domingo, 16 de janeiro de 2022

CINEMA AO DOMINGO - 1

"Sou um poeta morto! Fui para os bosques viver de livre vontade para sugar todo o tutano da vida, para aniquilar tudo o que não era vida e para, quando morrer, não descobrir que não vivi"

“Oh, Captain, my Captain!”

"Não lemos e escrevemos poesia porque é moda. Lemos e escrevemos poesia porque fazemos parte da raça humana. 
E a raça humana está impregnada de paixão. 
Medicina, Direito, Administração, Engenharia, são atividades nobres, necessárias à vida. Mas a poesia, a beleza, o romance, o amor, são coisas pelas quais vale a pena viver."
“Carpe diem”. 

 *


A minha paixão pelo cinema vem desde criança. Frequentei uma escola primária que tinha uma sala de cinema, onde aos domingos podíamos ver filmes gratuitamente. Quem é de Lisboa e já tem alguns aninhos, talvez se lembre do Cinema Promotora no Largo do Calvário.
Mais tarde fui frequentadora assídua dos cinemas,  Restelo, Monumental, Éden, Tivoli, S. Jorge, Apolo 70 etc, etc.
Domingo para mim, era dia de ir ao cinema. 
Ainda hoje aos meus serões não passo sem a sua companhia, embora já não frequente as salas de cinema, mas os canais de filmes na televisão.
Tudo isto para vos dizer que aqui, aos domingos (sempre que possa) vou partilhar convosco, principalmente com aqueles que gostam de cinema, os filmes que de algum modo, marcaram a minha vida, como este, com que hoje dou início a esta rubrica.

Acham que vale a pena?

Gostaria também de saber quais os filmes que marcaram a vossa vida, pode ser?


Beijinho com estima.

Fê blue bird



45 comentários:

  1. Não sou nada de sentimentalismos, nem de grandes comoções, mas chorei como uma “Madalena arrependida” no final deste maravilhoso filme. Este filme 🎥 não só me fez chorar como marcou a minha vida e, me inspirou o Círculo Literário.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Céus!!
      Vi novamente a cena final e, os meus olhos ficaram molhados

      O Captain! My Captain!" é um dos melhores poemas de Walt Whitman.
      Ele escreveu esse poema em 1865, relativo à morte do Presidente dos Estados Unidos Abraham Lincoln.

      TUDO VALE a pena, mas esta tua nova rubrica é música par o meu coração.

      Eliminar
    2. Teresa.
      Também chorei ao ver este final na altura e agora quando o descobri por acaso no YouTube e que me inspirou para esta "rubrica".
      O filme mostra-nos que “aproveitar o dia e fazer as nossas vidas extraordinárias” não é apenas uma frase bonita, mas uma obrigação moral.
      Carpe diem ("aproveite o dia")

      Então para já temos a tua aprovação! :)

      Um beijinho.

      Eliminar
  2. Boa tarde de domingo, querida amiga mana Fê!
    Vou ver seus filmes preferidos, oba!
    Sei que vou gostar da sua nova série por aqui aos domingos. Excelente ideia, amiga!
    Sempre com pensamentos reflexivos da maior qualidade.

    "Quando morrer, não descobrir que não vivi".

    Penso assim mesmo, quero viver intensamente tudo, mesmo que sofra muito, viver pelas tangentes não traz alegria alguma, só desespero inútil, arrependimentos evitáveis. sentimentos descabidos. Sou inteira e quero continuar assim, viver a vida mesmo, de verdade. Horrível fazer de conta. Viva a intensamente verdadeira!

    "A poesia, a beleza, o romance, o amor, são coisas pelas quais vale a pena viver."

    Perfeito!
    Vamos aos filmes dominicais, muito bom!
    Vou ver agora o vídeo post hoje.
    Tenha uma nova semana abençoada com paz e saúde junto aos seus amados!
    Beijinhos carinhosos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esqueci de lhe dizer que gostei muito do filme Colcha de Retalhos e do Uma Linda Mulher.
      Você os viu, querida?

      Eliminar
    2. Querida Rosélia, fico muito feliz por ter também a sua aprovação!
      Este filme toca a nossa alma, faz-nos pensar na vida, na existência, do que vale a pena, da importância de sermos nós próprios e de lutarmos por aquilo em que acreditamos, por aquilo que queremos.
      Há também um poema de Walt Whitman citado no filme que sei que vai apreciar:

      "Apanha os botões de rosa enquanto podes
      O tempo voa
      E esta flor que hoje sorri
      Amanhã estará moribunda."

