quinta-feira, 30 de setembro de 2021

"Nada te pertence mais que os sonhos " *

"  Enquanto houver um louco, um poeta e um amante haverá sonho, amor e fantasia.   E enquanto houver sonho, amor e fantasia, haverá esperança."

William Shakespeare
 
pintura minha  2017- óleo sobre tela

 
 Salto para o dorso de um cavalo alado de crinas longas 
que envolvem o meu cabelo despenteado pelo vento.
Corto as amarras que me prendem e parto em galope.
Entro no mundo do sonho e do movimento, onde habitam elfos e fadas, 
que dançam, que voam, que amam, que transcendem.
Um lugar de sons que é música, um lugar de luz que é cristal, um lugar de vida que é magia.
 Um lugar tão real como o da imaginação e das histórias que ouvimos contar antes de se crescer. 
Um lugar onde se sente a fusão com o universo e com os seres belos que ainda o habitam. 
Um lugar, onde o belo e o bom, são unos na vida. 
Um lugar, onde me refugio, onde não tenho medo, onde não sofro,
 onde a minha imaginação não é punida,
 e a minha simples existência está coberta de glória.

Era uma vez um sonho, a que eu um dia vou voltar.

__Fê blue bird __
 texto meu de 2015, atualizado
*

Aragorn Sleepsong - Secret Garden
 

E por falar em sonhos, 
 tive o privilégio de receber este livro, da escritora e amiga Rosélia Bezerra, 
na última página, ela colocou esta frase de  * Nietzsche :

"Nada te pertence mais que os sonhos "

