domingo, 22 de agosto de 2021

"Meu Olhar Espiritual na Pandemia"

Foi com imenso prazer, que aceitei o convite interactivo e fraterno, proposto pela minha querida amiga Rosélia Bezerra, para comemorar o 12º aniversário do seu blogue  ESPIRITUAL-IDADE. 

O tema reflexivo proposto, "Meu Olhar Espiritual na Pandemia" 

Preciso de estar só, oriento o jantar, e saio avisando que vou dar uma pequena volta. Entro no carro e minutos depois estou na praia, a que chamo minha, pois está quase sempre deserta,  felizmente hoje não é excepção.

Está um entardecer quente e sereno, diferente dos últimos dias agitados pelo vento norte, o sueste a fazer-se sentir.

Caminho descalça, sentindo os grãos de areia e as conchas perdidas, as ondas no seu vaivém constante, refrescam as minhas pernas cansadas.

Penso nestes estranhos tempos, na humanidade, nos meus, e em mim.

A minha alma tem estado ultimamente em desabrigo. Não tem porta, nem paredes, nem telhado, e muitas vezes nem chão. O choro e o sorriso misturam-se, escondidos por detrás da máscara protectora, e o meus olhos estão embaciados pelas imagens diárias de caos e terror. 

- Para onde caminhamos, meu Deus, qual o sentido de tudo isto ?

Preciso urgentemente de uma orientação, um sinal, que me indique que não estou perdida.

A areia começa a machucar-me os pés,  o cansaço, ou talvez o desânimo, fazem-me cair de joelhos. 

Curvo-me, ponho as mãos no peito, fecho os olhos e peço. . .


DIVINDADE, DEUS, PAI, MÃE NATUREZA


No silêncio desta noite que se agora se inicia, peço-Vos humildemente:

Orientação, Sabedoria e Coragem, para que a Humanidade reencontre o Caminho perdido.

Peço-Vos Perdão, pelas nossas fraquezas, faltas e atrocidades,

e pelos descasos e agressões com que temos tratado a Mãe Natureza.

Que o nosso Coração se encha de Luz, Bondade e Alegria,

para que a Vossa presença se faça sentir, a tudo e a todos que de nós se aproximem.

Revistam-nos com a Vossa Beleza e Paz,

 e que o AMOR seja, hoje e sempre, o Elo Que Nos Une.

Amém.
Namastê.
Assim seja !


Impulsionada por uma força desconhecida, levanto-me e elevo os olhos ao Céu agradecida, por ver a mais bela Luz que alguma vez vi,

- A LUZ DA PRÓPRIA VIDA ! -



Fê blue bird- foto e texto

*
Para si, amiga querida Rosélia, com todo o meu carinho.


O meu acróstico,  sob o olhar bondoso, da minha amiga Rosélia:

F iel nas amizades

E ntusiasma com bondade

R aridade no trato finíssimo

N ão desiste de nós

A humildade lhe pertence

N ada lhe deixa vencida

D a vida dura de obstáculos

nimada, faz partilha enriquecedora


 

Diferença entre Religião e Espiritualidade.