      Amiga, por vezes os filmes tem nomes diferentes no Brasil e em Portugal.
      O primeiro que mencionou ainda não vi mas vou procurar, o segundo aqui teve o título "Um Sonho de Mulher" com Julia Roberts e Richard Gere, já vi várias vezez e dentro do estilo romântico é um dos clássicos sem dúvida.

      Um beijinho e noite serena querida mana.

      Eliminar
  3. Já vi este filme. É de uma emoção constante.
    .
    Saudações poéticas
    .
    Pensamentos e Devaneios Poéticos

    ResponderEliminar
  4. Desde criança que adoro cinema e na altura havia um cinema num clube recreativo que passava tantos filmes do Charlô, Cantinflas e outros do género. Cresci e já trabalhava mas ia a todas as estreias de filmes...e foram tantas. Os cinemas em Luanda (conheço Angola e lés a lés mas salas de cinema só mesmo em Luanda) Se quiseres saber quais eram podes ler este artigo que guardei:
    https://www.buala.org/pt/cidade/cinema-dos-tempos-que-ja-la-vao

    O cinema Imperio era muito perto da casa dos meus pais e como esplanada ouvia-se as bandas sonoras dos mesmos.
    "My Fair Lady" esteve em cartaz três meses e já não se aguentava ouvir:)) mas foi um filme que gostei muito. Depois vi vários com o John Wayne, Paul Newman e o meu favorito na época era Charles Bronson nos "Sete Magnificos" passadoa no cinema Miramar.
    Outro filme que me marcou muito foi o "Papillon" com Dustin Hoffman, Steve McQueen.
    Ficaria aqui a noite toda porque foram tantos que vi e agora dou um salto para Lisboa porque vim cá parar:
    O filme que me encheu a minha alma tão amargura que chorei o filme todo: "África Minha no S. Jorge" E o que referes "O Clube dos Poetas mortos" que também me comovi muito perto de no Tivoli por serem perto de onde eu trabalhava e aproveitava as férias das filhas em casa do meu irmão e desforrava-me a ver cinema.
    Vi numa sala de cinema no Shoping de Cascais alguns dos filmes do meu actual e preferido actor: Richard Gere e dos que gostei mais foram: Oficial e Cavalheiro, Sempre a seu lado e um outro que acho que é "um sonho de mulher".
    Entretanto deixei de ir porque saía sempre com dores de cabeça porque o som das bandas sonoras eram insuportáveis assim como o roer das pipocas.
    Enquanto as filhas estavam aqui íamos aos sábados buscar um cassete de vídeo e víamos ao serão. Um colega meu gravou uma cassete com a Música no Coração para a minha mais nova que adorava viu tantas, mas tanta vezes que nem imaginas.

    Os mais actuais com efeitos especiais, muito agressivos, crimes, terror e policiais numa de "arranca olhos devagarinho" dispenso. Prefiro colherinhas de chá:)))

    O pacote que tenho na tv não me dá acesso a filmes porque estão codificados e o descodificar é um valor que ficaria além "reforma".
    Volta e meia repetem filmes e assim vou vendo. Como vejo o canal Disney e vejo filmes sempre tão belos além dos meus amores "Tom e Jerry" que adoro.
    Vi também a primeira série e a segunda da "Anatomia de grey" e outro filme que adorei ver "Do cabaré para o Convento":)))

    Esta tua nova rubrica deu asas ao meu pensamento e como sempre és maravilhosa em ideias. ALINHO!
    Desculpa o testamento mas esqueço tudo enquanto escrevo...e com certeza nada de jeito:))
    Beijinhos e uma boa noite com saúde e paz.


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fatyly, que bom estarmos em sintonia neste nosso gosto pelo cinema. Mais um aprovação! (risos)
      Em criança via no tal cinema que menciono, os filmes do Joselito, Charlot e Cantiflas também.
      Não sei se te lembras do Trinitá, o que eu ria ao vê-los.
      Tive uma paixão platónica pelo Robert Redford no filme "O Nosso Amor de Ontem" com Barbra Streisand).
      Paul Newman, Richard Gere, Dustin Hoffman, Harrison Ford, Al Pacino e até o charmoso Alain Delon, portanto agora sou eu que esqueço tudo quando escrevo sobre cinema :)
      Vi o "Papillon" no antigo cinema Monumental que me impressionou muito na altura pois tinha cenas bem violentas.
      Aderi aos canais de cinema e séries, porque é mesmo uma das minha paixões.
      Gosto de ver séries policiais, dramas, ficção científica, suspense, até animação, o que gosto menos é de comédias e terror.