Minha querida amiga, tornemos nossos sonhos, realidade.
Um grande beijinho de gratidão!






~~~*~~~


domingo, 26 de setembro de 2021

Vamos Abraçar o Olhar !

"As melhores coisas da vida são invisíveis. É por isso que nós fechamos nossos olhos quando, nos beijamos, dormimos, sonhamos…"

 frase de Cazuza

…e eu acrescento,  e abraçamos !
__Fê blue bird__

.
*

"deixa eu dizer que te amo"
Animais fofos que usam os amigos de travesseiros

deixa eu pensar em você
Animais fofos que usam os amigos de travesseiros

isso me acalma, me acolhe a almaAnimais fofos que usam os amigos de travesseiros

isso me ajuda a viverAnimais fofos que usam os amigos de travesseiros

hoje contei pras paredes
Animais fofos que usam os amigos de travesseiros

coisas do meu coraçãoAnimais fofos que usam os amigos de travesseiros

passei no tempo, caminhei nas horasAnimais fofos que usam os amigos de travesseiros

mais do que passo a paixão. é um espelho sem razão Animais fofos que usam os amigos de travesseiros

quer amor, fique aquiAnimais fofos que usam os amigos de travesseiros

Amor I love you! Amor I love you! Amor I love you... Animais fofos que usam os amigos de travesseiros

meu peito agora dispara​
Animais fofos que usam os amigos de travesseiros

vivo em constante alegria Animais fofos que usam os amigos de travesseiros

é o amor que está aqui​Animais fofos que usam os amigos de travesseiros

Amor I love you! Amor I love you! Amor I love you... Animais fofos que usam os amigos de travesseiros

tinha suspirado, tinha beijado o papel devotamente Animais fofos que usam os amigos de travesseiros

era a primeira vez que lhe escreviam aquelas sentimentalidadesAnimais fofos que usam os amigos de travesseiros

e o seu orgulho dilatava-se ao calor amoroso que saía delasAnimais fofos que usam os amigos de travesseiros

como um corpo ressequido que se estira num banho tépido Animais fofos que usam os amigos de travesseiros

sentia um acréscimo de estima por si mesmaAnimais fofos que usam os amigos de travesseiros

e parecia-lhe que entrava enfim numa existência superiormente interessanteAnimais fofos que usam os amigos de travesseiros

onde cada hora tinha seu intuito diferente, cada passo conduzia um êxtaseAnimais fofos que usam os amigos de travesseiros

e a alma se cobria de um luxo radioso de sensaçõesAnimais fofos que usam os amigos de travesseiros

"Amor I love you! Amor I love you! Amor I love you...
Animais fofos que usam os amigos de travesseiros

Amor I love you! Amor I love you! Amor I love you...
Animais fofos que usam os amigos de travesseiros

Amor I love you! Amor I love you! Amor I love you...
Animais fofos que usam os amigos de travesseiros

Amor I love you! Amor I love you! Amor I love you...

*versos da canção de Marisa Monte - Amor I Love You


créditos imagem



"Busquemos as coisas boas, não na aparência, mas sólidas e duradouras, mais belas no seu interior. Devemos descobri-las. Não estão longe, serão encontradas; apenas se precisa saber quando as encontramos. No entanto, passamos como cegos ao lado delas, tropeçando no que desejamos..."

Sêneca

terça-feira, 21 de setembro de 2021

12 ANOS NA VOSSA COMPANHIA, É POESIA.

Hoje, a festa é vossa !
Cada verso deste poema, é um(a) amigo(a).

Bem-hajam!

__Fê blue bird__

***~***

 ACORDAR SONHANDO 

Princesa Encantada

Com Amor

À FLOR DA PELE

poetaporkedeusker

Pedaços de Mim

OMARMEQUER

 POESIA AQUI

CORAÇÃO DE BORBOLETA

Sentada na Rede

Xaile de Seda

Nas dobras do dia

Rio Sem Margens

Flor do Campo

Raios-do-Soll

Reflexões Floridas

Pensando em Família

O Perfume do Verso

A Lua e Eu

Céus e palavras

A mulher e a poesia

 apenas rumores

Cores do Silêncio

Momentos e inspirações

A PAIXÃO DA ISA

AmorAzul

DolceAlgodão

A Kind of Magic 

Dúvidas aquilinas

Resiliência na Pandemia

Afectos e dúvidas

brancas nuvens negras

 PORTO DAS CRÔNICAS 

DIVAGAR SOBRE TUDO UM POUCO 

Minhas Pinturas

Coisas de uma vida

CONVERSA AVINAGRADA

RESPIRO DA PALAVRA

Existe um Olhar

dentre tantos

FRAGMENTOS POÉTICOS

INTERIORIDADES

CURVAS,RETAS E ESQUINAS

OLHARES SILENCIOSOS 

AROMA DOCE

simplesmentelis

sonhos e poesia

Notas de Chá

 ESPIRITUAL-IDADE

Escritos d'alma 

No Meu Silêncio

JESUS MEU PORTO SEGURO

UMA NOVA CUBATA

Meu Mundo Azul

Poesia Além a Barca

olhares em tons de maresia

SEXTA-FEIRA

Copo Meio Cheio

desnudando sensaciones

VIDAS

Art and Kits

Pinceladas de Papo e Poesia

BLOG VEREDAS

Mineirinho

Silo Lírico 

  • Espelhando & Espalhando Amigos 
  • Aspie´s Blog

Blog da Marli

Blog Reflexo d'Alma

Visão Feminina

são

nn-metamorphosis

intemporal

Sul Sereno

Grifo Planante

ANJO AZUL

MarSagrado

Poetizando

Pensamentos e Devaneios Poéticos

Ortografia do olhar

Chica brinca de poesia 

Espiritualidade em Gotas

Ciranda de Frases

Poesia em Imagens

Os olhares da Gracinha

Pérolas Espirituais

DOUG BLOG

PÉTALAS DE SABEDORIA

Partilhas em Fá menor

ematejoca azul

Fractais da Calu

Pinceladas de Papo e Poesia

Sabores de Anjo Azul

Meus Anjos Adorados

Bichinhos Amados

POLYEDRO

Luz de Luma, yes party!

São

SEMENTES

****~~****

Nota: A ordem com que coloquei os vossos blogues,  tem a ver com a "sonoridade" que achei mais adequada para fazer este "poema". 

Por favor, se me esqueci de alguém, não me levem a mal. Infelizmente, por motivos de saúde, hoje não estou com a maior das inspirações. Mas uma coisa eu tenho e sei: É TÃO BOM TER AMIGOS!


Minhas queridas amigas e amigos,

Desculpem-me, mas hoje não vou responder individualmente a cada um dos vossos preciosos comentários. Optei por vos agradecer coletivamente.