A religião não é apenas uma, são centenas.
A espiritualidade é apenas uma.
A religião é para os que dormem.
A espiritualidade é para os que estão despertos.
A religião é para aqueles que necessitam que alguém lhes diga o que fazer e querem ser guiados.
A espiritualidade é para os que prestam atenção à sua Voz Interior.
A religião tem um conjunto de regras dogmáticas.
A espiritualidade te convida a raciocinar sobre tudo, a questionar tudo.
A religião ameaça e amedronta.
A espiritualidade lhe dá Paz Interior.
A religião fala de pecado e de culpa.
A espiritualidade lhe diz: "aprenda com o erro"..
A religião reprime tudo, te faz falso.
A espiritualidade transcende tudo, te faz verdadeiro!
A religião não é Deus.
A espiritualidade é Tudo e, portanto é Deus.
A religião inventa.
A espiritualidade descobre.
A religião não indaga nem questiona.
A espiritualidade questiona tudo.
A religião é humana, é uma organização com regras.
A espiritualidade é Divina, sem regras.
A religião é causa de divisões.
A espiritualidade é causa de União.
A religião lhe busca para que acredite.
A espiritualidade você tem que buscá-la.
A religião segue os preceitos de um livro sagrado.
A espiritualidade busca o sagrado em todos os livros.
A religião se alimenta do medo.
A espiritualidade se alimenta na Confiança e na Fé.
A religião faz viver no pensamento.
A espiritualidade faz Viver na Consciência..
A religião se ocupa com fazer.
A espiritualidade se ocupa com Ser.
A religião alimenta o ego.
A espiritualidade nos faz Transcender.
A religião nos faz renunciar ao mundo.
A espiritualidade nos faz viver em Deus, não renunciar a Ele.
A religião é adoração.
A espiritualidade é Meditação.
A religião sonha com a glória e com o paraíso.
A espiritualidade nos faz viver a glória e o paraíso aqui e agora.
A religião vive no passado e no futuro.
A espiritualidade vive no presente.
A religião enclausura nossa memória.
A espiritualidade liberta nossa Consciência.
A religião crê na vida eterna.
A espiritualidade nos faz consciente da vida eterna.
A religião promete para depois da morte.
A espiritualidade é encontrar Deus em Nosso Interior durante a vida.
"Não somos seres humanos passando por uma experiência espiritual...
Somos seres espirituais passando por uma experiência humana... "
(Pierre Teilhard de Chardin)


*

75 comentários:

  1. Uma belíssima participação amiga. Desde o seu texto à imagem e finalizando o texto de Pierre Teilhard de Chardin, a merecer uma séria reflexão.

    Abraço, saúde e boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada amiga Elvira,
      pela sua apreciação relativamente ao meu texto reflexivo.
      Quanto a Pierre Teilhard de Chardin, se a Elvira quiser saber algo mais sobre a sua vida e obra, convido-a visitar este site.
      http://www.ihu.unisinos.br/78-noticias/591269-livro-explica-como-teilhard-de-chardin-uniu-sua-fe-com-sua-experiencia-de-mundo.

      Abraço, saúde e boa semana também para a amiga.

      Eliminar
  2. Olá, amiga FÊ!
    Seja bem vinda ao nosso convívio! Espero que esteja bem e revigorada.
    Muito interessante este seu texto/crónica, que aqui deixou.
    É sempre muito revigorante e relaxante, um passeio pela praia, e sentir a areia debaixo dos nossos pés.
    Gostei muito.

    Quando ao texto de Pierre Teilhard:não sendo crente, como já tive oportunidade de referir noutro contexto. E concordando com a perspectiva no que concerne às religiões, que estou plenamente de acordo. Já tenho outra perspectiva no que diz respeito à chamada espiritualidade.

    Na minha ótica, no meu entendimento, chamaria, de consciência, perceção da realidade, daquilo que o rodeia, e não espiritualidade. Que, honestamente, não sei que significado tem a palavra espiritualidade. Terá, para os crentes. Para mim, não tem significado algum.
    É apenas a minha opinião sobre o texto. Respeitando logicamente o autor.

    Gostei de a ver de novo aqui, amiga FÊ.
    Desejo-lhe uma boa noite, e uma feliz semana!

    Beijinhos, de carinho e amizade.

    Mário Margaride

    http://poesiaaquiesta.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, amigo Mário!
      Agradeço-lhe as boas-vindas. Felizmente estou bem, e desejo o mesmo ao meu amigo.
      É verdade, não há nada mais revigorante do que um passeio na praia, ainda mais se esse passeio servir para fazermos uma introspecção acerca de nós e do que nos rodeia.
      Chamo a este sentimento ou conexão, espiritualidade, o meu amigo dá-lhe outra definição, tudo bem também.
      Para mim é algo natural, simplesmente sigo o meu coração e a minha intuição, fazendo o que penso estar certo para mim e para os outros, sem regras nem obrigações.
      Não acreditar em Deus, ou não ser crente, não significa que não possamos ter uma experiência "espiritual", que não possamos sentir que estamos conectados a tudo o que existe.
      Também gostei de o ver aqui, amigo Mário.

      Beijinho e feliz semana !