      Bem, não escrevo agora mais nada, fica para a próxima edição :)

      Beijinho.
      Tudo o que escreveste teve jeito! ;)

      Eliminar
  5. Frequentei todos esses cinemas exceptuando o Restelo. Na juventude o cinema era uma ocupação que nos tomava grande parte do tempo.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não havia internet, nem telemóveis, nem jogos de vídeo e a televisão era o que era, logo onde ocuparíamos o nosso tempo. :)

      Um abraço e boa semana!

      Eliminar
  6. Confesso que, em solteira, ia algumas vezes ao cinema, depois de casada também, cheguei a ir com a minha mãe. Mas, apenas íamos quando eram filmes cómicos. Mas não tenho nenhum que me marcasse. Aliás. Cheguei a ver alguns do 007.

    Acho gira a rubrica!
    *
    Beijos. Boa noite!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cidália,
      a diversidade de gostos é muito salutar, naturalmente tem outros que a marcam mais.

      007 é daquelas sagas que vemos e revemos com satisfação. Quem não se lembra dos atores que lhe deram vida, Sean Connery, Roger Moore, Timothy Dalton, Pierce Brosnan e finalmente Daniel Craig que se despediu do personagem no ultimo filme que ainda não tive oportunidade de ver.

      Beijinho e feliz semana!

      Eliminar
  7. Claro que pode ser, Amiga, ainda mais tatando-se de um tema que adoro. Costumo dizer que as minhas preferências para passar o tempo, para me entreter ( não quero utilizar a palavra inglesa...) são leitura e cinema, mas, tenho de confessar uma coisa: gosto dos filmes vistos nas salas de cinema e tenho a sorte de ter um marido que também gosta; em casa não costumo ver filmes, a não ser que o meu marido comece a ver( adora-os também na televisão) e eu me interesse e então vejo; caso contrário, vou para o meu quarto assistir programas que me agradam, por exemplo, eixo do mal, governo sombra e circulatura do quadrado ( agora com outro nome. Filmes que me marcaram, amiga? Foram tantos que nem sei por onde começar. Antes da pandemia ia sempre ver todos os que ganhassem algum óscar e também aqueles em que entrasse a Merly Streep; para mim ela é fascinante! Há filmes que vi várias vezes e creio que todos os conhecem, como E tudo o vento levou ( li o livro também ) , Dr Givago, a Filha de Ryan, Música no coração , Mamma Mia, A vida é Bela, etc, etc. Depois há tantos outros, como Este mundo não é para Velhos, o livro da vida, o piano , o Soldado Ryiam, Rain Man, et, etc, etc...
    Sabes, Fê, quando estudei em Braga, no antigo 7o ano do liceu, curso de germânicas, estava hospedada na casa de uma senhora cujas filhas gostavam muito de cinema e, sempre que iam, convidavam-me; lembro que, numa das vezes eu tinha exame escrito no dia seguinte, mas pensei: " não tenho tempo de rever toda a matéria, não sei o que vai sair, já estudei muito...vou! E fui! Vi muitos filmes, graças a essa familia que me considerava como se dela fizesse parte e que recordo com muita saudade e gratidão. Passo muitas vezes pela casa que ainda está de pé, mas que dentro, só existem as lembranças de quem lá morou , alguns já em outra dimensão . Fê, não vou pedir-te desculpas por ter-me alongado; já me encontraste por aí e já conheces os meus " testamentos " ; não sei escrever pouco! Será defeito, será qualidade? Não sei....sei, que sou assim e pronto! 9brigada, Amiga , pelo tema e por me teres levado a Braga, àquela casa na Sra-a-Branca, onde fui muito, muito feliz. Espero que por aí estejam todos bem de saúde e que a pandemia desapareça para que eu possa voltar às salas de cinema. Beijinhos e boa noite
    Emilia 🙏 🌻 🌈

    ResponderEliminar
  8. Respostas
    1. Emília,
      que bom ter mais uma amiga a partilhar comigo o gosto pela sétima arte.
      Escrever muito, quanto a mim, é uma qualidade, sinal que gosta de interagir e dar a sua opinião às publicações apresentadas.
      Ter um blogue é para mim é tudo isso. Saber que está uma pessoa do outro lado e não um número nos seguidores. Dar valor ao que publicam independentemente de podermos ou não ter a mesma opinião.

