domingo, 26 de dezembro de 2021

"Devemos ser optimistas – não temos outra opção, (...)"

"Devemos ser otimistas – não temos outra opção, temos que apontar sucessos e mostrar que somos pessoas mais felizes com uma paisagem saudável ao nosso redor".

 Sir David Attenborough 


Foi através do Skype que ontem, mais uma vez de longe, abracei, conversei e amaciei as saudades  que tenho da minha filha.
Perdemos sempre a noção do tempo quando falamos, pois as nossas conversas fluem como rios selvagens.
O positivismo que ela sempre me transmite, inspirou-me para me despedir deste ano, e entrar no novo com optimismo. 
No final, relembrámos a experiência, que menciono mais em baixo,  que acho que é a mensagem perfeita para iniciarmos 2022. 


Até 2022
Com optimismo, não temos outra opção!

Um beijinho com estima,

Fê blue bird


 Sir David Attenboroug, a minha filha em segundo plano


~~*~~

A frase que coloco no início, foi a resposta que Sir David Attenborough deu à minha filha em 2019, ( confirmar aqui) quando ela lhe perguntou : 
" -Como nos podemos manter otimistas nas nossas pesquisas diante de tantas notícias e acontecimentos negativos acontecendo nos últimos anos?

Como Bióloga de Conservação, entregou-se inteiramente a uma profissão onde o optimismo é colocado à prova diariamente.
Em 2019, participou com um projeto, na 20ª conferência de Ciência da Conservação no Departamento de Zoologia da Universidade de Cambridge.

Para quem estiver interessado, segue em baixo a tradução do artigo:

sábado, 11 de dezembro de 2021

"Conversando com o Menino Deus"

 Convite da querida amiga Rosélia Bezerra no seu Blogue: 

 ESPIRITUAL-IDADE


 *

 

"Menino Deus, tenho tanta coisa para conversar contigo que nem sei como começar. 
Acho que me esqueci do tempo em que falava contigo sem estes medos e cansaços da vida de crescida. Acho que me esqueci de como era viver com a certeza de que os grandes iriam estar sempre ao meu lado. Acho que me esqueci do que era adormecer só pensando nos doces e nas prendas no sapatinho. Acho que me esqueci da maravilhosa sensação de ter no peito uma eterna primavera.
Menino Deus, preciso que me leves aos lugares onde eu cresci cá dentro, enquanto crescia também de altura. Ao cantinho da lareira da casa da avó Ana onde passei os melhores Natais da minha infância. À casa na Ajuda onde brincava às bonecas com os patos, os coelhos e as galinhas.  Ao palco da velha escola onde vivia as personagens do meu mundo de fantasia.  A todos os lugares onde cresci, mesmo quando chorava por me sentir incompreendida. 
Menino Deus, preciso que me lembres que posso crescer ainda mais, não só no Natal, nem nas férias, nem nos feriados. Posso crescer ainda mais quando me permito alegrar com as luzes de Natal, mesmo com a família incompleta. Posso crescer ainda mais quando na ceia de Natal trincar as saudades entre as garfadas do bacalhau. Posso crescer ainda mais quando aceito que o mundo nunca será como o tinha imaginado.

Menino Deus, ajuda os crescidos a crescerem! "


*


DESEJO A TODOS QUE ESTÃO AQUI COMIGO 

QUE SÓ POR UM MOMENTO

 VIVAM O NATAL COMO O IMAGINARAM EM CRIANÇA.


FELIZ NATAL!
UM BEIJINHO COM ESTIMA.

Fê blue bird



Sleeping Newborn by Steve Hanks



~*~



quarta-feira, 1 de dezembro de 2021

- DO SONHO AO LIVRO -

«Só Te Peço 5 Minutos»

*

Mesmo com um imenso oceano a separar-nos.
As nossas mãos se deram.
Os corações se uniram.
A ideia virou sonho.
O sonho ganhou forma.
A forma ganhou vida.


Ei-la!


Uma AMIGA atenta, sabendo que eu não andava bem, fez-me acreditar num sonho.
Dispôs-se a ajudar-me a concretizá-lo. Apostou em mim, mais do que eu própria.
Elevou-me quando eu me desvalorizei. Insistiu quando eu hesitei.
Tudo fez para me ver bem, e feliz.
Obrigada querida Rosélia Bezerra, minha irmã de coração, por zelosamente me ter apoiado.
Sem a sua ajuda, este sonho nunca se concretizaria.
Bem-haja também, pela honra de ter prefaciado o meu livro, com tanto carinho e generosidade.



Dizem que na vida, precisamos escrever um livro, plantar uma árvore e ter um filho. 
Esta frase desafia-nos a pensar e analisar a importância de deixarmos um legado, durante a nossa estadia aqui na terra. 
O meu melhor legado, é sombra de dúvida, os meus dois filhos. Dois bons seres humanos. 
Também já plantei algumas árvores e tive o prazer de as ver frutificar. Outro legado que deixo para as gerações futuras.
Mas nunca imaginei concretizar o terceiro desafio, escrever um livro, mesmo despretensioso como este.
Será este o outro legado, que deixarei para quem dele quiser usufruir, nesta minha forma simples de ser e de escrever.

 *

O livro saiu com duas opções, para os amigos e amigas no Brasil e para os de Portugal, minimizando assim as despesas de envio para o exterior.
Quem estiver interessado numa dedicatória, que poderá ser anexada ao livro, basta enviar a morada para o meu email, que eu a enviarei com todo o gosto.

É só clicarem!


No Brasil -  CLUBE DE AUTORES.



Em Portugal -  BOOKMUNDO.




~*~


Breve nota:

Meus amigos e amigas, desculpem se demorar a responder aos vossos comentários.
Devido a alguns contratempos na minha vida, o meu tempo para estar na net continua muito limitado. No entanto, ninguém ficará sem resposta. 
Desde já agradeço a recetividade e carinho com que me têm agraciado.  Beijinhos!