      Eliminar
  3. Aplaudindo daqui! MARAVILHOSA, profunda e cheia de profundidade e intensidade! Adorei! Essa LUZ que nunca nos pode faltar, nos move a seguir! Parabéns pra Roselia e beijos às duas! chica

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estou grata pelas suas palavras amiga Chica.
      Também penso, que não podemos deixar extinguir essa Luz, a Luz da Vida !
      A nossa querida Rosélia, é uma força inspiradora e amiga, que tem o dom de unir os nossos corações.
      Beijinho grato.

      Eliminar
    2. Obrigada, querida amiga Chica.
      Beijinhos fraternos

      Eliminar
  4. Bela a imagem
    Belo o texto
    Contudo eu nunca o conseguiria escrever sem a presença da racionalidade a fazer contraponto com a espiritualidade. E não estou a reagir referindo agora conceitos (e ideias) que não tenha já antes explicitado. Lembro, por exemplo, que me defino como sendo Eu, Minha Alma e Meu Contrário. Lembro também, ter já inúmeras vezes feito teatrinhos e mesas redondas onde ponho os três em diálogo e onde o Meu Contrário (que é meu juízo) tantas vezes faz apelo a que Minha Alma lhe dê lugar... e, frequentemente a Minha Alma (a minha espiritualidade) se cala...

    E quanto ao estado e marcha do Mundo, lembro da quadra lida ainda em miúdo:

    O pão que sobra à riqueza
    Distribuído pela razão
    Matava a fome à pobreza
    E ainda sobrava pão

    Os problemas do Mundo radicam, em muito, nas desigualdades sociais.

    Beijinho e que bom ter-te de volta, meu querido Pássaro Azul

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amigo Rogério,

      A racionalidade é necessária para equilibrar as emoções. Emoções que o meu amigo tem demonstrado continuamente, tanto nos seus actos como nas palavras. Portanto a sua alma nem sempre se cala ao seu contrário :)
      Razão e emoção é a base de tudo o que um ser humano é.

      Beijinho grato pelo seu comentário, e por estar sempre presente.

      Eliminar
  5. Que bom ter você participando e expressando o que te aflige Fê. Não está sozinha, são tempos sombrios quase inexplicáveis e todos nós estamos sento tomados pelos mesmos sentimentos. E como na reflexão sobre 'diferenças' é assertivo quando fala que a espiritualidade você tem que buscá-la.
    É crer e crer, sem necessitar explicações E quando cremos, somos mais fortes para vencer essa desorientação que nos acomete, mais vezes do que gostaríamos.
    É bom emocionar caminhando olhando e ouvindo o mar_ e um privilégio ter essa imensidão perto de nós_ e Deus também é emocionante . Eu creio.
    Fiquemos juntas encorajando-nos umas as outras.
    Grande semana com um abraço forte.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada querida Lis.
      A sensível Rosélia, com esta maravilhosa interacção, fez com que expressássemos o que nos vai na alma, e deste modo uniu-nos espiritualmente.
      Este crer em algo Maior, é o que me tem guiado e orientado, nestes tempos tão desafiadores.
      A Natureza é a fonte mais pura e directa, para comungarmos com a nossa espiritualmente.
      Estamos juntas Lis !

      Feliz semana e abraço forte também para si.

      Eliminar
  6. Olá Fê, uma belíssima participação com uma linda e profunda oração, que sei o Senhor ouve e atende.
    Precisamos ver uma saída, um caminho para a saída gloriosa deste ser humanos tão modificado e deteriorado. Vamos sim vencer amiga e ver aquela manhã linda da fé cristã, como este pôr do Sol, que emana luz, que vem do Pai e faz este encantamento e recolhimento na espiritualidade.
    Aplausos amiga e parabéns para a nossa amiga Rosélia em mais uma festa do blog.
    Beijo e paz no coração e feliz semana com leveza.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa noite amigo Toninho.
      Também creio, que o Senhor atende as nossas orações quando sinceras.
      Aflige-me o caminho que a humanidade está a seguir. São diárias as notícias de violência. A natureza está a colapsar e a gritar por socorro.
      Só a nossa Força Espiritual, e o Amor que ainda creio estar em cada ser humano, poderá encontrar a solução para sairmos gloriosos deste desafio global.
      A nossa amiga Rosélia merece toda a nossa dedicação.