      Bem, vamos ao cinema (risos), Merly Streep, é reconhecidamente uma das mais talentosas atrizes americanas de todos os tempos. Li que só nos Óscares, teve 21 indicações, com 3 vitórias – o que faz dela a artista mais vezes lembrada pela Academia na história da sétima arte.
      E tudo o vento levou, Dr Givago, A Filha de Ryan, Música no coração , Mamma Mia, A vida é Bela, Este mundo não é para Velhos, o Livro da vida, O piano , o Soldado Ryan, Rain Man. A amiga indicou uma fabulosa seleção, vi todos e adorei todos obviamente.
      Destaco "A Vida é Bela" que curiosamente já tinha previsto colocar brevemente nesta rubrica.

      Fico muito feliz também por este tema lhe trazer tão gratas recordações duma época em que tudo tinha uma magia especial, éramos jovens minha amiga!

      Agradeço e também desejo que a Emília e a sua família estejam bem de saúde e que possamos brevemente dar um saltinho ao cinema mais próximo :)

      Beijinhos e feliz semana!

      <3

      Eliminar
  9. Fê, gosto de filmes, mas os que envolvam histórias familioares ou sejam leves, românticos também! Fazem mais de 2 anos que não vamos ao cinema e vez por outra assisto algum na tv. beijos, linda semana! chica

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Maus um gosto em comum amiga Chica.
      Depende dos dias, há dias que sabe bem ver um filme mais leve e romântico para aliviar um pouco a nossa mente.
      As salas de cinema foram muito afetadas por esta pandemia, aliás toda a cultura em geral.

      Beijinhos, boa semana também para si.

      Eliminar
  10. A sétima arte sempre vai deixar em nós uma lembrança Fê.
    Totalmente aprovado seu novo projeto aos domingos e aqui vou estar para recordar e pegar indicação.
    Houve época que buscava os dramas, outra os históricos. Gosto de cinema amiga.
    Linda semana com leveza e harmonia.
    Grato por esta partilha e lembrança.
    Beijo de paz.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem dúvida amigo Toninho.
      Mais um aprovação que me deixa entusiasmada neste meu projeto. Obrigada!
      Aliás, sabe que eu quando comecei com estas lides, tive um blogue só dedicado ao cinema, "CINEESTRELAS" que ainda tenho guardado como recordação.
      Dramas e históricos também fazem o meu género. Estou-me a lembrar agora de dois, "A Queda–As Últimas Horas de Hitler" e "A Missão".

      Boa semana com muita saúde e paz também para o meu amigo.

      Um beijinho.

      Eliminar
  11. O ano de (1989), foi muito rico culturalmente e “Dead Poets Society”, é com certeza uma das “obras-primas” deste ano.
    Creio ter sido este o melhor trabalho do genial “Robin Williams”, no Cinema, onde ele viveu o Mestre “John Keating”, em uma tradicional escola preparatória para jovens. O “capitão”, utiliza métodos pouco ortodoxos de ensino, mas, que cativou seus alunos.
    Muito bem amiga Fernanda, bela lembrança deste excepcional filme.
    Beijos e boa semana!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amigo Douglas, concordo inteiramente consigo.
      As grandes estrelas nunca morrem, como é o caso de Robin Williams. Estou-me a lembrar dos seus desempenhos fantásticos, por exemplo em "Patch Adams", "Bom Dia, Vietnam!" O Pescador de Ilusões" entre tantos outros.
      Mais um aprovação para a sala de cinema aos domingos. Obrigada meu amigo. :)

      Um beijinho e feliz semana!

      Eliminar
  12. Há já algum tempo que não vou ao cinema... não ia ao Domingo, mas sim ao Sábado à tarde...
    Lembro-me muito bem do " Clube dos Poetas Mortos"...Outro filme de que gostei muito foi " Expiação".
    E não falhei nenhum filme da " Star Wars"...
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Marta,
      Todos os dias são bons para ir ao cinema, já é segunda-feira e cá estou eu! (risos)
      Expiação, excelente escolha. Com dois actores mais jovens que gosto muito, James Mcavoy e Keira Knightley, além da promissora Saoirse Ronan e da célebre Vanessa Redgrave.
      Por acaso "Star Wars" não segui muito, fui mais fã dos "Os Salteadores da Arca Perdida".

      Beijinho e obrigada.

