segunda-feira, 19 de abril de 2021

"A valsa, é a primeira dança do mundo; pelo menos é a única dança, em que há poesia. " *

* Machado de Assis


como pintura em tela 
 de cetim eu me vesti 
fizeste-me sentir bela
 no teu olhar me perdi

a tua mão segurei
no teu corpo me envolvi
 nos teus passos embalei
no teu rosto adormeci

 hoje lembro com ternura
 o teu olhar de paixão
 os momentos de loucura
 o vestido pelo chão

.
 Fê blue bird 

 ~~*~~

Valsa para um tempo que passou - António Portugal


~~*~~

38 comentários:

  1. Em jovem dancei muitas vezes a valsa. É uma dança linda, maravilhosa, sensual. Gosto muito.
    .
    Um dia feliz … abraço poético.
    .
    Pensamentos e Devaneios Poéticos
    .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Infelizmente nunca aprendi a dançar a valsa, mas gosto muito de ver quem a dança bem.

      Dia feliz também para si, Ricardo.

      Abraço

      Eliminar
  2. Magnífica publicação!!!!
    Tudo, tudo, tudo um deslumbramento.
    Fê, afinal a perfeição existe.
    Beijo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Teresa,
      obrigada por tão elogioso comentário.
      Fico feliz por ser tudo do seu agrado.

      Um beijinho.

      Eliminar
  3. Machado de Assis, autor que muito aprecio. Não lhe conhecia
    esse gosto pela dança, em especial a valsa.
    E o mote foi desenvolvido na perfeição, num ambiente romântico
    com glamour e muita sensibilidade.
    "a tua mão segurei
    no teu corpo me envolvi
    nos teus passos embalei
    no teu rosto adormeci"
    Belo!
    Adorei, Fê.
    Beijos
    Olinda

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olinda,
      Descobri esta frase dele, e também fiquei surpreendida.
      A valsa é a dança mais romântica e o tango a mais sensual, para mim obviamente :)
      Fico muito feliz por ter gostado.

      Um beijinho e feliz semana!

      Eliminar
  4. Olá, amiga Fê!
    Belíssimo poema, aqui nos presenteia!

    Amor, ternura, beleza, e a sensualidade de uma dança...

    Gostei muito!

    Votos de uma excelente semana!

    Beijinhos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Mário.
      Descobri o gosto pela dança já tarde, e tenho pena de não o ter desenvolvido.

      Retribuo os votos de feliz semana também para si, meu amigo.

      Beijinho.

      Eliminar
  5. Boa tarde
    Peço perdão pela minha sinceridade mas fico sinceramente feliz quando leio algo assim belo.

    JR

    ResponderEliminar
  6. Um post muito, muito belo, desde o poema, ao som das guitarras.
    Abraço, saúde e boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Elvira,
      Gosto muito do som das guitarras, neste vídeo, a guitarra portuguesa e a clássica.

      Beijinho, e boa semana com muita saúde, também para si .

      Eliminar
  7. O Poema é tão ternurento!
    Adorei esta valsa ao som das guitarras... Quando era mais nova não havia festa ou baile que não tivesse a sua valsa. Diferente claro. A Imagem também é maravilhosa!:)
    -
    Escondi os olhos em pranto...
    -
    Beijo e uma excelente semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Cidália.
      Há alguns anos, tive aulas de danças de salão, mas depois por motivos de saúde interrompi, não cheguei a aprender a dançar bem a valsa e tive pena, pois adoro ver dançar.

      Beijinho e feliz semana !

      Eliminar
  8. Um poema que vale pela simplicidade e pela ingenuidade com que expressa um sentimento.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  9. Belo post...pra olhar, ouvir, dançar e sonhar!

    😍😊😘

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agora só pode ser assim amiga Ane,
      nada de aproximações 😊

      beijinho

      Eliminar
  10. Machado de Assis tinha razão, mas acho que qualquer dança tem a sua dose de poesia como a vida.
    Gostei muito.
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estou de acordo consigo Marta,
      a poesia está presente em tudo na vida, e a dança, é poesia em movimento.

      beijinho grato.