      Beijinho grato, feliz e abençoada semana, também para o meu amigo.

      Eliminar
    2. Obrigada, querido e
      Beijinhos fraternos

      Eliminar
  7. Seja bem-vinda à XII Interação Fraterna, querida amiga Fê!
    Arrepiei-me... Emocionei-me...
    Com efeito, temos muito em comum.
    O desabrigo, o olhar embaçado, o choro tem sido uma constante.
    Sua participação pôs questões vitais:
    De onde venho? Onde estou? Para onde vou?
    Por estafa emocional, física e mental que seja, caímos de joelhos diante do Divino que em nós habita.
    Curvamo-nos diante do nosso Criador. Não só por Reverência, tombamos por necessidade de Auxílio Protetor, muitas vezes.
    Recebemos a Força do Alto, agradecemos.
    Bem sabemos que Luz é que nos vem como que nos cegar e, ao mesmo tempo, nos iluminar.
    Gosto muito de Theilhard, muito profundo e místico.
    Você foi na essência do que pretende ser meu blog. Desde uns trinta anos reconheci a diferença entre Religião e Espiritualidade e daí que batizei meu primeiro blog com o nome com que me identifico. Belíssima poesia oração.
    A praia também foi meu refúgio mais do que nunca, praia deserta como você diz aqui em seu belo relato.
    "...as ondas no seu vaivém constante, refrescam as minhas pernas cansadas."
    Excelente participação que muito nos enriqueceu.
    Conte com minhas preces, amiga.
    Ore por mim também.
    Seja muito feliz e abençoada!
    Beijinhos festivos com carinho de gratidão
    ��������️

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida amiga Rosélia,
      Desde que acedi, com todo o prazer, participar nesta sua inspiradora interacção, que andava preocupada e pensando o que escrever sobre o tema proposto.
      Acredite que não foi fácil, não por falta, mas por excesso de sentimentos, que não conseguia transpor para a escrita.
      Até que mesmo na véspera, senti que tinha que descrever este momento, que realmente aconteceu quando estive de férias no Algarve.
      Foi uma revelação que penso não ter sido por acaso. Algo Maior me inspirou , para mim isto, é ESPIRITUALIDADE.
      Sim, amiga, temos muito em comum.
      Pode contar sempre comigo, e com as minhas preces.

      Gratidão profunda pelo muito que me tem dado.
      Receba um grande beijinho de parabéns, com amizade e carinho.

      Eliminar
  8. Uma boa participação... Também eu encontro a paz numa praia deserta, no vaivém das ondas...
    Interessante o texto de Pierre Teilhard de Chardin... Não conheço, mas vou descobrir mais.
    Para ser franca, nunca me debrucei sobre o tema da religião e da espiritualidade...
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estarmos sozinhos na praia é uma sensação única. Todos os nossos sentidos ficam em comunhão com o ambiente.
      A espiritualidade acontece na nossa vida no momento certo, nem antes nem depois. Fique atenta!

      Beijinho grato, Marta.

      Eliminar
  9. Bom dia
    Sem querer ser apenas amável, já sentia saudades destes temas.
    Faz-me sentir melhor ao ler aquilo que sinto e não sei descrever.

    JR

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia, Joaquim.
      A amabilidade é uma excelente qualidade.
      Fico feliz por possuirmos sentimentos semelhantes.

      Um abraço.

      Eliminar
  10. Bom dia, Querida Fê

    Belíssimas as suas palavras. Sentimos que elas nos envolvem num sentimento
    de tranquilidade. E é em direcção a essa tranquilidade que deveremos caminhar.

    A reflexão sobre a Espiritualidade, que nos trouxe, faz-nos lembrar essa parte
    de nós que muitas vezes esquecemos. Mas ela faz parte de nós, mesmo quando não
    damos conta. Em todos os actos que transcendem o lado material, lá está o lado
    Espiritual a inspirar-nos e a fazer-nos seguir em frente.
    No Amor e na Solidariedade.

    Beijinhos
    Olinda

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida Olinda, agradeço de todo o coração.

