terça-feira, 29 de junho de 2021

- QUAL É A VOSSA OPINIÃO ?

e assim passo os meus dias, entre tristezas e alegrias, plantas e poesias.

Rita Lee - Saúde



*

será que se pode fazer um soneto de amor
sobre uma couve-flor ?

e as alfaces e os pepinos não ficariam bem
em versos alexandrinos ?

e a videira e o pimento, com as sílabas contadas
  em rimas alternadas ?

e as ervilhas, o feijão, a salsa, coentros, manjericão,
não são dignas de um refrão numa qualquer canção?

-  QUAL É A VOSSA OPINIÃO ? 


foto e texto - Fê blue bird


~~*~~

AS VOSSAS PRECIOSAS (EMENTAS) OPINIÕES :


****


Tudo pode e deve ser feito
com carinho e muito amor
uma gostosa saladinha
com fresca couve-flor

Juntando alface e pepino
com o pimento e videira
ficava uma ótima sopinha
com um sabor à maneira

Depois junta-se coentros
ervilhas e manjericão
a salsa vem a seguir
e está pronta a refeição.

****


Poeminha ao brócolis e à couve flor


Somos flores viçosas, gostosas,

Alimentação saudável, vitaminas

Indispensáveis, tão necessárias.


Incluirmos na refeição é ótimo!

Dão energia e vigor leve, ritmo

Ao corpo que está bem abatido.


Diariamente é excelente, uma vez

Ou outra não causa enjoo, agrada,

Nutrientes nosso corpo necessita.


Na Pandemia, estamos oxidados,

Comemos lavados, com cuidados,

Saúde física a ajudar a emocional.


****


Com tão apetitosos condimentos
Tomate, alface, pepino, coentros
Todos frescos no seu esplendor
O pimento, as ervilhas, o feijão
Juntos dariam uma bela refeição
Se cozinhados com couve-flor.


****


Meu pensamento é concreto:
desde que haja amor
podemos fazer soneto
até sobre couve-flor

Para fortalecer os enlaces
na horta tem maravilhas
tem feijão e pimentão,
tem pepino e tem alfaces.
E para alegrar o coração
tem alecrim e ervilhas,
salsa, coentro e manjericão.

Tudo é lindo lá na horta
Tudo é cheio de sabor
Mas a beleza que importa
Quem descreve é o Amor.

****


O João, cabo-verdiano
habituado a converter
uma encosta inóspita
numa verdejante horta
veio ter comigo
e de pronto
salta para o terreno
que lhe aponto

Resposta pronta
"Senhor Rogério, vai dar trabalho
mas a terra tem húmus,
será compensador o esforço..."

E pronto está à vista
a primeira "horta comunitária"
no meu bairro.

****


Haikai.

Que Cabeleira!
Plantação de repolhos_
Colheita feliz. ]

****

– 07.12.2018 – 11.02h


“UM DIVINO PITÉU”
*
(Soneto Alexandrino)
*

Da posta de corvina em cama de chalota,
Ao “risotto” de pota em cima de erva fina
Com flor de tangerina ao molho de ricota
Que fazendo batota enchi de margarina,
*

Criei, fiquei devota e fui seguindo a sina
Daquilo que combina, ainda que a bolota
Assada em terracota afiance a proteína
E nos mate a famina, evitando esta nota.
*

A Chef irei chegar, pois criativa sou,
E se alguém não gostou deste épico manjar,
Delego o meu lugar noutro qualquer “pivot”;
*

Confesso que “bispou”, mas convido a provar,
Pois pode o paladar mostrar que me enganou
E o pitéu dar um “show” de dimensão estelar!


****



Com sua licença...

"Hortelã " que tão bem cheira, dai-me licença de entrar
só para dar opinião e também meu versejar...


A ervilha e o feijão
foram os dois prá folia
nenhum quis dizer que não
nesta horta d'alegria.

Vieram acompanhar a salsa
os pezinhos de coentrada
ambos dançaram a valsa
felizes, mai'la boa vinagrada.

E assim na despedida
deste Junho sem festejos
quero crer em melhores dias
mesmo sem abraços nem beijos.