Não encontro palavras à altura dos vossos afectos, do vosso carinho e amizade. Acreditem que são um incentivo para continuar mais um tempinho por aqui, até que o corpo queira :)
Neste meu blogue, durante estes anos, estão registadas tantas emoções, tantos desabafos, alegrias e tristezas.
Por aqui passaram amigos que já não estão entre nós, mas as suas palavras estarão aqui para sempre.

Para todos vós, um grande abraço apertado de agradecimento, pelo bem que me fazem com a vossa companhia e amizade.
Bem-hajam !


quinta-feira, 16 de setembro de 2021

quando o outono se cruza com o verão,

Lafugue Logos

 

 quando o outono se cruza com o verão,
 o dourado das folhas me seduz,
ofereço-vos a luz deste Setembro,  como se fora minha, como se eu fora luz .


__Fê blue bird __


*

José Afonso - Balada do Outono
Águas passadas do rio 
Meu sonho vazio
 Não vão acordar 
Águas das fontes calai 
Ó ribeiras chorai
 Que eu não volto a cantar

 Rios que vão dar ao mar 
Deixem meus olhos secar 
Águas das fontes calai 
Ó ribeiras chorai 
Que eu não volto 
A cantar

 Águas do rio correndo
 Poentes morrendo
 P'ras bandas do mar
 Águas das fontes calai 
Ó ribeiras chorai 
Que eu não volto
 A cantar 

 Rios que vão dar ao mar 
Deixem meus olhos secar
 Águas das fontes calai
 Ó ribeiras chorai 
Que eu não volto 
A cantar


*

domingo, 12 de setembro de 2021

" Outra Dimensão "

Penny Robartes - Wildlife Photographer .



Tenho lembranças fugazes de viver envolta em plumas azuis.


Sei que nas penas tinha sonhos esculpidos pelo vento,

e no coração a imensidão alva da paz .

 
Escondo este delírio na macia carícia do meu peito,
 
e na harmonia finita desta miragem, adormeço. 


__Fê blue bird__
 
*



Swan Lake Theme (piano) - Tchaikovsky 



*

quarta-feira, 8 de setembro de 2021

Dia De Limpeza




Hoje acordei cedo, determinada: - Vou fazer a vida de lavado!

Abri a janela, arejei a cama, fechei as mágoas no roupeiro e sacudi os pesadelos.

Dobrei com cuidado a tristeza ao lado das ilusões, das desilusões, e das agruras da vida,
e arrumei-as na última gaveta da cómoda, a que abro menos.

Fui buscar os sonhos que ainda me restam, e arrumei-os na gaveta de cima,
para estarem mais à mão, no acaso de se realizarem.

Na gaveta do meio, juntei um saquinho de alfazema com as saudades que me chegaram, 
com o vazio deixado por alguém muito querido. 

Faltava arrumar a esperança, que tinha perdido algures entre o sonho e a realidade,
mas de repente, quase por magia, apareceu-me de novo quando já não a esperava,
arrumei-a também com cuidado, para que não se amarrotasse .

Juntei as promessas todas, misturei-as com as mentiras e as injustiças, meti tudo no mesmo saco,
e fora, deitei-o no lixo!!!

 No final, cansada mas satisfeita, fiz as contas à vida, do que já passou, e do resto que ainda me falta, somei tudo, e já é só um terço...bem, respirei fundo.

Esta noite, bem mereço, vou descansar com a alma de lavado, e perfumada, com cheirinho de alfazema. .

__Fê blue bird__

*


Musica de John Sokoloff. 

domingo, 5 de setembro de 2021

Parabéns meu filho!

foto pessoal - 05/09/1986


Eras a mais bela imagem que já tinha visto,

quando te segurei pela primeira vez.

Uns olhinhos verdes brilhantes, sobressaiam no teu pequeno rosto.

Ainda hoje, passados 36 anos, me encanto, com o tom lindo da sua cor. 

Setembro será sempre o mês,

em que senti a maior, e mais forte emoção,

SER MÃE !

Parabéns, meu filho!

Que nunca te falte, a esperança no olhar.


__Fê blue bird__ 

 05/09/2021

*

Mariza canta “Mãe”,  uma canção que surge de uma poesia, que o seu filho Martim lhe escreveu e dedicou.

 


 Mãe, descobri que o tempo para,
E o mundo não separa o meu coração do teu..
Eu sei que essa coisa rara,
Aumenta, desassossega, mas para,
Quando o teu tempo é o meu.

 Mãe, canta com vaidade,
 Porque já tenho idade pra saber,
 Que em verdade em cada verso teu 
Onde tu estás, estou eu.

 Mãe, contigo o tempo para,
Nosso amor é coisa rara,
 E cuidas de um beijo meu. 
Sei que em cada gesto teu,
 Está teu coração no meu.

 Mãe, canta com vaidade,
 Porque já tenho idade pra saber,
Que em verdade em cada verso teu 
Onde tu estás, estou eu..

 Se pudesse mandar no mundo,
 Parar o tempo à minha vontade,
Pintava teu coração com as cores da felicidade, 
Em cada gesto teu, está teu coração no meu. 

 Mãe canta com vaidade,
Porque já tenho idade pra saber,
 Que em verdade, em cada verso teu 
Mãe…
 A nossa espera valeu .

*

quinta-feira, 2 de setembro de 2021

"O Sol quando nasce não é para todos ! "

foto minha - 02/09/2021


Aproveitei a manhã solarenga, pois ultimamente os dias não têm estado convidativos, e fui até à praia. Parecia ser uma manhã rotineira, não fosse ter presenciado algo que me comoveu até às lágrimas, e que ainda agora enquanto escrevo, teimam em cair.

Todos conhecem os vendedores de praia, que disputam a nossa atenção, vendendo desde bijutarias até às célebres bolas de Berlim.

Sempre me fez muita aflição ver aquele trabalho extenuante.  Mas ver, um senhor já de certa idade, com o suor escorrendo pelo rosto, coxeando, devido a uma deficiência , com uma geleira enorme numa mão e na cabeça um tabuleiro de bolos, foi demais !

- Meu Deus, qual será a sua história de vida, para ainda ter que trabalhar naquelas condições ?

- Que justiça há neste mundo, onde uns esbanjam milhões em banalidades, e outros têm que sobreviver miseravelmente ?

Podem achar que nada tem a ver, mas lembrei-me do lindo poema de Augusto Gil , embora nenhum "pecador" deva sofrer tais "tormentos ".

"...

E uma infinita tristeza,
uma funda turbação
entra em mim, fica em mim presa.
Cai neve na natureza,
- e cai no meu coração. "

 


*