      A tranquilidade é uma sensação muito especial, pois indica que estamos aceitando o que a vida nos oferece, de bom e de menos bom.
      Por vezes basta um sinal, uma mensagem, para sabermos intuitivamente que estamos na direcção certa, para mim isso é espiritualidade.
      Amor e Solidariedade, podem fazer toda a diferença.

      Bem-haja!

      Beijinho.

      Eliminar
  11. Bom dia Fê,
    Uma participação maravilhosa, com uma bela introdução e uma oração plena de espiritualidade.
    Que assim seja e que o Senhor ouça a sua voz!
    Culmina com uma foto fabulosa!
    Um beijinho e um ótimo dia.
    Ailime

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa tarde, Ailime.
      Agradeço as suas amáveis palavras de apreciação, por esta minha participação.
      Assim também o desejo, que o Senhor ouça as nossas orações.

      Beijinho grato.

      Eliminar
  12. Amei do fundo da minha alma a sua participação, Fê!!! De uma sinceridade, de uma humanidade e de uma consciência, maravilhosas e tocantes!
    Penso de forma muito similar a você e me identifico totalmente com as palavras de Chardin.
    Realmente, um presente para os festejos do Blog da nossa querida Roselia e para todos nós!
    Boa semana e beijinhos para você e para a Roselia!
    Valéria

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, querida Valéria
      Beijinhos fraternos

      Eliminar
    2. Querida Valéria,
      fico muito feliz por ter conseguido com a minha participação, tocar a sua alma. Obrigada!
      Acho que quando escrevemos com sinceridade, encontramos reciprocidade.
      A nossa querida amiga comum, merece toda a nossa entrega e amizade.

      Beijinho, feliz e serena semana !

      Eliminar
  13. Belíssimas palavras. Li alto a oração. Foi uma participação muito sentida. Parabéns.
    Uma boa semana com muita saúde.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Graça.
      Comoveu-me saber que leu alto a minha oração, um sinal que estamos em sintonia espiritual.

      Boa semana e muita saúde também para a amiga.

      Beijinho.

      Eliminar
  14. Boa tarde, Fê!
    Gostei muito de sua participação, pungente e bela. Foto linda.
    A oração é maravilhosa e as palavras de Pierre Teilhard de Chardin são pontuais e esclarecedoras.
    Parabéns pela postagem!
    Um forte abraço nas duas, em você e na homenageada, nossa querida amiga Rosélia e seu blogue ESPIRITUAL-IDADE.
    Bjs
    Marli

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, querida Marli
      Beijinhos fraternos

      Eliminar
    2. Boa tarde, Marli.
      Estou muito feliz por ser tudo do seu agrado.
      A nossa querida amiga Rosélia, teve realmente uma inspiração divina, quando pensou neste tema para nos fazer reflectir, e unir.

      Beijinho grato.

      Eliminar
  15. Oi Fê, linda participação!
    Concordo as diferenças entre religião e espiritualidade,a religião tem aprisionado mentes e mutilado vidas.
    A pandemia mostra isso, ninguém está na religião segura e certa. Todos precisamos em conexão com o Pai,com o Poder Superior...
    Xeru

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vall.
      A espiritualidade é algo muito pessoal, não nos é imposto é escolha nossa.
      "Tanto é assim, que alguém pode ser Religioso sem ser Espiritualista – apesar de, como uma fruta seca, acabar se revelando uma experiência vazia, sem polpa –, ou, também, pode ser Espiritualista sem ser Religioso – situação bastante comum que lembra outra vez a fruta, agora descascada, pingando sumo."

      Beijinho grato.

      Eliminar
  16. O meu avô me dizia
    Que era melhor a justiça
    Do que querer ir a missa
    Pedir perdão ou anistia
    Pelo pecado. Ele cria
    Que a justiça era boa
    E a religião ressoa
    Na alma se existir fé
    Não interessa se é
    Dessa ou daquela Coroa.

    A fé é que nos salva. Abraço fraterno. Laerte.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como eram sábios os antigos, amigo Silo.

      Concordo em absoluto com tudo que seu avô dizia.
      A fé é que nos salva !

      Beijinho grato meu amigo.

      Eliminar
  17. Bonita participação em oração. Ótima partilha através de Pierre Teilhard de Chardin. Precisamos estar conectados e não esmoreçer na esperança. Abraços

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Norma.