****


2016-03-18 

Somente ir…
Num golpe d’asa voar

Chegar de madrugada
para ver o sol raiar
gritar ao vento
à baía e ao mar

Ver kindas e kintandeiras
de pano garrido
sem bainha
colocado a preceito
que esconde e sobressai
corpo de ébano
rainha

Nas trancinhas  
búzios- continhas
qual jóias alinhadinhas

Na voz clara
soa a África
a quissange e a tambor
um rimado apregoar
de tão gostoso sabor

Tem jinguba e maracujá
Tem carambola e cará
Batata doce docinha
Tem chá capim bem verdinho
Tem fuba tem mandioca
Tem banana e fruta pinha
Tem caju e tem maboka

E quando a kinda
vazia
volta ao kimbo
a alegria
que leva a kintandeira

E parto

 Rumo ao pôr do sol
que se vai banhar na ilha

Vou jantar
aos pezinhos n' água
olhando o horizonte
vendo a noite chegar

Que maravilha

E nos dias a seguir
vou por aqui e ali

caminhando sem destino
para as saudades matar
e duma vez arrancar
este apego desmedido

que me mata o coração
numa dor 
já sem sentido

****



O amor não possui regras.
Ama-se incondicionalmente.
O soneto é tão somente
Pra poetas experientes.

Não tem estrofes a couve-flor
Alfaces e pepinos também não tem
São bons pra dias de calor.

Como não escrevo soneto
Farei versos à minha maneira
Poesia, prosa ou poemeto
Já entrei na brincadeira.

A videira e o pimento
São plantas maravilhosas
Ervilhas, o feijão,
Culinária bem gostosa

Temperos como coentros, manjericão,
Estão na mesa dessa brasileira
Que é uma desastrada cozinheira
De forno e fogão!


****


Beirã · Rui Veloso


****


Ah, se o mundo cozinhasse
Desta forma, com tanto amor
Talvez nada sobrasse
Nem a sopa de couve flor


****


Ai quem me dera ter uma horta,
Que me desse o que fazer
Para não pensar nesta vida torta
Que agora nem se deixa viver...



****************

sexta-feira, 25 de junho de 2021

há dias assim...

 ... com ventos e sombras.

 vislumbro um pequeno arco-íris ao longe

sinal que nada está perdido.


vídeo- Dhafer Youssef - Winds And Shadows
imagem -Aberrant Beauty

~~*~~

BOM FIM DE SEMANA !

__Fê blue bird__


segunda-feira, 21 de junho de 2021

Vou tocar a noite.

"Um músico de verdade é julgado por sua capacidade de tocar acordes lentos."




lentamente
vou tocar a noite
caindo cada nota
 na melodia do sonho
saltando a escala
 da ilusão e da verdade
 sem sobressaltos
nem tons malditos 
e se desafinar
por favor
não me "acordes" !

__Fê blue bird__


~~*~~

imagem - Sergey Kobylko
vídeo -Night - Ludovico Einaudi

*

sexta-feira, 18 de junho de 2021

olha e escuta, apenas ...

 
Fonte da imagem: Lynn Emery/ Creative Photo Awards

Ennio Morricone – Gabriel's Oboe


~~*~~

BOM FIM DE SEMANA !

__Fê blue bird __

quarta-feira, 16 de junho de 2021

Papagaios de Papel



Com o semblante triste, Matilde olhava a paisagem.  A vista daquele lugar era incrível, espantosamente bela.

Tinha escolhido aquela esplanada, porque fora ali, que o olhar das duas se tinham cruzado pela primeira vez.

Estava tão alto que podia ver,  os papagaios de papel que voavam sobre as cabeças das crianças, e as copas das árvores coloridas. Era início da Primavera, num daqueles dias em que tudo parece perfeito.

Verónica aproximou-se nervosamente, sentou-se, ajeitou os  óculos, não olhando directamente para  Matilde :

-Desculpa atrasei-me, o trânsito estava insuportável.

-Não faz mal, senta-te, o que queres beber? 
 -Só um café. 
Enquanto a empregada servia o café, Matilde tentava impedir as lágrimas que os seus olhos teimosamente pediam. Num impulso pegou nas mãos de Verónica e com voz quase inaudível :
-  Estou muito cansada. Cansada de tanto me esconder, de tantos nãos, de caminhar sozinha numa estrada sem fim, preciso...
Verónica, pediu-lhe que parasse!
 -Desculpa, pensei bem, mas não te posso dar o que procuras. Lamento, mas esta não é, nem pode ser, a minha luta . 
Levantando-se, entregou-lhe um papel dobrado :
 - Para leres depois.
Virou as costas e saiu.

Matilde tentou falar, só que já não haviam mais palavras. Mergulhou num misto de culpas e de certezas. Desdobrou o papel, e leu, em letras irregulares e finas: 
" Não sei o que me assusta mais, se o desejo que nos esmaga, se a nossa infinita capacidade para o esmagar."

Lá em baixo, impelidos pela força do vento, os papagaios de papel, bem seguros,  continuavam voando...