      Eliminar
  11. A minha amiga e a sua paixão pela dança. Aqui és uma autoridade!
    Tudo de bom para ti e para os teus. Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh! Amiga, há quanto tempo não danço, e que bem que me sabia agora 😊

      Tudo de bom também para ti e para quem amas.

      beijinho grande

      Eliminar
  12. Bom dia de paz, querida amiga Fê!
    Sinto tanta ternura em seu poema e, aliás, no conjunto do post. Dançar assim juntinho no compasso do Amor é maravilhoso e sensual na medida necessária.
    Que lindos os versos finais!
    Vestir-se linda para ser desvestida por e com Amor. Perfeito!
    Muito obrigada pelo seu carinho na minha ausência.
    Sua força me revigora.
    Deus a abençoe junto aos seus.
    Beijinhos carinhosos e fraternos
    🐛🦋🌼🐦🐞🌻🌷🌺🌈🍀🙏😘

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa tarde querida Rosélia,
      Um poema simples, que embala a saudade de momentos partilhados.

      Um beijinho querida amiga, com o desejo profundo que esteja bem.

      Eliminar
  13. Um belo poema muito bem "valsado" ao som da Guitarra Portuguesa, Blue Bird!

    Beijinho grande :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Maria João, obrigada.
      Um poema muito simples, que me levou a tempos passados, muito bem passados :)

      Beijinho grande também para si.

      Eliminar
  14. Maravilhosa dança essa! Tão bem inspirada a poesia emblada ao som de uma valsa! Beleza! beijos, tudo de bom,chica

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que saudades de dançar assim, amiga Chica.
      Fica o breve poema.

      Beijinho grande, e obrigada.

      Eliminar
  15. Sempre gostei de dançar, se bem que a valsa é uma dança que requer algum talento para os passos serem compassados com o parceiro.
    Mas, agora deu-me uma saudade dançar.
    Há quanto tempo nao danço?
    Gostei muito do poema e da postagem.
    Boa semana com muita paz e saúde.
    Beijinhos
    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Piedade,
      também gosto de dançar, tens razão, a valsa requer conhecimento e sintonia com o par.
      Também tenho saudades de dançar, aliás ultimamente tenho saudades de tanta coisa, minha amiga.
      Boa semana também com paz e saúde para ti, e para os teus.

      beijinho grato
      :)

      Eliminar
  16. E que bem que dançaste com as palavras!
    Momentos que não esquecem e que trazem boas recordações.
    Poema lindo a acompanhar o som da guitarra.

    Beijinhos Fê

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Manu,
      Agora só danço mesmo com as palavras :)
      Adoro o som da guitarra, acho que aqui, ficou muito bem.

      Beijinho grato.

      Eliminar
  17. Casualmente llego a tus versos, m ha gustado leerte, volveré
    Un abrazo
    Carmen

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem-vinda Stella.
      Brevemente retribuirei a sua visita.
      Grata pelas suas palavras.

      Um beijinho.

      Eliminar
  18. Machadão sabia das coisas.
    Há poesia na dança, no dedilhar de uma viola e a valsa tem este glamour.
    Muito bela sua inspiração neste poema encantado e reminiscente.
    Aplausos pela valsa das palavras tão belas e poetizadas.
    Beijo amiga.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada amigo Toninho.

      A poesia está em tudo que é belo. A dança e a música fazem parte desse mundo mágico, que nos alimenta os dias.

      Beijinho também para si.

      Eliminar
  19. Maravilhosa esta publicação, sobre o tema... um leque de escolhas de primeira, Fê! Tudo com a sensibilidade e bom gosto de sempre! Adorei!!!
    Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada querida Ana,

      Fico muito feliz por as minhas publicações serem do seu agrado.

      Um grande beijinho !

      Eliminar

Todos os comentários serão respondidos e as visitas retribuídas. Prometo ser tão breve quanto a minha disponibilidade o permitir. Obrigada, por me darem 5 minutos do vosso tempo.