      Esta nossa interacção é uma conexão, sem dúvida.

      Beijinho esperançoso.


      Eliminar
  18. Oi Fê
    Precisamos ver essa luz para nos fortalecer interiormente e acreditar que tudo que ora vivemos e vivenciamos terá um fim com muitas sequelas e dores mas com lições de amor e fortalecimento da fé que nos conduz
    Uma oração profunda e intensa que nos fez refletir sobre os contrapontos da religião e espiritualidade
    Um participação fabulosa que aplaudo extasiada
    Beijinhos para você e Rosélia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada,querida Gracita
      Beijinhos fraternos

      Eliminar
    2. Gracita, receba o meu agradecimento.

      Essa Luz é a Vida, com tudo que ela engloba, dores e alegrias, o importante é não perdemos o caminho a que ela nos guia.
      Os contrapontos da religião e espiritualidade, dava para uma longa dissertação minha amiga.

      Beijinho grato.


      Eliminar
  19. Querida Fê, seu texto foi escrito com a razão, sim, mas não esqueceu um minuto do coração e da emoção! Foi passear, relaxar na praia e levou os três para dar uma voltinha e deixou que cada um se manifestasse ao seu bel prazer. À sua necessidade. Esses três sentimentos precisam estar juntos, um é duro demais, o outro ameniza a situação e o outro é o mais belo, emociona pela verdade que deixa transparecer. É a emoção.
    Aplaudo, belíssimo, você falou por mim, também, e por quantos milhões de pessoas sentidas e sofridas que perderam seus entes queridos? Filhos que se foram, pais, avós, amigos... Isso é terrível. A vida é essa, querida, só que seus estragos são fortes demais e alcançam o mundo inteiro, vemos o nosso sofrimento e o dos outros. E essa é a hora de mudarmos nossos valores, pois vemos que a vida é breve, e qualquer ventinho leva tudo...
    Beijinho, gratíssima pela partilha.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida Taís,
      interpretou com muita sensibilidade todo o meu texto e isso me emocionou, obrigada.
      Não tem sido fácil para ninguém esta provação, o desânimo e a tristeza parecem não ter fim.
      Se não for a nossa força interior, e a busca de respostas em algo que nos transcenda, acho que acabamos por desistir.
      Sim amiga, que todo este sofrimento colectivo, sirva para reflectirmos sobre o nosso comportamento, e que saibamos dar valor ao que realmente importa, nesta nossa curta passagem pela vida.

      Beijinho com estima.

      Eliminar
  20. Embora a minha visão das coisas não seja espiritual, li com respeito o seu texto, Fê, uma reflexão alimentadora da vida espiritual no sentido clássico do termo.

    Desdobrar o horizonte é a minha filosofia, mesmo não sendo crente.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Teresa.
      também me merece todo o respeito o seu comentário.
      Desdobrar horizontes e já de si, uma forma espiritual de viver.

      Beijinho grato.

      Eliminar
  21. Um texto impecável, maravilhoso, meus aplausos!!
    Não acredito em deus, um ser divino, acredito na força da vida, da natureza, nos sentimentos e atos de cada pensar e agir.
    Quando observa um momento como este da foto (estupenda) só posso confirmar a divindade em tudo e não apenas em escolhidos.
    Adorei, abraço!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que bom ter apreciado, Dalva, obrigada.
      Deus para mim é tudo que descreveu, a força da vida, a natureza, os sentimentos e atos de cada pensar e agir.
      A minha "oração" engloba todos eles.
      Não acredito em escolhidos, mas sim em escolhas, as nossas.

      Beijinho grato.

      Eliminar
  22. Bom dia.
    Estou passando para contemplar as postagens que estão participando da comemoração de 12 anos da querida Rosélia.
    A vida é uma escola onde vamos caminhando e tendo a oportunidade de aprender, recomeçar, apreciar o que é verdadeiramente belo, assim como essa linda foto da natureza, da luz do sol...
    Eu simplesmente amei e agradeço a sua citação de Pierre Teilhard de Chardin, quanto aprendizado!
    Abraços,
    Juliana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, querida Ju.
      Beijinhos fraternos

      Eliminar
    2. Bom dia, Juliana, seja bem-vinda ao meu blogue.
      Estou completamente de acordo consigo, a vida ensina-nos diariamente, basta estarmos atentos ao que nos rodeia.
      Fico feliz por ter gostado desta minha participação para comemorar os 12 anos de um blogue de uma amiga muito especial.

