeta mencionou e por mais o que não disse, mas eu preferia que os jardins fossem verdadeiros e não falsíssimos!:)

    Belo poema, amiga Fê!

    A 'decoração' sempre um primor. Deves gastar um dinheirão com designers de interiores...:)

    Beijinho:)

    ResponderEliminar
  6. Lindo poema!
    Obrigada pelo recadinho e pelo carinho.
    Bjus

    ResponderEliminar
  7. Versos de quem se levanta
    e faz levantar
    para serem ditos
    a cantar

    Isto vai, isto vai
    minha amiga
    isto vai!

    ResponderEliminar
  8. Fê, gostei da guitarrada, inspira-me!

    Beijinho

    ResponderEliminar
  9. Isto vai Prima, isto vai...
    por entre todas as dificuldades, havemos de nos erguer.
    Curioso, que este era o lema da nossa campanha eleitoral, isto vai meus amigos isto vai.
    Mal sabia eu quem era o autor ...

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  10. Não conheço o autor, mas é um grande poema.
    E pode ser musicado.
    Fé, tem um bom resto de semana.
    Beijo, querida amiga.

    ResponderEliminar
  11. O que nós queremos é que vá, nem que seja devagar. Pouco a pouco chegaremos lá. Beijinhos

    ResponderEliminar
  12. De que me vale ter presa se o mundo me conduz ,de que me serve ser vagaroso se o tempo não me espera ,sigo apenas com a devida cadencia da vida onde tudo se resolve enquanto houver esperança .Muitos beijinhos ,parabéns pelo lindo momento .

    ResponderEliminar
  13. Se não for a bem, tem de ir a mal, amiga Fê
    Beijinho

    ResponderEliminar
  14. Olá amiga Fê, como vai ?
    Poxa cada vez que venho aqui, tenho uma surpresa... rs o blog está maravilhoso !
    E o poema... nossa muito profundo nas palavras... diferente, eu amei ler-te minha querida.

    Beijos em seu coração !

    ResponderEliminar
  15. confesso que não conhecia o autor, mas que é um belíssimo poema é.
    e muito actual.
    gostei!
    beijos.

    :)

    ResponderEliminar
  16. Ir é preciso, com força e fé! Lindo! beijos,tudo de bom,chica

    ResponderEliminar

Todos os comentários serão respondidos e as visitas retribuídas.
Prometo ser tão breve quanto a minha saúde e disponibilidade o permitir.
Obrigada, por me darem 5 minutos do vosso tempo.