terça-feira, 1 de junho de 2021

quando eu crescer...

*


quando eu crescer, criança, quero ser !


vou ser pequenina

sardenta, traquina.

subir num balão

feito de sabão.


pintar flores no céu

 dormir de chapéu.

morar num castelo

cor de caramelo.


abrir a janela

tocar uma estrela.

sonhar que acredito

que o mundo é bonito.

*

se for para crescer, e criança, não ser...


não quero nascer !


não quero ser mulher !





__Fê blue bird__


~~*~~

Toquinho - Aquarela

 

49 comentários:

  1. Dia da Criança!
    Uma bela homenagem em forma de poesia.
    Parabéns Fê.
    Boa semana!
    beijinhos
    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Apesar de o dia da criança ser todos os dias, gosto sempre de o dedicar, à criança que eu fui, e que ainda sou :)
      Obrigada, Piedade.
      Feliz semana!

      Beijinhos

      Eliminar
  2. Homenagem poética lindíssima à criança e ao seu dia mundial. O Dia da Criança deveria ( não é no mundo ) ser todos os dias. Mas...
    Deixo o meu elogio a tão sedutor poema.
    .
    Abraço poético.
    .
    Pensamentos e Devaneios Poéticos
    .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Partilho inteiramente da sua opinião, Ricardo.
      Agradeço o seu simpático elogio.

      Abraço poético para si também.

      Eliminar
  3. Mais um dia de... desta vez da criança.
    Gostei de ler o poema e de ver o vídeo.
    Publicação perfeita como sempre.
    Semana primaveril em beleza 🌻

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É bom sinal...vê-los passar, Teresa :)
      Fico feliz por ter gostado de ambos.
      Obrigada.
      Sim, uma semana perfeita!🌻

      Beijinho

      Eliminar
  4. ADOREI e temos sempre que manter a criança em nós. LINDA homenagem! bjs, ótimo JUNHO! chica

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vamos fazendo por isso, amiga Chica.
      Feliz Junho também para si.

      Beijinho grato

      Eliminar
  5. Olá, amiga Fê.
    As crianças, são tudo aquilo que de mais belo há no Mundo.
    Embora o dia de criança, seja todos os dias de todos os dias, merecem ter um dia especial.

    Muito lindo o seu poema!
    Parabéns, pela inspiração!

    Beijinhos, e feliz terça feira!


    Deixo aqui um poema que escrevi em 2007, quando a minha neta mais velha fez 5 anos.



    SÓ TU DOCE CRIANÇA


    Nas tuas mãos um papel
    Pode ser de mil cores
    Um soldado sem quartel
    Ou um jardim com flores

    Um avião que não pousa
    Uma bala que não mata
    Um cavalo sem arreata
    Que não conhece senhor

    Um irmão com quem tu brincas
    À apanha, e ao pião
    Um pão quente que tu trincas
    Como só se trinca o pão

    Pai que te faz companhia
    Nos teus sonhos sempre belos
    Uma mãe quente e macia
    E que te afaga os cabelos

    Tudo quanto a vista alcança
    E possas imaginar
    Que só tu doce criança
    Consegues reinventar.

    Mário Margaride


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, amigo Mário.
      Se há dias para quase tudo, porque não o da criança ? Aliás, foi proclamado em Genebra, em 1925, portanto já lá vão muitos aninhos.

      Que lindo o seu poema meu amigo, imagino como ama a sua netinha. Um amor que, com muito pena minha, ainda não conheço.
      Parabéns, também para si e obrigada.

      Beijinhos, feliz terça-feira também para si!

      Eliminar
  6. Pois, uma bela junção a música de Toquinho, aquarela, com este poema que ronrona feito um gato quando abrem as asas e saem voando pela casa. Lindo poema, Fê!
    Beijinho, minha amiga!
    Cuide-se bem!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Adoro esta música de Toquinho, nunca me canso de a ouvir.
      Obrigada pela sua bonita apreciação, amigo José Carlos.

      Um beijinho!
      Cuide-se bem também !

      Eliminar
    2. Leia-se "abre" e"sai".
      A catarata está me deixando em maus lençóis.

      Eliminar
  7. Que LINDO, Fê!!
    Um publicação adorável neste dia de celebração.
    O mundo é lindo, basta nós querermos.
    Beijo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Teresa!
      Um dia que gosto de celebrar.
      O mundo é lindo, mas...

      Beijinho!

      Eliminar
  8. Olá, querida amiga Fê!
    Vidro lindo!
    Pintar flores no céu é linda brincadeira. Acabo de ver um 💙 no céu.
    Fotografei e outra hora vou postar.
    Morar num castelo e imaginar que o mundo é belo... Tão bom ser criança!
    Que nossa menina Interior nunca se afaste de nós. Como ele nos faz falta se sai pelos campos a brincar... Aí vamos atrás, à procura correndo de pique...
    Lindo post poesia!
    Tenha um mês de junho abençoado!
    Beijinhos carinhosos e fraternos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, querida e doce amiga Rosélia.
      Ser criança é poder tudo imaginar, sem limitações.
      Concordo e sublinho : "Que nossa menina interior nunca se afaste de nós."

      Obrigada querida amiga.
      Feliz e abençoado Junho para si também!

      Beijinho com amizade.

      Eliminar
  9. Boa tarde
    Um belíssimo poema com um vídeo de Toquinho que aprecio muito.
    São sempre maravilhosos estes cinco minutos.

    JR

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa tarde JR.
      "Aquarela", é sempre inspiradora.
      Obrigada por estar aqui.

      Um abraço.