      Um beijinho.

      Eliminar
  23. Também gosto muito das suas escolhas para participar num desafio tão pertinente!!! Bj

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pelas suas palavras de apreço, Gracinha.

      Beijinho.

      Eliminar
  24. "... se hace camino al andar." a imagem é linda! um abraço!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "...Golpe a golpe, verso a verso."

      Obrigada Ulisses.

      Beijinho.

      Eliminar
  25. Palavras lindas, com as quais me identifico.
    Também gosto de caminhar descalça na areia da praia.
    A foto é linda e as palavras de Pierre Teilhard de Chardin são sublimes.

    Beijinhos Fê

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pelas suas palavras, Manu.
      Fico feliz por termos tanto em comum.

      Beijinho e bom fim de semana.

      Eliminar
  26. Fê,
    após transcorrer estas pungentes declarações, uno-me a ti ressoando com fervor tua prece e teus anseios, que também são os meus, diante dos dias que correm.
    Fostes iluminada por luz divinal capturada na belíssima foto e , rogo a Deus que tenhas sido plenamente atendida.
    Parabéns pela linda participação.

    Bjnhs pra ti e pra amiga Rosélia.
    Calu

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada,querida Carminha
      Beijinhos fraternos

      Eliminar
    2. Calu,
      são anseios de quem vê, um pouco mais além de nós.
      Sinto também, que essa Luz divinal, foi um sinal de Deus, para que não esmorecesse.
      Obrigada pelo carinho e conexão, que transparecesse nas suas palavras.

      Beijinho grato.

      Eliminar
  27. Alma que se abre se expõe e nos brinda com belissimo, reflexivo e rico texto! Ainda bem que os dias não são iguais...não se repetem! Se assim fossem tudo seria um imenso vazio...nada a ser preenchido...nada a ser esvaziado...Obrigada por tanta riqueza interior! Soubesse enriquecer a festa da querida Rosélia!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade Claudete,
      cada dia é uma bênção, uma descoberta que nos permite nova aprendizagem.
      Eu é que agradeço a sua presença e o seu apreciativo comentário.

      Beijinho grato.

      Eliminar
    2. Obrigada, querida Claudete.
      Beijinhos fraternos

      Eliminar
  28. "A espiritualidade é apenas uma."
    Amei tudo o que li.
    Realmente a amiga Rosélia mexeu com os amigos.

    Um beijo e boa noite.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ""Não somos seres humanos passando por uma experiência espiritual...
      Somos seres espirituais passando por uma experiência humana... "

      Estou de acordo consigo, Teresa, a amiga Rosélia soube mexer connosco.

      Um beijinho.

      Eliminar
  29. Querida Fê
    Me emocionei com o seu belíssimo texto/homenagem para a nossa amiga Rosélia.
    Sinto um carinho imensurável por vocês e me orgulho em falar: vocês são especiais para mim!
    Um beijinho para ambas e o meu carinho.
    Verena.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, querida Verena.
      Beijinhos fraternos

      Eliminar
    2. A Verena, também é uma amiga querida e muito especial para mim.

      A nossa amiga comum Rosélia, uniu as nossas almas!

      Grande e grato beijinho.

      Eliminar
  30. Sem mais ... beijinho para ambas !

    ResponderEliminar
  31. Uma participação de excelência que não poderia assinalar de forma mais enriquecedora, o aniversário do inspirador espaço da Roselia!
    Tudo sensacional... incluindo o texto final, que tão bem traça a diferença entre religião e espiritualidade e tantas vez é confundido!
    Beijinhos para ambas! Feliz semana!
    Ana

    ResponderEliminar

Todos os comentários serão respondidos e as visitas retribuídas.
Prometo ser tão breve quanto a minha disponibilidade o permitir.
Obrigada, por me darem cinco minutos do vosso tempo.