__Fê blue bird__

 

segunda-feira, 14 de junho de 2021

Anjo da Guarda


Angel Painting' by ReneaL.

Acredito que tenho um Anjo da Guarda, que de vez em quando me visita, e de mansinho, e em veludo,  pousa no meu ombro.
Imagino-o pequenino, azul brilhante, e com asas de renda transparentes.
Ontem à noite, a angústia invadiu dolorosamente o meu peito. Estava agitada, não conseguia adormecer.
Foi quando senti a sua presença, uma leve e delicada vibração no meu ouvido. 
"- Não te preocupes, não chores, tudo vai correr bem ! "
E ali ficou, ternamente, protegendo-me e perfumando-me, com palavras de alento e aconchego.
Só quando parei de soluçar, ele foi embora. 
Há muito que não tinha uma noite tão serena.

Acredito que tenho um Anjo da Guarda, que de vez em quando me visita, 
ele sabe, quando preciso dele.

__Fê blue bird __

~~*~~


Robbie Williams - Angels

 

sexta-feira, 11 de junho de 2021

Podemos ter saudade do que nunca tivemos ?


 
@


 saudade
da vida partilhada
da infância agitada
de contigo brincar
do teu ombro chorar
de jogar às escondidas
das palavras proibidas
dos segredos guardados
 dos afectos trocados.

 saudade, do que nunca tive

da cumplicidade
de sentir tua mão
de ter um irmão
.


 há sentires, que só um irmão compreende. dores que só com ele partilhamos.
 conselhos que só eles sabem dar . um filho único percorre sempre um caminho solitário. 


_Fê blue bird_

~~*~~

Luís Trigacheiro - Meu Nome É Saudade

quarta-feira, 9 de junho de 2021

Lado a Lado !

09/06/1984


lado a lado
selámos desejos 
quimeras feitas e desfeitas
na imensidão do areal da vida.

lado a lado
rimos e chorámos
partilhando tormentas e calmarias  
enlaçados num mar de ilusões.

lado a lado
tantos anos depois
  marcamos ainda na areia
a passagem das nossas emoções.





__Fê blue bird__


~~*~~


Diana Ross & Lionel Richie Endless Love 1981


~~*~~



Presente da minha amiga Rosélia:  Obrigada !

domingo, 6 de junho de 2021

Vaidade



foto minha-23/05/2021




no pomar 
há sempre uma árvore renitente
 que rejeita os frutos para manter a cor e o perfume da primavera.
mais tarde, aquela árvore 
há-de sentir a nostalgia maternidade
e o excesso de seiva revoltada
vai afogá-la na sua vaidade.

 e o outono não perdoa,  árvores estéreis sem alma !


__Fê blue bird__



~~*~~

Within Temptation - The Truth Beneath The Rose

quinta-feira, 3 de junho de 2021

meu mar...



fotos minhas


com olhos de céu e lágrimas de mar 
abracei o vento, deixei-me levar. 

 perguntas sofridas fechadas, sem ar 
esquecidas, mantidas em qualquer lugar .

 com olhos de vento e lágrimas de céu 
procurei a vida, que desapareceu.
 
 respostas veladas, cansadas, vividas
 amargas, sonhadas e por mim perdidas.

com olhos de mar e lágrimas de vento 
perguntas sem resposta, passou o momento.

__Fê blue bird__


Dulce Pontes-Canção do Mar

 


~~~~*~~~~

Não resisti a este apelo da  amiga Calu , no seu blogue " Fractais da Calu " :

*Pare e veja a foto desta praia do sul e transporte-se para lá nesse dia claro, ensolarado, convidativo à alegria do desfrute dadivoso de um lugar assim, de uma beleza assim, de uma paz assim...

Eis a minha humilde participação :



Por um dia na praia


sinto o cheiro intenso do mar 
embriago-me pelo seu aroma 

 estendo-me na areia 
os seus grãos acariciam-me

 o sol purifica-me

 mergulho neste mar 
deixo-me abraçar pelas suas ondas

 à natureza me entrego completamente
 e nesta simbiose...

encontro-me !
.

__Fê blue bird__

*

terça-feira, 1 de junho de 2021

quando eu crescer...

*


quando eu crescer, criança, quero ser !


vou ser pequenina

sardenta, traquina.

subir num balão

feito de sabão.


pintar flores no céu

 dormir de chapéu.

morar num castelo

cor de caramelo.


abrir a janela

tocar uma estrela.

sonhar que acredito

que o mundo é bonito.

*

se for para crescer, e criança, não ser...


não quero nascer !


não quero ser mulher !





__Fê blue bird__


~~*~~

Toquinho - Aquarela