      Eliminar
  13. Olá, Fê!
    Passei para saber de ti, deixar-te um beijo e desejar boa semana e... acabei entusiasmada com esta tua decisão/publicação.
    Como a tua paixão é a minha paixão, aqui voltarei para saber de novas partilhas. Esta, a primeira, é excepcional! Não ver este filme é imperdoável!
    Vi muito cinema nas salas que indicas. Quem sabe um dia não estivemos vendo o mesmo filme numa delas. Na sala do Apolo 70 vi muitos e bons.
    Ontem, tive tarde de cinema no sofá: revi na tv "Belle de jour" (1967) de Luis Buñuel; e "Ammonite" (2020) de Francis Lee, com interpretações magistrais de Kate Winslet e Saoirse Ronan. Recomendo!
    Aqui fica o beijo e o desejo de boa semana e saúde.
    Obrigada!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mais uma amiga para o "Clube dos Fãs de Cinema" (risos), obrigada Teresa.
      Este filme tem várias mensagens, bem atuais e didáticas, tens razão não o ver é imperdoável!
      o Apolo 70 foi o primeiro centro comercial do país, estudava lá perto, no antigo Instituto Comercial de Lisboa, quando tínhamos uma folga era lá que eu e os meus colegas passávamos o tempo. Quem sabe… ;)
      Vi também à pouco tempo "Ammonite" achei fabuloso, apesar de não ter boas críticas, que afinal valem o que valem, com outras grandes actrizes, Kate Winslet e Saoirse Ronan que já mencionei no comentário anterior.
      "Belle de jour"acho que não vi, mas vou pesquisar. :)

      Um beijinho, agradecendo e retribuindo o desejo de boa semana e muita saúde.

      Eliminar
  14. O que aqui refere é um dos meus filmes marcantes, sem dúvida!

    Por vezes não são os filmes, mas algumas das cenas: estou a lembrar-me de uma que vou partilhar, protagonizada por um actor que muito admiro: Al Pacino em "Perfume de Mulher".

    Beijinho, amiga, feliz semana :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estamos de acordo amiga São!

      "Perfume de Mulher" também um dos meus filmes preferidos e que faço questão de incluir nesta minha seleção.

      Neste blogue já o mencionei aqui:
      https://sotepeco5minutos.blogspot.com/2016/10/dance-me-to-end-of-love.html

      Beijinho grato minha amiga, tenha também uma semana muito feliz!

      Eliminar
  15. Nem preciso de dizer como gostei do filme "O clube dos Poetas mortos". Acho que foi um dos filmes que me marcaram. Mas há tantos mais... Há muito tempo que não vou ao cinema. A televisão passa sempre os mesmos.
    Uma boa semana com muita saúde.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amiga Graça,
      este é dos daqueles filmes que marca mesmo quem o vê, tanto na época em que foi realizado, como atualmente.
      Por isso aderi aos canais de cinema e séries, embora na RTP2 também passe bons filmes e boas séries.

      Boa semana e muita saúde também para a minha amiga.

      Um beijinho.

      Eliminar
  16. Olá, amiga Fê.
    Um filme genial que adorei ver, e revi varias vezes ao longo dos anos.
    Também sou um amante do cinema. E há filmes que nos marcam. Este "O clube dos poetas mortos" é um deles. Em conjunto com outro de outra época, que, julgo ser comum a muitas pessoas amantes do cinema. Falo naturalmente, do "Casablanca ".

    Excelente post aqui partilhou connosco, amiga Fê.

    Votos de uma excelente semana com muita saúde.

    Beijinhos com carinho e amizade.

    Mário Margaride

    http://poesiaaquiesta.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa tarde amigo Mário,
      Felizmente que o meu amigo também partilha comigo este gosto pelo cinema. Cinema e Poesia têm muito em comum, principalmente a magia da imaginação.

      "Casablanca", um clássico inesquecível que revemos sempre com agrado e emoção. Não vou esquecer esta sugestão.

      Semana feliz e com saúde também para o meu amigo.

      Um beijinho grato com amizade.

      Eliminar
  17. Também sou fã de cinema e esse é realmente um filme marcante.
    Tenha uma boa semana minha amiga
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada amiga Maria por teres apreciado esta minha nova sugestão.

      Boa e feliz semana!

      Um beijinho.