      Eliminar
  10. Guardemos sempre em nós um pouco de criança, do melhor que a criança é.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fá,
      Esse é também o meu pensamento. Nunca deixar a nossa criança desparecer.

      Beijinhos.

      Eliminar
  11. Uma poema que merece aplausos. Muitos aplausos.
    Homenagem maravilhosa!

    ~~
    Beijo
    Boa noite 🌹

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pela simpatia e apreço, Cidália.

      Beijinho

      Boa tarde :)

      Eliminar
  12. A música não podia estar mais a condizer com o dia da criança.
    Belo poema.
    Quem nos dera ser sempre crianças.
    Excelente post!
    Beijinhos Fê.
    😘

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esta música é intemporal.
      Um desejo que partilho, amiga Manu.

      Beijinho grato.

      Eliminar
  13. Lendo o que acabei de ler
    dou por palpite
    que em tua mente
    estando à beira de te tornares
    adolescente
    serás criança
    sempre que queiras

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Rogério,
      Que bom seria se tudo o que escreveu fosse verdadeiro.
      Tenho dias...

      Um beijinho.

      Eliminar
  14. Que bom que é pintar balões, escorregar pelo arco-íris e subir ao Topo do Mundo.... Que bom que é ser-se criança...
    Ás vezes, ainda penso que, apesar de todas as guerras, o Mundo é um lugar bonito.
    Gostei muito.
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Marta.
      O Mundo é um lugar bonito, habitado por alguma gente, que o desfeia.
      No mundo infantil, que devia ser maravilhoso, há também tanta desigualdade.
      Fico feliz por ter gostado.

      Beijinhos.

      Eliminar
  15. Que bonita homenagem ao Dia da Criança, Blue Bird :)

    Beijinho grande!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um homenagem bem infantil, Maria João :)

      Beijinho grande para si também !

      Eliminar
  16. Adorei a cadência e a musicalidade.
    Os meus parabéns, Fê!

    Um beijinho :)

    ResponderEliminar
  17. Que o Grande Espírito proteja todas as crianças.

    Bom Junho e um abraço.

    ResponderEliminar
  18. As crianças são mesmo nossos anjos _ e o poema doce como tem que ser quando falamos delas.
    Ficou lindo essa dedicação do dia.
    Toquinho encanta também com essa 'aquarela' , nesse mundo encantado que ele desenha.
    Maravilha, Fê.
    _ aqui comemoramos em outubro .
    meu abraço forte e bons dias.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi assim que o imaginei, um poema doce e infantil, como se fosse uma criança escrevê-lo.
      Obrigada, Lis.
      Adoro Toquinho e Aquarela é intemporal !

      Abraço forte, para si também !

      Eliminar
  19. Linda forma de homenagear as crianças deste universo!!! Bj

    ResponderEliminar
  20. De uma delicadeza encantadora a homenagem poética que fizeste à Criança.
    Versos harmônicos, ritmo cadenciado, e o conteúdo, da alma. Muito sensível é o teu coração, Fê Blue. Sente-se à distância essa verdade.
    Beijo terno, e feliz quinta feira.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Maria Lucia,
      Obrigada pelo afectuoso e simpático comentário.

      Beijinho amigo , feliz quinta-feira!

      Eliminar
  21. Que lindo poema, Fê! Quando éramos criança, queríamos crescer, ficar adulta, tomar conta da casa, dos filhos, trabalhar ter contas para pagar;
    quando crescemos, queremos ser criança, sem conta para pagar, sem empregada para cuidar, sem casa, sem nada, só alguém para nos cuidar...
    Beijinho, amiga, adorei!
    Uma boa semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amiga Táis,
      Tem toda a razão, vivemos permanentemente ao contrário :)
      Fico muito feliz por ter apreciado a minha publicação.

      Beijinho, continuação de feliz semana !

      Eliminar
  22. Que poema terno e lindo, absolutamente sublime.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  23. É preciso acender este criança, esta menina que vem para fazer crer,
    que vale a pena, ter o coração criança e irrequieto.
    Que cada dia seja de reviver e dar forças para esta criança amiga.
    Muito bonito Fê.
    Bjs e paz.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A criança que está dentro de nós, amigo Toninho, de vez em quando, tem que nos acordar.
      Agradeço e retribuo de igual modo.

      Grande beijinho.
      Muita saúde e paz também para si, meu amigo!

      Eliminar
  24. Acho que estou nessa fase... com alguns intervalos, pelo meio... agora em modo pandemia fiz mais uma interrupção...
    Comecei ao contrário... cresci cedo demais, com a partida do meu pai aos 12 anos, após uma doença prolongada de 7 anos... depois resolvi acriançar... e tomei o gosto... quando as circunstâncias o exigem... cresce-se... quando tudo normaliza... volto ao meu estado de não me levar muito a sério... sendo a vida séria demais... temo-nos de nos rir com ela... até mesmo, quando ela se ri de nós!...
    Adorei a forma leve, como tão bem assinalou este dia, por aqui, Fê... e o tema musical... o que eu adorei recordar!!!
    Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Imagino o quanto deve ter sido difícil a sua infância, a doença marca qualquer idade, ainda mais numa fase tão precoce da sua vida.
      Faz muito bem, conviver e apreciar a criança que está bem viva dentro de si, amiga Ana.
      Gosto da sua filosofia de vida !
      !Aquarela" nos transporta sempre para um mundo mágico.

      Beijinhos.

      Eliminar

Todos os comentários serão respondidos e as visitas retribuídas.
Prometo ser tão breve quanto a minha saúde e disponibilidade o permitir.
Obrigada, por me darem 5 minutos do vosso tempo.