      Eliminar
  18. Me encanta el cine, desde niña veía cine ( mi padre me llevaba ), una que me impacto mucho es Lo que el viento se llevo, tengo muchos títulos que me gustan entre ellos Memorias de África y muchos más. Tal vez los títulos en español y portugués son diferentes. Gracias y te sigo en tu blog. Besos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que bom Teresa, tal como eu, também gostar de cinema desde menina.
      "E tudo o vento levou" acho que não há ninguém que não o tenha visto e revisto sempre com prazer.
      "África Minha" com os desempenhos inesquecíveis de Meryl Streep e Robert Redford.
      Eu é que agradeço a sua visita.

      Beijinho.

      Eliminar
  19. Querida Fê, assino em baixo, em cima e dos lados na sua ideia! Sou cinéfia dos pés à cabeça e olhe que tenho muitos anos. Se isto fôsse em conversa eu nunca mais me calava... Todos os filmes e atores de que falam e muitos mais vi e gostei muito. Em actores não vi nomeado o Anthony Hopkins, que eu admiro muito.
    Agora vejo muito menos porque a operação da catarata não correu muito bem e a luminosidade de ecrã e as legendas são mais difíceis de ver... paciência.
    Um certo tempo,bastante, que eu não conseguia andar e passava muito do meu tempo sentada via 3 filmes por dia. Gravava dos canais de cinema os que tinham melhores classificações e depois ia escolhendo. Vi bons filmes e repeti alguns que já tinha visto há muito! Sou uma chorona a ver dramas... e não gosto de filmes de terror. Românticos, de guerra, policiais, comédias "Melhor é impossivel".... e basta.

    Beijinhos,minha flor!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que bom querida Maripa, mais uma cinéfila para o meu clube (risos).

      Tem razão, filme onde entra o grande Anthony Hopkins, é sinónimo de assistirmos a um filme de qualidade. Indiscutivelmente é um dos maiores atores em atividade. Tenho que ver o ultimo filme dele que lhe valeu mais um Óscar - PAI.

      Lamento que não tenha corrido bem a sua operação querida amiga, a minha sogra vais ser submetida terça-feira à mesma operação no olho direito, ao esquerdo ficou muito bem.
      Não dá para fazer de novo a sua?

      Também não foso de filmes de terror e comédias têm que ser muito bem feitas.

      Então se tudo correr bem, marcamos encontro no próximo domingo? :)

      Muitos Beijinhos, cuide-se minha doce amiga.

      Eliminar
  20. O Clube dos Poetas Mortos é um dos meus filmes de eleição, mas não saberia apontar o meu favorito dentre os muitos que vi...

    Timidamente, atrevo-me a trazer aqui "A Hora do Lobo", baseado num romance autobiográfico de Jiang Rong e realizado por Jean Jaques Annaud, que também conto entre os filmes que mais me prenderam ao pequenino ecrã do computador.

    Há cerca de treze anos que não vou a um cinema, Blue Bird...


    Um grande beijinho!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estive a ver o trailer do filme que referiu, pois não conhecia.
      Pelo que vi é de uma grande intensidade emocional. Despertou sem dúvida o meu interesse.
      O realizador é o mesmo de tantos outros bons filmes, Sete Anos no Tibet, O Nome da Rosa entre outros.
      Ia muito ao cinema com a minha filha, desde que ela voou de casa, nunca mais fui, também já lá vão alguns aninhos.

      Grande beijinho querida Maria João.
      As melhoras!

      Eliminar
  21. Adorei este filme, que já descobri um pouco tardiamente!
    Há dias, revi um filme que me marcou também, nas minhas sessões cinematográficas... As Listas de Schindler...
    Titanic... também já se pode considerar um verdadeiro clássico. Outros filmes que gostei bastante... Ghost... Sempre... e África Minha... eis alguns dos filmes mais marcantes, que assim num repente me vieram à cabeça...
    Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ana, acredite que nunca consegui ver "As Listas de Schindler" até ao fim.
      Aliás todos os filmes que se referem ao holocausto me perturbam.
      Titanic, outro grande filme com interpretações magnificas de outros dois grandes actores,ainda no início da carreira, Leonardo DiCaprio e ‎Kate Winslet.
      Ghost, com o inesquecível Patrick Swayze, e claro o excelente África Minha, que nem preciso de me alongar a elogiá-lo.
      Excelentes sugestões para domingos futuros amiga Ana.

      Beijinho grato.

      Eliminar

Todos os comentários serão respondidos e as visitas retribuídas.
Prometo ser tão breve quanto a minha disponibilidade o permitir.
Obrigada, por me darem cinco minutos do vosso tempo.